Dourados-MS,
Audiencia Reforma - Camara

Ações de combate ao Aedes em Dourados tem sido intensas e a diminuição de casos de zika e dengue é fruto disso – Assecom

O Núcleo de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Dourados divulgou nota informativa com esclarecimentos e números sobre casos de dengue, zika vírus e febre chikungunya no município, pontuando as ações de combate que têm sido empregadas e solicitando à população que mantenha a contribuição na luta contra o mosquito transmissor destas doenças, para que as conquistas até aqui se mantenham.

 

Como o Aedes Aegypti é o vetor para as três doenças, a Secretaria Municipal de Saúde tem empenhado ações no combate ao mosquito através do Centro de Controle de Vetores, com efetivação de bloqueio mecânico/químico em regiões prioritárias, com visitação domiciliar e eliminação de focos, aplicação de larvicidas e até a notificação de proprietários.

 

“São muitas ações ao longo do último ano e neste, o que tem gerado dados positivos. É claro que queremos manter estes índices e diminuí-los, contando com o apoio da população que é fundamental neste processo”, disse o secretário de Saúde, Renato Vidigal. Todo o trabalho necessário está sendo realizado para que não ocorra elevação de casos no próximo verão e outras ações estratégicas poderão ser aplicadas conforme a necessidade. No entanto, a colaboração da população é ressaltada pela secretaria como fundamental para “vencer a guerra contra o mosquito”.

 

Segundo gráficos com a série histórica de casos das três doenças nos últimos anos (as três ocorrem concomitantemente), as ocorrências de dengue e zika vírus estão controladas. Segundo os dados, são 59 casos notificados e 12 casos confirmados de dengue este ano. A título de comparação, há dois anos, em 2016, eram 5351 casos notificados e 3815 confirmados. Já em 2017, uma diminuição considerável foi possível, com 176 casos notificados e 21 confirmados.

 

“A dengue já é uma doença conhecida da nossa população, mas agora temos a incidência de mais duas doenças. Em relação à dengue, presenciamos uma diminuição drástica dos casos devido aos trabalhos de combate ao mosquito e precisamos da ajuda de todos para manter este declínio”, avalia Vidigal.

 

Em relação ao zika vírus, nenhum caso foi considerado positivo para a ocorrência. Para se ter ideia, em 2016 eram 18 ocorrências da doença na cidade, número que caiu para 2 no ano passado e agora, nenhum. “Isto é muito importante porque o zika, embora não seja uma doença que traga muitos sintomas, pode acarretar microcefalia em crianças quando acomete gestantes. Então é uma vitória”, reforça o secretário.

 

A atenção mais redobrada, segundo a Secretaria de Saúde, é em relação às ocorrências de febre chikungunya. Segundo o boletim da semana 17, são 61 notificações para 42 casos confirmados da doença em 2018, um aumento significativo, já que no ano passado eram 38 casos notificados, com 3 confirmados. “A secretaria estuda como pode ter havido um crescimento nos casos desta doença se as outras diminuíram, sendo o mesmo mosquito transmissor. Em todo caso, todas as ações são intensas”, disse o secretário.

 

“Em face disso, orientamos a população para a manutenção dos cuidados nos imóveis sob sua responsabilidade, principalmente locais de construção, onde sabidamente podem conter objetos que sirvam para acumulo de água e concomitantemente se tornem criadouros do Aedes Aegypti”, sugere nota do Departamento de Vigilância em Saúde.

 

Doenças e sintomas

A Secretaria de Saúde ressalta que, apesar de ter semelhanças entre si, alguns sintomas se destacam mais do que os outros em cada uma das doenças. No caso da dengue, o paciente, na maioria das vezes apresenta febre alta, dor retroocular, mialgia (dor no corpo), dor de cabeça, plaquetopenia, exantema (manchas no corpo) tardio, náuseas, vômitos, podendo evoluir para uma situação grave onde há a necessidade de internação pelo risco da febre hemorrágica da dengue, que ocorre logo após a remissão dos picos febris.

Já a zika se caracteriza por febre baixa e o exantema precoce, logo nos primeiros dois dias, podendo desaparecer em seguida. A zika na maioria das vezes tem curso rápido e grande parte dos pacientes nem apresenta sintomas, sendo a maior preocupação quando acomete gestante, principalmente nos primeiros meses de gravidez, pelo risco da ocorrência da microcefalia no feto.

 

No entanto, a chikungunya, apresenta quadro parecido com o da dengue, sendo a febre alta e demais sintomas, destacando-se as dores intensas nas articulações que podem durar meses ou mais de ano (Quadro 01). Essa última é preocupante, pois sabe-se que, uma vez o paciente evoluindo para a fase crônica, ele não conseguirá trabalhar, demandará por mais recursos de assistência à saúde e é sabido que pacientes como idosos e com doenças crônicas são mais suscetíveis a evoluírem para óbito.

Foto - Divulgação

A Prefeitura de Dourados decretou ponto facultativo nesta segunda-feira, dia 30 de abril, data que antecede o feriado de 01 de maio, celebrado o dia do trabalhador. A medida foi divulgada na última quarta-feira (25), no Diário Oficial do Município. 

O documento aponta ainda que os serviços considerados essenciais funcionarão normalmente durante o período indicado, sem qualquer pagamento adicional aos servidores lotados nestes órgãos. 

As Unidades Básicas de Saúde da Família ficarão fechadas durante o feriado e ponto facultativo. Os serviços de emergência não são interrompidos. Com isso, quem precisar de atendimento deve procurar a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24 horas e se necessário ocorrem encaminhamentos ao Hospital da Vida. 

A Central de Ambulância também fica ativa, assim como o Samu (Serviço Móvel de Urgência) que pode ser acionado pela população através do telefone 192.

A Rede Municipal de Ensino funcionará de acordo com o calendário próprio. 

A Coleta de lixo não vai parar na segunda-feira (30) e na terça-feira (01). A população deve ficar atenta e colocar os resíduos para as equipes nos dias que já são de rotina para sua região.

 

 

 

 

 

 

 

Dourados News

Foto -Vinícios Araujo

Quem acha que trocar figurinhas é coisa de criança está muito enganado. A reportagem saiu às ruas na manhã deste sábado (28) e sem muito esforço encontrou grupos de pais, crianças e adeptos da brincadeira aproveitando o final de semana para colocar o álbum da Copa da Rússia em dia. A competição mundial começa em junho deste ano.

Na avenida Weimar Torres, a proprietária de uma loja de vestuário infantil lançou uma campanha de troca de figurinhas. Nos fundos da empresa, mães e filhos já estavam reunidos neste sábado, primeiro encontro da programação. 

 

A administradora Solange Vendruscolo contou à reportagem que considera “inevitável” a participação na brincadeira dos filhos. “A gente acaba não tendo muito tempo para parar e brincar, então essa é uma oportunidade única. Além disso, acabo aprendendo mais sobre futebol. Hoje mesmo descobri que a Itália não foi classificada para participar da Copa na Rússia [risos]” disse.

A dona de casa Jussara Matsuno também estava com os filhos na loja. Ela disse que essa participação na brincadeira acaba sendo uma oportunidade de interagir melhor diante de tantas atrações tecnológicas e que muitas vezes acabam atrapalhando a interação pai e filho. 

“É bem gostoso. Eles deixam de lado o Ipad e o celular para poder brincar, ficar mais junto com a gente” afirmou.

Os encontros acontecerão todos os sábados. Na programação tem até jogador profissional com workshop de embaixadinhas marcado para o dia 19 de maio.

OUTRO PONTO

Há poucas quadras dali uma banca de revistas na Rua Hilda Bergo Duarte também aglomerava cerca de 30 colecionadores de figurinhas. 

“Quem tem mais vontade de trocar são os pais” disse o douradense Roberto Nakabayashi Campelo, confirmando a suspeita da equipe de reportagem de que a diversão atinge mais expressivamente o público adulto. 

“A gente gosta da brincadeira por causa do futebol, então acaba sendo uma diversão não só para molecada” disse. 

Roberto relembrou que a prática de colecionar figurinhas fez parte da infância dele também. “Na minha época tinha prêmios também, agora é só gasto” brincou. 

“O futebol é tradição no Brasil e por isso acaba passando de pai para filho essa brincadeira de trocar figurinha. E isso é bom porque acaba unindo mais a gente, é um tempo de qualidade com os filhos” disse.

O Guilherme de 9 anos, filho do Roberto, contou que o pai o ajuda na troca das figurinhas. “Ele brinca mais do que eu” revelou o colecionador mirim.

SUCESSO DE VENDAS

Nas revistarias, douradenses estão adquirindo milhares de figuras para conseguir colocar o álbum em dia. Em alguns pontos, comerciantes chegaram a vender mais de mil pacotes por dia. 

 

 

 

dourados news

Foto - Divulgação

Servidores públicos municipais que possuem conta corrente no Banco do Brasil poderão sacar os salários referentes à folha de pagamento do mês de abril nos caixas eletrônicos a partir deste sábado (28), informa a Secretaria de Fazenda da Prefeitura de Dourados.

De acordo com o secretário João Fava Neto, o compromisso da prefeita continua sendo mantido, de promover o equilíbrio das contas públicas para poder honrar pagamentos em dia, e, neste caso, ainda dentro do mês. Correntistas de outras agências terão os salários creditados na segunda-feira (30), informou.

“A vontade da prefeita Délia era de poder pagar os salários, todos os meses, antes do quinto dia útil estabelecido, e estamos procurando fazer isso”, afirmou Fava. Com essa antecipação, segundo ele, a Prefeitura também homenageia os servidores pelo Dia do Trabalho.

Ao liberar o pagamento de pessoal, a Prefeitura injeta cerca de R$ 30 milhões na Economia local, o que deverá promover, também, o aquecimento do comércio nesses dias que antecedem à celebração do dia das mães.

ALERTA

A Secretaria de Administração do Município alerta aos servidores que possuem empréstimos consignados e que se utilizam do Cartão BMG que, em função de alterações no contrato com o Grupo, não foi efetuado o desconto em folha neste mês. Favor acionar o telefone 0800 724 2101 para emitir boleto e efetuar o pagamento em separado.

 

 

 

Mais Artigos...