The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Mato Grosso do Sul paga mais de R$ 90 mil por mês de aposentadoria para ex-governadores e dependentes

Mato Grosso do Sul paga mais de R$ 90 mil por mês de aposentadoria para ex-governadores e dependentes

No total, os governos estaduais gastam pelo menos R$ 35,8 milhões por ano com o pagamento de pensões a ex-governadores e dependentes deles. Um levantamento mostrou que 16 estados do Brasil pagam esses benefícios, e Mato Grosso do Sul está entre eles.  Algumas dessas pensões são pagas inclusive a quem ocupou o cargo por poucos meses ou poucos dias.

O ex-governador de Mato Grosso do Sul, Marcelo Miranda Soares, por exemplo, recebe mensalmente R$ 39.249,49 dos cofres públicos.

Já o ex-governador Pedro Pedrossian, de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, recebe duas pensões, uma de cada estado: R$ 24.117,64 e R$ 30.471,11, respectivamente, num total de R$ 54.588,75 por mês.

Também está na lista a viúva do ex-senador Ramez Tebet, Fairte Nassar Tebet, que recebeu recebeu pensão de R$ 31.938,03 em janeiro deste ano.

Ao todo, Mato Grosso do Sul paga R$ 90.908,48 por mês para ex-governantes e dependentes.

O levantamento também identificou 12 políticos com mandato no Congresso Nacional que acumulam, além do salário como parlamentar, pensão como ex-governador, e 18 dependentes, na maioria viúvas, que herdaram os benefícios de políticos mortos.

O acúmulo de pensões com aposentadorias ou salários não é ilegal, apesar de ação movida pela União questionando as regras. O processo, iniciado em 2010, tramita no STF (Supremo Tribunal Federal) e possui “repercussão geral”, ou seja, deve balizar todas as decisões do gênero no país, mas ainda aguarda manifestação do relator, o ministro Marco Aurélio Mello.

Com informações do G1.