Dourados-MS,
Camara- (1000x90)

Foto - Adilson Domingos

Documento protocolado junto à Justiça no dia 12 de dezembro pelos promotores Ricardo Rotunno e Eteocles Brito Mendonça, apontam para o pagamento de propinas por parte das empresas envolvidas na Operação Pregão a servidores públicos municipais, em Dourados. 

De acordo com a Rádio 94FM, que teve acesso a denúncia, os repasses dessas ‘mesadas’ chegavam a R$ 30 mil e eram chamadas de ‘pescarias’. Em outro caso, um carro luxuoso e até plástica para esposa de servidor da prefeitura foram pagos pela vencedora de contratos licitatórios. 

A primeira fase da ação foi desencadeada em 31 de outubro passado e levou para a prisão quatro pessoas, o então secretário de Fazenda João Fava Neto, o chefe do departamento de licitação do Município, Anilton Garcia de Souza, a vereadora Denize Portollann (PR) e o empresário Messias José da Silva, dono da Douraser, uma das empresas investigadas no esquema de corrupção. 

Segundo o MPE (Ministério Público Estadual), os envolvidos “montaram no interior da Secretaria Municipal de Fazenda um forte esquema criminoso voltado ao desvio de recursos públicos, mediante fraudes em licitações, além da prática de delitos outros, contra a administração”.

Na denúncia, ainda conforme a rádio 94FM, dentro do processo de dispensa de licitação 069/2018, com prazo de vigência de três meses, João fava e Anilton teriam recebido dinheiro de Messias. 

Após solicitarem R$ 60 mil em propina, o empresário realizou o pagamento em três cheques de R$ 20 mil, cada. 

No entender dos promotores, os dois eram quem orquestravam a criação do esquema, auxiliados pelo ex-contador Rosenildo França, preso 41 dias depois na segunda fase da mesma operação, dois ex-servidores da Secretaria de Fazenda, além da então secretária de Educação e vereadora licenciada, Denize Portolann de Moura Martins. 

Ainda conforme o Ministério Público, o grupo “possibilitava o sucesso de empresas pré-determinadas e que sucumbiam aos anseios dos mentores da organização criminosa, em contratações com o Município de Dourados, com a obtenção de obter valores ilícitos”.

Plástica, Jeep e indicações 

Presos na segunda fase da Operação Pregão, desencadeada em 11 de dezembro de 2018, o ex-contador do Município, Rosenildo da Silva França e a esposa, Andrea Carla Elbing, também teriam recebido ‘presentes’ por parte da empresa envolvida no esquema de corrupção que fraudava licitações em Dourados. 

Para o MPE, Rosenildo era apontado como intermediário do pagamento de propinas e teria solicitado e acabou agraciado com um Jeep Renegade para o seu uso, além de cirurgia plástica à mulher. 

Já Denize Portollan, presa no Estabelecimento Penal Feminino de Rio Brilhante, solicitava junto a Messias, a contratação por parte da Douraser de pessoas indicadas por ela. 

Liberdade

Dos seis presos nas duas fases da Operação Pregão, três deles estão em liberdade. João Fava Neto estava no Presídio Militar de Campo Grande e conseguiu o habeas corpus no dia 24 de dezembro.
 
Já Rosenildo e Andreia saíram pouco tempo depois da segunda fase da ação. Eles sequer foram levados a presídios. 

Messias e Anilton continuam na PED (Penitenciária Estadual de Dourados), enquanto Denize está em Rio Brilhante. 

Outro lado

A Reportagem tentou contato por telefone com Rosenildo da Silva França, porém, a mensagem era de que o número estava indisponível para atender naquele momento. A reportagem também não conseguiu contatar a defesa de João Fava Neto, agora feita por um escritório da Capital. 

 

Dourados News

Foto - Divulgação

Último final de semana de 2018 e a “virada” na segunda (31) posteriormente o feriado de Ano Novo (01/01). As datas trazem alterações no horário de diversos serviços. O que “abre e fecha” do período para quem busca se planejar.

As unidades básicas de saúde atendem normalmente nesta sexta (28). Na segunda (31) e na terça (01) não haverá atendimento ao público.

Quem necessitar de atendimento médico no final de semana ou nos dias 31 e 01 deve se dirigir a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e Hospital da Vida.

O comércio da área central segue aberto nesta sexta (28) em horário normal (08h às 18h). No sábado (29), os lojistas atendem em horários variados. No domingo (30) não haverá atendimento. Já no dia 31, o comércio abrirá normalmente das 08h às 18h. Na terça (01), as lojas não funcionam.

O Shopping Avenida Center mantém o atendimento em horário normal neste final de semana.

Na segunda (31), as lojas abrirão das 10h às 18h. A praça de alimentação funcionará normalmente até às 22h. No dia 1º o estabelecimento comercial não abre. 

As agências bancárias atendem normalmente nesta sexta (28). Na segunda (31), os bancos não abrem, bem como na terça (01).

O atendimento retorna na quarta (02), em horário normal, a partir das 10h.

A coleta de lixo mantém o atendimento e na segunda (31) os horários contarão com alteração.

Conforme divulgado pela assessoria de comunicação da prefeitura, no dia 31, os serviços serão iniciados mais cedo, a partir das 6 horas no período diurno e das 18 horas, no noturno. Já na terça (01), não haverá coleta de lixo.

A Prefeitura de Dourados e repartições públicas estão em recesso. O período de pausa iniciado no dia 24/12 segue até dia 04/01.

 

 

DOURADOS 83 ANOS

O Centro Cívico 20 de Dezembro, formado por douradenses, em sua maioria de familiares dos pioneiros da cidade e seus descendentes, realizaram na noite desta quarta-feira (19), a tradicional "Seresta dos Pioneiros".

Desde 2002 a entidade vem comemorando o aniversário da cidade de Dourados com seresta, com grupo formado por músicos várias regiões da cidade. Em 2003 esta mesma entidade realizou desfile Cívico no dia 20 de dezembro.

A Seresta é uma forma de homenagear a cidade, aqueles que vieram para sua formação, os que aqui nasceram e os que adotaram esta terra como sua. É uma resgate de uma antiga tradição, que os primeiros habitantes encontraram para homenagear os amigos, com muita alegria e boa música.

O grupo percorreu bares e restaurantes do centro da cidade, começando pelo Shopping Avenida Center e daí seguiu pela área central, sendo muito bem recepcionada pelos proprietário e frequentadores.

"Infelizmente teve apenas um local em que fomos impedidos de se apresentar e levar a nossa mensagem. É pena que algumas pessoas ainda não entendem a importância do civismo e de mater as nossas tradições", lamentou Rozemar Mattos, um dos organizadores.

Dourados ao completar 83 anos de emancipação, de sai e apenas um patrimônio cultural e se transforma na maior cidade do interior do Mato Grosso do Sul, se destacando a nível nacional.

Foto - Osvaldo Duarte

A Câmara de Vereadores de Dourados devolverá R$ 6 milhões à prefeitura através de sobras do duodécimo de 2018. O anúncio foi feito pela presidente Daniela Hall (PSD) nesta quinta-feira (20) pela manhã, em solenidade realizada na Casa de Leis. 

O valor deve estar disponível na conta do Executivo na sexta e será usado para pagar parte do 13º salário dos servidores públicos municipais, conforme a administração municipal revelou.

Apesar da devolução antes do prazo – pode ser realizado até o início do ano seguinte - e o auxílio para o recebimento dos trabalhadores, Daniela lembrou que a obrigação do pagamento do benefício dos servidores é da prefeitura e não pode estar ligado à essas sobras. 

“Estamos fazendo a devolução de forma antecipada e fomos informados que ele seria usado para a quitação do 13º salário, mas lembro que a obrigação de cumprir com esse compromisso é do Executivo, que deve se planejar”, disse. 

A presidente ainda lembrou que as sobras ocorreram diante da economia realizada pelo poder Legislativo ao longo do ano. Em 2017, a devolução do duodécimo foi de R$ 4 milhões. 

De acordo com Daniela, o repasse desses valores seria feito antes, porém, com a prisão e o afastamento por ordem judicial de Pedro Pepa (DEM), que era o 1º secretário da Casa, a ação atrasou. 

O vereador Sérgio Nogueira (PSDB) foi nomeado para a função no início da semana e todo o processo burocrático precisou ser feito para que conseguisse realizar os pagamentos necessários. 

“Com a ausência do 1º secretário, precisei nomear o Sérgio Nogueira para o cargo e foi necessário passar por todos os processos burocráticos para ele poder assinar cheques e realizar pagamentos”, citou a presidente. 

13º salário

Na tarde de ontem, a prefeitura divulgou o pagamento do 13º salário dos servidores que recebem até R$ 3,4 mil e os da educação. Aqueles fora dessas faixas seriam contemplados após o repasse do duodécimo da Câmara. 

 

Dourados News

Mais Artigos...