Dourados-MS,
Câmara_novo

Foto - Divulgação

Através do Decreto nº 1644 de 25 de fevereiro de 2019, fica declarado “ponto facultativo nas repartições públicas municipais” nos dias 4, 5 e 6 de março, conforme o que rege o inciso II do art. 66 da Lei Orgânica do Município, e considerando a tradicional comemoração do carnaval, este ano, marcado para o dia 5 de março.

O decreto traz ainda que os serviços considerados essenciais funcionarão normalmente durante o período. Assim, as escolas devem retomar as aulas no dia 7 de março, quinta-feira, mesmo dia de retorno do funcionamento da Secretaria Municipal de Educação.

A Unidade Pronto Atendimento (UPA) funciona normalmente, assim como o Hospital da Vida. As Unidades Básicas de Saúde reabrem no dia 7 de março, e o atendimento deve ser encaminhado para a UPA. A coleta do lixo, segundo informação da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, será feita normalmente nos dias da próxima semana.

Foto - Divulgação

O Carnaval é celebrado no Brasil, dia 05, próximo, e a data costuma trazer as famosas “pontes” em instituições públicas e privadas.  Em Dourados, postos de saúde estarão fechados, de segunda-feira (04) a quarta-feira (06) bem como as agências bancárias. O comércio terá horário variado e esse será definido de acordo com os gerentes/ proprietários. 

Nas unidades escolares, o calendário de cada instituição deve ser informado aos pais/responsáveis. 

A coleta de lixo não terá pausa nos serviços e atenderá conforme horário já costumeiro nos bairros. 

Confira o horário das instituições/ serviços em Dourados.  

Comércio

As lojas do comércio na área central de Dourados abrirão conforme definição entre funcionários e os lojistas. Conforme o Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados) pelo fato da data ser considerada ponto facultativo não é estabelecido a obrigatoriedade de fechamento. 

Shopping 

No Shopping Avenida Center, na data ‘oficial’ do Carnaval, 05, o horário será diferenciado. Conforme o Sindicom, as lojas atenderão das 14h às 20h. A Praça de Alimentação funcionará normalmente das 10h às 22h. O cinema divulga os horários de cada atração na página oficial do estabelecimento. 

Agências Bancárias

As agências bancárias não abrirão segunda-feira (04) e terça (05). Na quarta (06), conforme informou o Sindicato dos Bancários, o atendimento ao público terá início às 12h e segue até às 15h. 

Postos de Sáude

Os postos de saúde não abrirão para atendimento de segunda-feira (04) a quarta-feira (06). O ponto facultativo nas repartições públicas municipais foi definido em Decreto da administração municipal. 
Quem precisar de atendimento médico deverá se dirigir a UPA (Unidade de Pronto Atendimento). O Samu (Serviço Móvel de Urgência) manterá os serviços normalmente. 

Hemocentro 

O Hemocentro Regional de Dourados atenderá neste sábado (02) das 07h às 13h. Na próxima semana, a unidade atenderá a partir da quinta-feira (07), das 07h às 13h. 

A direção informou que todos os tipos de sangue são necessários, no entanto, os tipos O-, B-, AB- ou AB+ encontram-se em menor estoque. 

Foto - Divulgação

Subiu para 12 o número de casos confirmados de dengue em Dourados, em 2019, conforme o boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde). O levantamento foi divulgado na quinta (21) e se comparado com o publicado na semana anterior, o aumento de é 50%, já que no outro o total chegava a 8. 

A análise foi feita até o dia 20 de fevereiro. No anterior, ocorreu até 14 de fevereiro. 

Atualmente o número de notificações da doença em Mato Grosso do Sul chega a 5.737. Quanto aos casos confirmados, o total é de 1.281, o que mostra que, em uma semana, a doença se expandiu em MS, já que no boletim anterior, este total chegava a 761. 

A capital possui o maior índice de pessoas com dengue, sendo 934 ao todo. A segunda cidade de MS com o maior número de casos é Três Lagoas com 134. Sidrolândia tem 35 casos e Vicentina tem 21. 

Mato Grosso do Sul tem dez municípios que registram alta incidência da doença, são estes: Três Lagoas, Figueirão, Sidrolândia, Água Clara, Rochedo, Selvíria, Aparecida do Taboado, Vicentina, Camapuã e Corguinho. 

Essa caracterização ocorre quando a cidade tem o registro mais de 300 casos por 100 mil habitantes. 

Campo Grande apesar de ter o maior número de registros, atinge média incidência por conta do alto índice populacional. 

Dourados está no nível de baixa incidência. O número de casos notificados da doença chega a 84. 

Já existe um óbito confirmado por dengue em Mato Grosso do Sul, neste ano. O registro foi em Três Lagoas. 

Os cuidados para evitar que a doença se espalhe são amplamente divulgados pela imprensa e instituições ligadas a saúde pública, no entanto, conforme mostrado pelo Dourados News muitos populares tem “esquecido” os mesmos. 

Divulgação do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) recente mostrou que piscina desprotegida e com água acumulada foi encontrada pelos agentes no município. 

O número de notificações por focos de mosquito Aedes aegypti, vetor da doença, em imóveis vem crescendo no município. Na divulgação do CCZ do dia 14, passado, o total alcançava 521.

Pontos com água acumulada são favoráveis para reprodução do mosquito.

A SES alerta que a dengue gera náuseas, vômitos, manchas avermelhadas pelo corpo, dor nos olhos, dor nas articulações, entre outros sintomas. 

Já a dengue hemorrágica é considerada uma forma mais grave da doença. Nesse caso a pessoa infectada com o vírus da dengue sofre alterações na coagulação sanguínea. 

A dengue pode levar a morte. 

 

Dourados News

Foto - A. Frota

Mais um secretário deixa o governo Délia Razuk (PR). Desta vez, Vagner da Silva Costa, que assumiu a Saúde há menos de um mês após período como interino, acabou exonerado. Em seu lugar, a prefeita nomeou a adjunta Berenice de Oliveira Machado, que atuava no Conselho Municipal de Saúde. 

De acordo com o Diário Oficial do Município desta quinta (21), a saída de Vagner foi a pedido, contando de 7 de fevereiro. Em outro decreto, ela já nomeou a substituta, a contar da mesma data. 

O agora ex-secretário atuará novamente como adjunto. Ele assumiu a pasta como ‘tampão’ em dezembro, após a saída de Renato Vidigal do comando da Saúde.

Ele foi oficializado no cargo no dia 22 de janeiro, através do decreto 1.565 assinado pela prefeita. 

Nesse período, ele presenciou policiais federais cumprindo mandados de busca e apreensão na Secretaria de Saúde, dentro da Operação Purificação, desencadeada no dia 12 de fevereiro e que investiga esquema de corrupção na contratação de empresa para fornecer alimentos a pacientes e servidores do Hospital da Vida. 

O acordo foi firmado pela Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados) em 2017. 

Com a saída de Vagner, Berenice será a terceira pessoa a comandar uma das mais importantes pastas do Município. 

 

Dourados News

Mais Artigos...