Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

Ventos de 110 km/h causam estragos e prefeito decreta emergência

rvore centenária foi arrancada pela raiz com o vento - Foto: REPRODUÇÃO

Outras Cidades
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O prefeito de Bandeirantes, Álvaro Urt (DEM), decretou estado de emergência no município que fica a 70 quilômetros de Campo Grande. Ontem a cidade foi atingida por um temporal com ventos de 110 km/h. Em pouco mais de 20 minutos a tempestade destelhou casas, derrubou árvores pela raiz e deixou 40% da localidade sem energia.

“Estamos trabalhando agora com a identificação dos imóveis atingidos e cadastrando as famílias afetadas. Há casas completamente destelhadas e todas as escolas estaduais estão sem aula. A área rural também foi bastante atingida”, relata o prefeito.

Segundo ele, a necessidade no momento é de voluntários para auxiliar as equipes do município no trabalho de rescaldo. “Não imaginávamos que ia ser nessa dimensão. Nunca tivemos algo assim na cidade. Destelhou o hospital e quebrou os vidros. Estamos trabalhando para recuperar as escolas que são sede das eleições. Precisamos de voluntários”.

Apesar de ceder um ginásio para aproximadamente 150 famílias que estão desabrigadas, não houve adesão dos moradores. A maioria decidiu ficar no imóvel ou se acolher na casa de parentes e amigos.

No momento equipes da Defesa Civil do Estado estão a caminho para dar apoio, fazer um balanço preciso e saber as demandas do município. A orientação é que a população continue fazendo o cadastro para receber o alerta no celular de possíveis temporais como este.

“Basta enviar um SMS para o número 40199 com o CEP da residência e já está cadastrado. Queremos implantar a cultura prevencionista no Estado”, assegurou o coordenador Estadual de Defesa Civil, tenente-coronel Fabio Santos Coelho Catarineli.

 

Correio do Estado