Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

Foto - Divulgação

Nesta quinta-feira, dia 11 de outubro, feriado estadual, pela divisão do Estado, o comércio de Dourados terá expediente normal, das 08 às 18 horas, segundo o Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados). 

O shopping Avenida também irá funcionar normalmente, das 10 às 22 horas nesta quinta. Já na sexta-feira, dia 12, feriado nacional consagrado a Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, o comércio não abre e o  shopping atende em horário diferenciado, das 12 às 20 horas. 

A coleta de lixo será realizada até esta quarta-feira (10) e retorna no sábado (13), segundo informações da Semsur (Secretaria Municipal de Serviços Urbanos) de Dourados.

Os demais serviços ofertados pela prefeitura, com exceção da área de emergência em saúde, também pararam ontem e voltam somente na próxima segunda-feira, dia 15. 

Foto - Vinícios Araujo

Na manhã desta quarta-feira (10) a Defesa Civil de Dourados precisou ser acionada por populares que trabalham em estabelecimentos no cruzamento das ruas Firmino Vieira de Matos e João Vicente Ferreira. O fato é que, por conta da chuvarada, uma árvore acabou caindo, ficando inclusive pendurada em cabos de energia. 

No local, equipes aguardam a chegada da Energisa para fazer a interrupção do fornecimento de energia no cruzamento para retirada da árvore. O trânsito segue sem impedimento até então, podendo ser bloqueado logo mais ainda nesta manhã.

Em por mais de três horas, o Guia Clima da Embrapa Agropecuária Oeste já registra acúmulo de 44 milímetros de chuva em Dourados. O aguaceiro começou no finalzinho da madrugada e segundo o Cptec (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos) deve durar o dia todo com alguns intervalos. 

Além da queda da árvore, alguns pontos da cidade estão com ruas alagadas. Segundo informações o incidente foi registrado nos bairros João Paulo II e Bonanza.

Para outubro, o esperado de chuva é de pelo menos 142,5 milímetros. Até hoje (10) o índice pluviométrico do mês já ultrapassou a marca atingindo 151 milímetros.

Para o ‘feriadão’, a expectativa é de que mais chuva venha para Dourados. O Cptec aponta média de 86% de probabilidade para precipitações na quinta (11), sexta (12), sábado (13) e domingo (14).

 

Dourados News

A partir desta segunda-feira, 1º de outubro, o contribuinte em débito com tributos municipais já poderão negociar suas dívidas, para pagamento à vista ou parcelado e com redução de juros e multas de mora. Lei complementar publicada na edição desta sexta-feira (28) do Diário Oficial do Município instituindo o Refis (Programa de Recuperação Fiscal) estabelece o dia 21 de dezembro de 2018 como prazo final para adesão ao programa.

Com o Refis, a Fazenda Municipal tem expectativa de impacto positivo da ordem de R$ 2,1 milhões na arrecadação municipal no exercício de 2018.

Poderão celebrar transação ou aderir ao programa de conciliação Instituído pela Prefeitura de Dourados, pessoas física ou jurídica, com débitos tributários ou não, inscritos ou não em dívida ativa. A lei possibilita quitação de débitos com a fazenda pública para os fatos ocorridos até 31 de dezembro de 2017.

Os incentivos compreendem o perdão de juros e multa de mora e anistia de multa por infração à legislação tributária e não tributárias.

O contribuinte que optar pelo pagamento à vista seu débito terá perdão de 100% dos juros e multa de mora incidente sobre o valor do débito para pagamento até o dia 31 de outubro de 2018; perdão de 90% dos juros e multa para pagamento até o dia 30 de novembro; de 80% para pagamento até o dia 21 de dezembro; e anistia de 40% do valor da multa por infração à legislação tributária para pagamento até 30 de novembro.

Para pagamento em até cinco parcelas mensais e sucessivas, sem juros de financiamento, o devedor terá direito a perdão de 70% dos juros e multa de mora incidente sobre o valor do débito para adesão ao programa até o dia 31 de outubro; 60% dos juros e multa de mora para adesão até o dia 30 de novembro; e de anistia de 50% dos juros e multas para adesão até dia 21 de dezembro de 2018; além de anistia de 20% do valor da multa por infração à legislação tributária para adesão até o dia 30 de novembro.

O valor de cada parcela não poderá ser menor que R$ 250 para pessoas físicas e de R$ 400 para pessoas jurídicas. No parcelamento, a entrada ou primeira parcela, respeitando os valores mínimos, deverá ser de no mínimo 20% do valor total do débito ou do saldo remanescente de parcelamento.

Para usufruir dos benefícios da Lei Complementar o sujeito passivo, pessoa física ou jurídica, deve aderir ao Refis dentro do período de vigência, que até o dia 21 de dezembro de 2018, mediante termo de acordo no qual constarão a qualificação das partes envolvidas, a descrição do débito, as condições e prazo de pagamento, data e assinaturas. Ressalte-se que quanto antes o devedor procurar a Central para negociar, maior será o desconto obtido.

O termo de adesão ao programa é ato pessoal e será assinado, exclusivamente, pelo contribuinte ou por seu representante legal, devidamente constituído.

O atendimento é na Central do Cidadão, na Avenida Presidente Vargas, em frente à Praça Antônio João, no horário das 7h30 às 13h30, de segunda a sexta-feira. No caso de parcelamento, o devedor deve levar, além de documentos pessoais, um comprovante de residência.

Os motoristas que utilizam gasolina em Dourados terão de desembolsar R$ 0,16 a mais na hora de pagar pelo litro do combustível. O aumento é reflexo da política de reajustes da Petrobras nas refinarias. 

Na semana passada a estatal anunciou dois aumentos: na quarta (12) e quinta-feira (13), que totalizaram 1,99%. Com isso, os reflexos logo chegaram aos postos de combustível e nas bombas a alta foi de 3,67%. 

Os dados são da pesquisa semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP). 

Segundo o levantamento, entre 02/09 e 08/09 o valor médio do litro da gasolina estava em R$4,353. Uma semana depois, entre 09/09 e 15/09, os pesquisadores identificaram o valor médio em R$4,513.

A sugestão ao consumidor é pesquisar. O preço mínimo encontrado em Dourados foi de R$4,199 enquanto o valor mais caro em R$4,790.

Em 30 dias, a alta do preço médio da gasolina nas refinarias já chegou a 17%. Desde o início da política de ajuste de preços da Petrobras, iniciada em julho do ano passado, o valor da gasolina nas refinarias acumula alta de 71,28%, segundo o Valor Online.

DIESEL, ETANOL E GÁS DE COZINHA

Semelhante a gasolina, o diesel também seguiu disparado entre o mesmo período. O aumento do combustível foi de R$0,14. 

De acordo com a ANP, entre 02/09 e 08/09 o valor médio do litro do diesel estava em R$3,637. Já entre 09/09 e 15/09, o valor médio atingiu R$3,783.

No caso do etanol o aumento foi menos expressivo, apenas R$0,06. O gás de cozinha permaneceu consolidado em R$70,13.

 

Dourados News

Mais Artigos...