Dourados,MS
The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Consumidor de MS vai comprar menos neste final de ano

Consumidor de MS vai comprar menos neste final de ano
04/12/2017 -

O levantamento que verifica pesquisa de intenção de compras e a utilização do 13º salário em 13 municípios de Mato Grosso do Sul revelou que o aporte econômico no comércio local deve chegar a R$ 172 milhões nas comemorações de Natal e ano novo. A pesquisa foi realizada entre os dias 13 e 24 de novembro, com 2.161 pessoas.

No período do Natal, o gasto médio por pessoa chegou a R$ 207, enquanto que o ano novo não deve passar de R$ 172,53. O detalhamento é ainda mais apurado sobre a preferência dos entrevistados: enquanto 28% deve comemorar a festa natalina em casa, 30% confirmaram que vão consumir bebidas. As mesmas respostas para a festa de Reveillon diferiram do Natal: 34% ficarão em casa com a família e 32% devem beber.

Desenvolvida pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio MS (IPF MS) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MS), a compilação foi detalhada a pedido da Fecomércio-MS, confirma o presidente da federação, Edison Araújo.

"Com esse diagnóstico, os empresários poderão traçar estratégias para alavancar as vendas, para chegar a esse consumidor com propostas diferenciadas de preço, qualidade e atendimento. Para os comerciantes do setor alimentício, a pesquisa mostra que o atendimento deverá ser redobrado, bem como os estoques", detalha.

O levantamento comprovou que os preços cobrados no mercado para as comemorações aumentaram significativamente em relação a 2016. Esses custos maiores desestimularam o consumidor.

Enquanto isso, nas compras de presentes, o valor médio por pessoa será de R$ 201,00 movimentando a economia do Estado em R$ 81,76 milhões. Ainda assim, o total é 5 % menor que o montante do ano passado.

13º SALÁRIO

O resultado da pesquisa destaca que 40,07% dos pesquisados receberão o 13º salário. Desses, 21,82% indagaram que já receberam alguma parcela do benefício. No Estado, espera-se que haja uma movimentação de R$ 2,39 bilhões, que serão distribuídos entre 1.049.277 pessoas, conforme o Dieese em 2017.

Somente o comércio de bens e serviços representa 49,82% do total de empregos de Mato Grosso do Sul (RAIS, 2016). Diante deste cenário, o recebimento do provento deve ser superior a R$ 1 bilhão, por atender mais de 500 mil trabalhadores.

Sobre como o trabalhador deve gastar seu 13º salário, as respostas diversificaram. Com pagamento de contas em atraso foram 33%; para fazer poupança, 19,9%; e pagamento de despesas de início de ano, como IPTU, IPVA e material escolar, responderam 9,86% dos entrevistados.

Os municípios pesquisados foram: Aparecida do Taboado, Aquidauana, Anastácio, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Ladário, Dourados, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas.