The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Vai viajar nas férias? Confira dicas para uma viagem tranquila

Vai viajar nas férias? Confira dicas para uma viagem tranquila

A viagem de férias é um dos momentos mais esperados pela maioria das famílias, e agora no mês de julho muitos se programam para visitar parentes e descansar.

Com uma frota total de 1.454.800 veículos, Mato Grosso do Sul tem um aumento de aproximadamente 30% no fluxo de veículos nas estradas nesse período de férias escolares.

O que reforça a necessidade de atenção de todos no trânsito, na prática de boas atitudes de motoristas, ciclistas, pedestres e motociclistas para proporcionar segurança nas vias. Então, leia abaixo algumas informações importantes.

óleo, líquido do radiador e fluido de freios, além da checagem do estado das correias, é suficiente para evitar problemas na estrada", explica o mecânico Jorge Aparecido Soares, da Basmage Auto Elétrica e Baterias Mecânica em Campo Grande;

Além de correias, itens como velas, cabos e componentes da suspensão também devem ser verificados por profissionais. Essas peças são mais exigidas em viagens e passíveis de falhar.

"Se o carro demora a ligar pela manhã e tem problemas no funcionamento, é bem provável que não suporte rodar por trajetos muito longos", reforça.

Mesmo com a revisão em dia, o motorista deve prestar atenção aos itens de segurança. Em casa, dá para verificar o funcionamento de faróis, lanternas e luzes de seta, além do limpador e lavador do para-brisa. Outro equipamento indispensável e, por vezes esquecido, é o estepe que deve estar calibrado.

Ferramentas como macaco e chave de roda precisam estar disponíveis para o caso de emergências em viagens. Alinhamento da direção e balanceamento das rodas em dia são essenciais.

"A trepidação no volante costuma aparecer só em velocidades altas. Há o risco de o motorista só perceber que há algo errado quando já estiver na estrada", alerta Jorge.

Ferramentas sempre à mão. Confira se está tudo em ordem com equipamentos que o ajudarão na hora de uma emergência.

Não podem faltar triângulo, "macaco", chaves de roda e extintor, além do manual do veículo. Na lista, inclua uma lanterna se for viajar à noite.

Celular deixa o motorista cego. Antes de sair da cidade, é comum o motorista pegar o celular para escolher a seleção musical no celular para tocar no sistema de som do carro ou procurar o destino da viagem em algum aplicativo Esta atitude tira a atenção da via por tempo suficiente para causar um acidente.

Só para desbloquear o celular, precisará de 2 a 3 segundos; para digitar uma frase, de 3 a 5 segundos. Nesse tempo, você anda vários metros às cegas.

Sem contar que se flagrado pela autoridade de trânsito com o aparelho na mão implicará em uma multa de R$ 293,47 e sete pontos a menos na CNH.

Cinto também no banco traseiro. Parece óbvio, mas há quem ainda deixe de usar item obrigatório, principalmente se for passageiro do banco traseiro.

Esta atitude pode tornar um acidente mais grave e custar uma vida. Para ninguém esquecer ou alegar não encontrar o fecho, a dica é deixar todos os cintos atados antes de carregar o carro ou de os passageiros tomarem seus lugares.

Posição correta do bebê conforto. Sempre no sentido oposto ao do fluxo do veículo e colocado no banco de trás quando houver um passageiro ao seu lado.

Quando colocado no banco da frente, desative o airbag do passageiro para evitar que o próprio item de segurança lance o bebê em caso de acidente. Lembre-se: crianças de até 1 ano (ou até 13 kg) devem ser levadas em um bebê conforto.

De 1 a 4 anos (ou até 18 kg) podem ser transportadas na cadeira de segurança mais comum, voltada para a frente.

Os assentos infantis diminuem em 71% o risco de lesões graves em acidentes. Por isso, nunca transporte a criança no colo ou solta no banco.

A cadeirinha deve ser usada até a criança atingir 36 quilos, por volta dos 8 anos. Já o cinto de segurança é feito apenas para pessoas acima de 1,45 metro.

Jaqueline Tente – Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS)

 

 

 

 

Fonte Dourados Agora