Dourados-MS,
Semestre- Camara

O secretário municipal de Saúde de Dourados anunciou que, até o final do mês, a Prefeitura deverá repor o estoque de medicamentos e insumos nas Unidades Básicas que atendem pelo SUS (o Sistema Único de Saúde) na cidade e distritos. De acordo com Renato Vidigal, processos de licitação estão em andamento.

A edição desta sexta-feira, dia 04 de maio, do Diário Oficial do Município publica, também, aviso resumido do Pregão Presencial para registro de preços para futura e eventual aquisição de insumos hospitalares, objetivando atender as Unidades Especializadas da Secretaria de Saúde. O certame será realizado no dia 30 deste mês, às 8 horas, na sala de reuniões do Departamento de Licitação da Prefeitura.

Ata de registro de preços para a aquisição de medicamentos e material farmacológico já foi assinada por representantes das empresas fornecedoras desses produtos, após licitação realizada no dia 16 do mês passado e o pregão presencial para a compra de insumos será reaberto quinta-feira (10) que vem. Também estão sendo emitidas ordens de fornecimento para os materiais de uso da rede odontológica, após resultado de processo licitatório específico.

Renato Vidigal admitiu que existem deficiências no setor de abastecimento, mas, informou que alguns contratos de compra de remédios já foram assinados e expedida autorização para entrega à rede pública. Nos próximos dias a URMI (Unidade Reguladora de Medicamentos e Insumos) deve iniciar a distribuição dos produtos para os postos de saúde. “Superados os trâmites burocráticos dos processos de licitação, não vai mais ocorrer falta de medicamentos e material de uso farmacológico e odontológico na rede”, garantiu o secretário.

Foto - Adriano Moretto

O presidente do DEM em Mato Grosso do Sul, Murilo Zauith, disse que a política não se moverá no Estado enquanto o partido não se posicionar na disputa eleitoral. O relato ocorreu em seu discurso, na manhã deste sábado (5/5), durante encontro regional do Democratas realizado na Câmara de Dourados. 

“A política não se move em MS enquanto o DEM não se posicionar. Temos muito tempo para debater e decidir como caminharemos. Se teremos candidato ao Senado, governo (...). Há um mês pensávamos individual, hoje pensamos num projeto”, disse o ex-prefeito de Dourados aos presentes na Casa.

O tempo a qual ele cita é para as convenções que definirão alianças no pleito de outubro, que se encerra no dia 20 de julho. 

"Vamos analisar durante maio, junho e até julho para tomarmos a decisão correta", relatou.

Antes, na chegada à Câmara, Murilo já havia reafirmado a intenção do partido em se posicionar 'nas cabeças' e relatou que apesar das conversas com outros nomes já posicionados como pré-candidatos, ainda não há definição. 

“O DEM será protagonista. Vamos encabeçar chapa majoritária, com candidatura própria ou não (...) estamos conversando com todos os partidos nesse momento, incluindo aqueles com pré-candidatura já lançada”, disse.

Protagonismo

O discurso do protagonismo em 2018, também atinge lideranças da sigla deixando claro a disputa majoritária. 

Pouco antes da fala de Zauith, também durante discurso, o deputado federal Luiz Henrique Mandeta chegou a ‘pedir’ o presidente democrata candidato ao governo. “Queria muito ver o Murilo disputando o governo”.

Apesar da fala do parlamentar, o relato de união com a nova estrutura do DEM foi evidenciado no encontro, desde lideranças locais como o vereador Alan Guedes, presidente municipal do partido, passando pelos deputados estaduais Barbosinha e Zé Teixeira e os federais, Tereza Cristina e Mandeta. 

“Temos um quadro pronto para entrar e disputar a majoritária”, contou Zé Teixeira. 

Ex-prefeito de Angélica, Barbosinha usou como base em seu discurso a força do interior para exemplificar o projeto do DEM. “É o interior unido para que possamos levantar nossa candidatura majoritária”, relatou.

Após o ato em Dourados, o Democratas deve realizar o próximo encontro em Três Lagoas, no final de maio. 

 

 

Dourados News

Foto - Divulgação

Com uma cobertura geral de apenas 5,76% depois de duas semanas de deflagrada a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2018, a Prefeitura de Dourados, através do Núcleo de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, convoca a população pertencente aos grupos de risco escalonados para a primeira etapa de aplicação a procurarem as unidades de saúde durante a semana e se vacinar.

Até o dia 11 de maio, a vacinação está sendo feita em crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 pós-parto), trabalhadores da saúde e professores, que juntos somam pouco mais de 28 mil pessoas. No entanto, apenas 3.508 doses haviam sido aplicadas até ontem, dia 03 de maio. No total, ao final da campanha, estima-se que de 70 a 80 mil pessoas sejam vacinadas.

Dentre os grupos, o de crianças com até 5 anos é o que mais tem integrantes, cerca de 14,8 mil, segundo o setor de imunização, e apenas 1.321 foram levados para receber a dose. Dos trabalhadores em saúde, que somam 7.545 pessoas, apenas 1.107 procuraram a vacinação.

Além destes, o grupo das gestantes, que somam 2.918 pessoas, teve procura de 391. Puérperas, com 480, teve 60 vacinadas. Professores, com 2.788 integrantes é o que, proporcionalmente mais procurou as unidades, tendo sido vacinados 533 – algo em torno de 19%.

Segundo Edvam Marcelo Morais Marques, gerente do Núcleo, todas as Unidades Básicas de Saúde do município disponibilizam doses da vacina para a população, conforme cronograma estabelecido pelo Ministério da Saúde em relação aos grupos de risco, de maneira escalonada, e é importante que as pessoas pertencentes a estes grupos procurem as unidades.

“A partir de 12 de maio os idosos serão incluídos ao escalonamento e, a partir de 21 de maio, os presidiários e funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais, independente da idade. É importante que as pessoas que estão nesta primeira etapa compareçam para tomar a vacina”, disse. A campanha termina em 1° de junho.

Edvam ressalta que o fato de Dourados não ter casos confirmados de gripe H1N1 ou de H3N2, conforme boletim mais recente de 2 de maio, pode causar na população certa tranquilidade acerca da doença, no entanto, o período de temperaturas mais baixas do clima está chegando e é importante que as pessoas integrantes dos grupos de risco tomem as vacinas.

Em Mato Grosso do Sul foram registradas 4 mortes por Influenza do tipo H3N2, sendo duas em Campo Grande e nas cidades de Aquidauana e Naviraí, uma em cada.

Datas e horários

De 7 a 11 de maio, continua a vacinação nas unidades de saúde no horário normal, das 7 às 11 e das 13 às 17 horas. A partir de 12 de maio, quando ocorre a Mobilização Nacional, até 18 de maio, a vacinação incluirá os idosos aos demais grupos, com atendimento nos mesmos horários já estabelecidos.

De 21 de maio a 1 de junho, data prevista para o término da campanha de vacinação, serão vacinados ainda os indígenas, portadores de doenças crônicas, presos e funcionários do sistema prisional, com os mesmos horários nos postos de saúde.

A vacinação será com uma dose de vacina trivalente, com antígenos para os tipos Influenza A H1N1 e H3N2 e Influenza tipo B, e será feita exclusivamente nos postos de saúde.

Blitz educativa no prolongamento da Marcelino Pires foi coordenada pela Agetran e teve participação de vários parceiros – A.Frota

Uma blitz educativa no prolongamento da Avenida Marcelino Pires, nesta sexta-feira (4), marcou o início das ações coordenadas pela Agência Municipal de Transporte e Trânsito de Dourados no contexto da campanha Maio Amarelo, que em 2018 tem o tema ‘Nós Somos o Trânsito’.

Com a Agetran à frente, a ação teve a participação do Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito), Sest/Senat, CCR MS Via, Guarda Municipal e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e centro de formação de condutores Grand Prix.

Foram entregues aos condutores que trafegavam no sentido Dourados-Campo Grande materiais impressos com informações sobre planejamento de viagem, conscientização para vagas destinadas a deficientes (Resolução 304/2008), e orientações a motociclistas, ciclistas, pedestres e motoristas.

Segundo Cristian Lelis, coordenador da equipe de Educação no Trânsito, a principal meta da campanha este ano é a conscientização da população quanto à importância de respeitar as regras e os integrantes do trânsito. “Desrespeito à sinalização e imprudência é a principal causa de acidentes em todo o país. Em Dourados, não é diferente. E não é por falta de campanhas, mas de o integrante do trânsito decidir pela aplicação da educação”, disse.

O agente destaca que 90% dos acidentes de trânsito no mundo tem relação com falha humana, o que reforça a importância do tema de 2018. “A ênfase dada à educação faz parte de toda a nossa programação este ano. Estaremos com várias ações em escolas e empresas, e contando até mesmo com colaboração de concessionárias de veículos, para que sejam levados ensinamentos importantes”, disse.

 PROGRAMAÇÃO

Blitz educativa no prolongamento da Marcelino Pires foi coordenada pela Agetran e teve participação de vários parceiros – A.Frota

Segundo a programação do Maio Amarelo 2018 em Dourados, nesta primeira semana foram feitas as decorações referentes à campanha em pontos de visibilidade com a instalação do laço amarelo nos principais pontos da cidade, além da blitz na Marcelino.

Na próxima semana, de 7 a 11 de maio, haverá diversas atividades e palestras com concessionárias, centros de formação de condutores e empresas. No dia 8, terça-feira, haverá palestra na associação dos despachantes e blitz educativa em frente à agência do Detran em Dourados.

No dia seguinte, quarta-feira (9), haverá atividade com a Guarda Mirim em frente ao Estádio Douradão, a partir de 15h.

Na terceira semana, de 14 a 18 de maio, mais palestras ocorrem nas escolas e universidades com as instituições parceiras, entre elas o Sest/Senat, Bombeiros, Polícia Militar, Detran, Guarda Municipal e Samu.

No dia 15, terça-feira, mais uma blitz educativa acontece em Dourados. Será na rua Hayel Bon Faker com a rua Adroaldo Pizzini, a partir de 9h.

Na quarta-feira (16), haverá atividade de educação de trânsito no Parque de Exposições e atividade com a Guarda Mirim. A partir das 15h haverá blitz educativa em frente ao restaurante Quêrencia (trevo da Bandeira).

Na quarta semana, de 21 a 25 de maio, haverá trabalho de divulgação do Maio Amarelo com a parceria do comércio de Dourados, através da Associação Comercial e Empresarial de Dourados (Aced).

No dia 23 de maio acontecerão palestras nas escolas municipais com a Guarda Mirim. No dia 25, blitz educativa a partir das 9h no posto da Polícia Rodoviária Federal, saída para Campo Grande.

Na quinta semana, de 28 a 31 de maio, haverá blitz educativa com abordagem de motociclistas no posto da PRF (dia 28), a primeira Expotrânsito, com exposição de cenários que retratam o tema trânsito na praça Antônio João (dia 30) e encerramento solene do Maio Amarelo com revoada de balões, a partir de 15h.

Mais Artigos...