Dourados-MS,
Camara- (1000x90)

Foto - Divulgação

Famílias de Dourados e de outras 5 cidades do entorno já podem agendar a retirada de um dos mais de 25 mil kits gratuitos com antena digital, conversor e controle remoto. A população deve acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos e fazer o agendamento. "Os kits são entregues em local, dia e horário que as famílias escolhem quando fazem o agendamento pelo site ou pelo telefone", afirma Yashi Miranda, gerente regional da Seja Digital em Dourados. "Já estamos trabalhando para que a informação sobre o desligamento do sinal analógico de TV chegue a toda população e todos possam se preparar com antecedência, pois o sinal digital já está disponível."

No dia 05 de dezembro, o sinal analógico de televisão será desligado nas cidades de Dourados, Caarapó, Deodápolis, Douradina, Itaporã e Vicentina. Após essa data, a programação dos canais abertos de televisão será transmitida apenas pelo sinal digital. Para continuar assistindo aos programas, todas as residências precisam ter uma antena digital e um aparelho de televisão preparado para receber o sinal digital.

A Seja Digital é a entidade não governamental e sem fins lucrativos responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para digital da televisão aberta no Brasil. A entidade tem como parte de suas atribuições distribuir kits gratuitos para as famílias que têm direito aos equipamentos. A Seja Digital utiliza campanhas de comunicação para informar o público para que entrem em contato e agendem a retirada dos equipamentos.

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD - Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

Foto - Divulgação

Bruno Cavalcante de Lira, 21 anos, e Diego Cardoso Benites, 28 anos, foram condenados, juntos, a 41 anos de prisão por atirarem contra policiais militares da ALI (Agência Local de Inteligência), do 3º Batalhão de Polícia Militar de Dourados, no dia 29 de janeiro.

Bruno pegou uma pena maior por porte ilegal de arma de fogo, 21 anos e dois meses, já Diego, 20 anos.

Na época, a equipe do serviço reservado realizava rondas na rua Clóvis Bevilaqua, na Vila Cachoeirinha, quando a dupla atirou contra os policiais. Nenhum dos PMs foi atingido.

Após serem presos, os dois disseram que confundiram os policiais com outros bandidos.

O carro em que estava os policiais foi atingido por vários disparos. Durante a troca de tiros Bruno, foi baleado três vezes na perna esquerda e Diego no nariz, quando tentava fugir correndo.

Na ocorrência, foi apreendido um revólver calibre 38. Os dois possuem várias passagens policiais.

 

 

Dourados News

Foto - Divulgação/Assessoria

Depois de uma manhã aglomerados na recepção do gabinete da prefeita Délia Razuk (PR), os educadores membros de comissão do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados) serão atendidos pela chefe do executivo municipal. 

Desde que os manifestantes chegaram ao CAM (Centro Administrativo Municipal), na manhã desta quarta-feira (21/8), os profissionais buscavam uma reunião diretamente com a prefeita. 

Agora, segundo repassado pelo secretário de educação Upiran Gonçalves, Délia decidiu abrir as portas do gabinete para conversar com os educadores. 

Eles cobram a reposição e acerto do piso salarial deste ano e de 2017, respectivamente. Segundo o sindicato, neste ano foram incluídos apenas 2,68% do reajuste totalizado em 6,81%. 

Sobre o ano passado, a composição salarial de 7,64% ainda não foi paga aos trabalhadores da educação, conforme o sindicato. 

GREVE

Por conta do impasse em solucionar as reivindicações dos profissionais, as aulas da Reme (Rede Municipal de Educação) estão suspensas desde a sexta-feira passada por tempo indeterminado. Não são todas as escolas que aderiram a greve.

No mesmo dia, a Prefeitura de Dourados acionou a Justiça para suspender o movimento, porém, a determinação da liminar expedida pela desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges afirma que a greve poderá continuar, mas de forma parcial. 

Ela determinou que fosse mantida pelo menos 66% das aulas em atividade.

 

Dourados News

Foto - Divulgação

A Justiça acatou parcialmente pedido da prefeitura de Dourados alegando 'ilegalidade e abusividade de greve' na Reme (Rede Municipal de Educação) e determinou ao Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação), que mantenha dois terços dos professores em sala de aula durante o período de paralisação da categoria, iniciada hoje. 

A decisão é da desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges e foi definida na tarde de sexta-feira (17/8). Caso a ordem seja descumprida, o sindicato terá que pagar multa diária no valor de R$ 50 mil. 

O setor jurídico da prefeitura havia pedido a suspensão total da greve sob pena de R$ 100 mil.

A greve

Os educadores decidiram pela greve no dia 14 de agosto, terça-feira, durante assembleia realizada na sede do sindicato. 

Eles cobram do Município o cumprimento do Piso Nacional dos anos de 2017 e 2018, com reposições de 7,64% e 6,81% respectivamente. No pedido à Justiça, a prefeitura argumenta já pagar quase o dobro do valor aos servidores.

O Sindicato agendou uma assembleia com os educadores da Reme para a segunda-feira (20/8), às 8h.

Protesto

Na manhã desta sexta-feira os educadores ocuparam o pátio do CAM (Centro Administrativo Municipal), realizando o primeiro ato da paralisação. 

O presidente do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação), Juliano Mazzini disse que nesse início, 75% das escolas e Ceim’s (Centro de Educação Infantil Municipal) adeririam à greve. 

 

Dourados News

Mais Artigos...