Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

Polícia está à disposição para escoltar caminhoneiros para fora dos protestos

PRF e Exército durante escolta de combustível ontem. - Foto: Valdenir Rezende

Mato Grosso do Sul
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Militar Rodoviária Estadual (PRE) se colocaram à disposição para escoltar caminhoneiros que estejam com dificuldades para sair dos pontos de protesto nas rodovias de Mato Grosso do Sul. O acionamento pode ser feito por motoristas ou empresas pelo telefone ou ofício.

Balanço realizado entre às 22 horas de ontem e às 8 horas da manhã de hoje apontam que ainda há pelo menos 50 locais de manifesto nas rodovias federais e estaduais do Estado. Os caminhoneiros que estão em rodovias federais e queiram seguir viagem devem acionar a PRF pelo telefone 191, ou então por meio de ofício encaminhado à superintendência regional.

"Corredores para a circulação de transporte de animais vivos, gêneros alimentícios, equipamentos essenciais, medicamentos, combustíveis e outras cargas sensíveis estão sendo mantidos pela PRF, além de prestação de apoio aos manifestantes durante as desmobilizações no intuito de garantir a segurança de todos os usuários das rodovias federais", afirma a corporação em nota.

Até a noite de ontem, a PRF já havia realizado, com apoio das forças armadas, escolta de 21 caminhões, principalmente de combustível, e deve seguir com o trabalho ao longo desta semana, enquanto houver greve. Já a PRE fez escoltas em Dourados, Fátima do Sul e Nova Andradina, e pode ser acionada pelo número 198.

 

 

Correio do Estado