The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Balança comercial de MS tem superávit de US$ 1 bi de janeiro a maio

Balança comercial de MS tem superávit de US$ 1 bi de janeiro a maio

O superávit da balança comercial de Mato Grosso do Sul com o exterior atingiu superávit de US$ 1 bilhão no acumulado de janeiro a maio de 2017. É o que revela a Carta de Conjuntura do Mercado Externo, elaborada pela Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro). O desempenho no mês de maio foi impulsionado pela soja, celulose e carne.

De acordo com o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, "o desempenho positivo no cenário externo de Mato Grosso do Sul foi impulsionado pelo agronegócio, a exemplo do que nos mostrou a parcial trimestral do PIB brasileiro. Os últimos resultados apresentam um crescimento nas exportações de soja de 11,07% de janeiro a maio de 2017, embora o segundo produto, a Celulose esteja em queda de 7,69%".

O terceiro lugar na pauta de exportações do Estado ficou para os produtos originários de abate e preparação de produtos de carne. "Esse item aponta para um crescimento de 10,38% seguindo a tendência verificada nos últimos meses. De outro lado, as importações permanecem em queda, chegando a 34% em relação ao gás boliviano com crescimento de importação de máquinas e equipamentos de 126% no acumulado de janeiro a maio de 2017", comentou o secretário.

Houve ainda um aumento da concentração dos principais mercados exportadores, com destaque para a Argentina, que repetiu o desempenho do mês anterior continua como segundo maior parceiro comercial de Mato Grosso do Sul, com crescimento de 84,24% de janeiro a maio deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. A China permanece com 44,91% de participação no total exportado de janeiro a maio de 2017.

Entre os municípios, as exportações foram lideradas por Três Lagoas e Campo Grande, com destaque para os crescimentos das operações realizadas por Dourados (43,45%), Corumbá (33,53%) e Chapadão Do Sul (17,46%).

Fonte: Douradosnews