Dourados-MS,
Câmara_novo

O Comad (Conselho Municipal sobre Drogas) de Dourados realiza hoje e amanhã, dias 26 e 27 de junho, o III Seminário de Conscientização do uso abusivo de Drogas com o foco nas relações intrafamiliares. A abertura será às 19 horas desta quarta-feira, no auditório do bloco 10, da Unigran. O credenciamento será a partir das 18 horas.

Aberto às famílias e a quem tenha interesse de aprender mais sobre o tema, o seminário sobre drogas tem como objetivo proporcionar conhecimento aos profissionais de Dourados que lidam, direta ou indiretamente, na abordagem com pessoas que fazem o uso abusivo e substâncias psicoativas.

Logo após a abertura, pelo presidente do Comad, Rogério Fernandes Lemes, será feita a apresentação dos conselheiros.

Às 20 horas, a presidente do Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas, Denize Fátima Barbosa Souza e Silva, ministrará a palestra “Políticas Públicas sobre Drogas”. Em seguida será aberto para debate.

Na quinta, dia 27, o credenciamento inicia ás 7 horas. Antes da abertura oficial, prevista para as 8 horas, haverá visitas aos banners de Boas Práticas e apresentações culturais.

A programação prevê palestras e debates o dia todo. A palestra 1 abordará o tema “As Relações familiares no Território Indígena e o uso abusivo de Drogas”. Em seguida, “Olhar da Sesai – Saúde Indígena”, com a psicóloga do Polo Base Indígena de Dourados, Tanise de Oliveira Fernandes; “Olhar do Cras – Política de Assistência Social”, com a coordenadora do Cras Indígena de Dourados, Bárbara Jandaia de Brito Nicodemos; e “Olhar do MPF – Política de Segurança Pública”, com o analista em antropologia do MPF em Dourados, Waldenir Bernini Lichtenthaler. Em seguida abre-se o debate.

Às 9h40 a palestra 2, com o tema “Codependência: a Saúde Mental da Família”, com a psicóloga do CAPS AD de Dourados, Elenita Sureke Abílio. Depois o debate.

Às 10h30, será mostrado o “Mapeamento das Comunidades Terapêuticas”, com a técnica da coordenadoria de apoio e orientação às Organizações da Sociedade Civil, Viviane Maria Gonçalves, de Campo Grande.

A palestra 3 está prevista para as 13h10, com o tema “Adolescência e Drogas: prevenção ao uso” com a psicóloga e mestre em Ciência da Saúde, Rosemeire Martins.

Às 14h10, a palestra 4, sobre “Psicopatologia das dependências químicas: causas psíquicas anteriores e atuais”, com o médico psiquiatra do Hospital Universitário de Dourados José Roberto Barcos Martinez.

Às 15h30, a apresentação de Boas Práticas, da Rede de Saúde Mental; vídeos informativos; grupo de apoio.

Ainda no período de 13 às 16 horas acontecerão duas oficinas, simultaneamente: Oficina 1 – para Comunidades Terapêuticas e Oficina 2 – para conselheiros dos COMADs da região. O encerramento está previsto para as 17h. Os participantes receberão certificados de 12 horas.

As inscrições são gratuitas e ainda podem ser feitas na página do blog do Comad – http://comaddourados.blogspot.com.

Em Dourados será possível realizar cientificamente o monitoramento de águas superficiais em Mato Grosso do Sul, buscando identificar ou não a presença de 55 diferentes tipos de agrotóxicos nas principais bacias hidrográficas do Estado. Essa atividade de pesquisa terá início a partir de julho, e acontecerá no moderno Laboratório de Análises Ambientais da Embrapa que está sendo inaugurado na próxima sexta-feira, dia 28 de junho, a partir das 9 horas, na Embrapa Agropecuária Oeste de Dourados.

O novo laboratório terá como função monitorar a qualidade da água das bacias hidrográficas em vários rios do Estado, além da água potável de alguns municípios. O Laboratório é resultado de um investimento de mais de R$ 3 milhões usados para a obra de construção física do prédio, aquisição de novos e modernos equipamentos, além de custeio para pagamento dos padrões analíticos. A parceria viabilizou o financiamento do montante total que contou com recursos da Embrapa (R$ 1,7 milhão), do Ministério Público Federal/MPF (R$ 65 mil), do Ministério Público do Trabalho/MPT (R$ 397 mil), do Ministério Público de Mato Grosso do Sul/MPMS (R$ 392 mil) e da Prefeitura Municipal de Dourados, por meio do Instituto do Meio Ambiente de Dourados/IMAM (R$ 452 mil).
 
“Essa parceria é a concretização de esforços coletivos, pois desde o início da cooperação sabíamos a relevância de se obter dados científicos com qualidade assegurada e que pudesse subsidiar o monitoramento de águas superficiais no Estado. Em função desses investimentos, agora além da possibilidade de uma análise qualitativa e quantitativa mais aprofundada, o Laboratório vai contribuir com agilidade e segurança ao processo de monitoramento das águas dos rios de MS", comemora o pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Rômulo Penna Scorza Júnior.
 
O Laboratório

O novo prédio foi construído na Embrapa, próximo às instalações do moderno Laboratório de Piscicultura da Unidade. Ele possuí 361 m², conta com salas para recepção, acondicionamento e análise de amostras e tem capacidade de análise de 200 amostras mensais. Além disso, todas as atividades analíticas serão realizadas de acordo com protocolos de Boas Práticas de Laboratório (BPL), que são baseado na normativa ISO 17.025, que orienta o Sistema Embrapa de Qualidade e em consonância com a legislação. 
 
Por meio dos relatórios anuais com resultado das análises desenvolvidas pelo Laboratório, as instituições públicas de fiscalização terão análises técnicas sobre possíveis contaminações com agrotóxicos. “Além disso, a Embrapa pretende utilizar as informações coletadas para fins científicos e desenvolvimento de procedimentos e tecnologias sustentáveis que contribuam com a mitigação de possíveis impactos ambientais, caso a presença de agrotóxicos nas águas superficiais do Estado venha a ser confirmada”, explica Rômulo.
 
O Diretor-presidente da Embrapa, Sebastião Barbosa, já confirmou presença na solenidade de inauguração.
 
Serviço:

Solenidade de inauguração do Laboratório de Análises Ambientais.

Data: 28 de junho de 2019 (Sexta-feira)

Horário: Às 9 horas

Embrapa Agropecuária Oeste

Rodovia BR 163 km 253,6 (trecho Dourados-Caarapó)

Dourados/MS

Traje: Social

Estão abertas desde o dia 21 de maio, as inscrições para a eleição de membros dos conselhos tutelares de Dourados para o quadriênio 2020/2023. O edital que rege a eleição foi publicado no Diário Oficial do dia 22 de março. 

As inscrições ficarão abertas até esta segunda-feira, dia 24 de junho, das 8 às 12 horas, de segunda a sexta feira (exceto feriados) na Casa dos Conselhos, situada na Rua João Rosa Góes, 395, Centro.

A eleição destina-se à escolha de dez membros titulares e dez membros suplentes, para o mandato de quatro anos. O processo de escolha dos membros do Conselho Tutelar será realizado em três etapas: inscrição dos candidatos, a partir da análise dos requisitos; prova de conhecimentos e prova dissertativa e, a avaliação médica e psicológica. 

A prova de conhecimentos versará sobre a Lei Federal nº 8.069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) atualizada pela Lei Federal 12.696/12. A novidade este ano é que a prova de conhecimentos constará, além de 40 questões alternativas, de prova de redação, e será elaborada, aplicada e corrigida pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) 4ª Subseção de Dourados.

A data da prova escrita será divulgada pela comissão organizadora com cinco dias de antecedência, sendo data provável no dia 14 de julho.

A eleição será no dia 6 de outubro e a votação deverá ser por meio de urna eletrônica. 

Podem votar na escolha dos conselheiros tutelares todos os cidadãos maiores de 16 anos inscritos como eleitores no município de Dourados e que estejam quites com as obrigações eleitorais.

O conselheiro tutelar receberá mensalmente, valor equivalente ao salário de um servidor DGA-04. Se um servidor municipal for eleito para o Conselho Tutelar, deverá optar entre o valor da remuneração do cargo de conselheiro ou o valor de seus vencimentos incorporados.

A jornada de trabalho de conselheiro tutelar é de 40 horas semanais, devendo o mesmo funcionar diariamente de 7h as 17h, de segunda à sexta feira, e em regime de plantão, 24 horas ao dia, conforme definido na Lei Municipal e no Regimento Interno do Conselho Tutelar.

O presidente da comissão eleitoral, Ângelo Lins do Nascimento, lembra que a função de conselheiro tutelar é de dedicação exclusiva, sendo incompatível com o exercício de outra função pública ou privada, ressalvadas exceções admitidas na Constituição Federal.

Dourados conta com o Conselho Tutelar Centro, que funciona na Casa dos Conselhos – rua João Rosa Góes, 395, e Conselho Tutelar Leste, na rua Cel. Ponciano, 2092.

Funcionários da Unidade Básica de Saúde do Jardim Santo André, em Dourados, aproveitaram o dia de folga para realizarem um mutirão de limpeza nas dependências do local.

Em postagem na página do facebook da Prefeitura Municipal de Dourados, inúmeros internautas se manifestaram ao ato da equipe, o que rendeu vários elogios à iniciativa, ao mesmo tempo críticas à atual administração.

Alguns postaram que essa atitude deveria seguir de exemplo às demais UBSs, para que possam trabalhar em um ambiente saudável e não esperar pelo poder público, já que são eles que convivem diariamente no local, proporcionando assim um melhor atendimento às pessoas que buscam a unidade.

A coordenadora da Unidade do Santo André, Karla Leal, agradeceu à toda equipe, que é composta por uma médica, 11 enfermeiros, além de fisioterapeuta, farmacêuticos bioquímicos, nutricionista e profissional de educação física e demais funcionários. 

(Cérgio Ferraz)

Mais Artigos...