The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Expo Paraguai Brasil reúne 467 empresas dos dois países em palestras e rodadas de negócios

Expo Paraguai Brasil reúne 467 empresas dos dois países em palestras e rodadas de negócios

A 9ª edição da Expo Paraguay – Brasil, que começou nessa segunda-feira (23.10) e termina amanhã (25.10) em Assunção, no Paraguai, reúne 467 empresas, sendo 130 brasileiras. Mato Grosso do Sul participa do evento com um missão técnica formada por 40 empresários de setores como construção civil, cosméticos, alimentação e serviços. Para fomentar o intercâmbio comercial e industrial entre os dois países.

A participação sul-mato-grossense na Expo foi organizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul (Fiems) e Sebrae-MS. Um estande foi montado no local para a realização de reuniões de negócio entre as autoridades brasileiras e paraguaias.

Abertura da 9ª edição da Expo Paraguay – Brasil, em Assunção.

Ontem pela manhã a programação foi aberta pelo vice-presidente da Câmara de Comercio Paraguay Brasil e coordenador da Expo Paraguay Brasil, Junio Dantas. Pela manhã o dia conta com palestras sobre a economia e as leis de comércio paraguaias. “Inovamos na Expo deste ano. Dedicamos o primeiro dia, exclusivamente, aos empresários brasileiros. É a primeira vez que esse modelo é adotado, com apresentação dos números do país, leis e conferências destinadas ao público brasileiro”, disse.

De acordo com Junio Dantas, durante o evento deverão ser realizadas mais de 900 reuniões. “Um número confirma a Expo como o maior evento B2B (business to business) realizado pela Câmara. Temos registrado um crescimento anual em torno de 30% no número de pessoas que participam do evento. E isso tem feito com que um número cada vez maior de empresários busque o Paraguai”, finalizou.

O presidente da Câmara de Comercio Paraguay Brasil, Ruben Jacks, foi um dos palestrantes do primeiro dia da Expo e falou sobre os números da economia paraguaia. “Aqui no Paraguai, a grande vantagem para o empresário é o baixo custo dos impostos, além da simplicidade. Temos somente o Imposto de Renda e o Imposto sobre Valor Agregado (IVA), sendo cada um de 10%. Isso nos torna muito competitivos e tanto o governo, quanto o setor privado comungam de uma mesma visão de país para 2030”, afirmou.

A presidente da Câmara de Empresas Maquiladoras del Paraguay, Carina Daher, explicou aos empresários brasileiros o funcionamento da Lei e Maquila – regime de tributação diferenciada para empresas estrangeiras que se instalam no Paraguai para produção exclusivamente direcionada à exportação.

A Expo reúne 467 empresas sendo 130 brasileiras.

“É uma satisfação falar aos nossos irmãos brasileiros sobre as ferramentas que temos com a Lei de Maquila. É um regime tributário que provocou esse boom de negócios no Paraguai. Desde que foi instituído, há cinco anos, triplicamos o número de empresas maquiladoras instaladas. Hoje temos 140 empresas, sendo que 85% delas são brasileiras, todas com resultados são positivos”, afirmou.

No período da tarde foram realizadas visitas técnicas e reuniões com empresários para conhecer os serviços e outros diferenciais competitivos oferecidos no país. Em uma das visitas, os empresários de Mato Grosso do Sul e de outros estados visitaram o Parque Logístico Industrial Nuestra Señora de la Asunción (NSA).

No local, eles foram recepcionados pelo diretor da NSA, Fabio Fustagno, que apresentou as estruturas existentes, o funcionamento e os benefícios. A empresa atende empresas auxiliando no processo de desembaraço aduaneiro e armazenamento de mercadorias e as distribui em países como o Brasil, Chile, Argentina, Uruguai e Paraguai. A missão técnica sul-mato-grossense foi acompanhada pela Semagro e Fiems, na visita.

Texto e Fotos: Marcelo Armôa – Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro)