Dourados-MS,
BANNER 1 - Camra-20-11- (1000X90)

O Dia D de imunização contra a covid-19 em Dourados, realizado neste sábado (03), bateu recorde do maior número de vacinados em um mesmo dia com 3.273 pessoas imunizadas. Até então, o maior número de vacinados no mesmo dia era de 2.376, alcançado na última quinta-feira (01).
 
Segundo dados da Sems (Secretaria Municipal de Saúde), 400 agentes de segurança pública da ativa foram imunizados com a dose 1 de vacinas contra a covid-19. “A vacinação volta normalmente na segunda-feira (05), quem está entre os grupos contemplados pode agendar a aplicação das doses”, explica o secretário interino de Saúde, Edvan Marcelo Marques. 
 
Ele ainda ressalta que nesta semana estão programadas várias aplicações de dose 2. “Agora completa o intervalo correto das doses aplicadas em idosos com 70 anos ou mais e, por isso, já estamos trabalhando na logística de abastecer os locais que farão a segunda dose”, ressalta Edvan. 
 
O prefeito Alan Guedes comemorou o resultado atingido com a realização do Dia D. “A vacina é uma arma muito poderosa na luta contra a covid-19, contra a pandemia. Vamos seguir avançado com o calendário de vacinação, dando agilidade no recebimento das remessas e realizando outros ‘Dias D’ como o de hoje”, disse Alan Guedes. 
 
A comandante da Guarda Municipal, Liliane Graziele Cespedes Nascimento, destacou a importância de imunizar os profissionais da segurança. “Nós também estamos na linha de frente, fiscalizando e orientando a população. Nosso trabalho sempre foi estar perto da população, mas agora, é um alívio saber que demos o ponta pé para vacinar todos eles. 
 
Desde o início da pandemia, cerca de 50 guardas municipais foram infectados pelo coronavírus e precisaram se afastar para se recuperar. Novo Dia D de imunização para os profissionais da segurança está sendo organizado e será anunciado em breve. Confira abaixo quem pode tomar a vacina na segunda-feira:
 
- Idosos com 63 anos ou mais; 
 
- Pessoas com 60 anos ou mais com doenças imunossupressoras, oncológicos com doença ativa em tratamento, transplantados de órgão sólido ou de medula óssea e renais crônicos, pneumopatias crônicas graves, portadores de doenças cardiovasculares crônicas que tenham sido submetidos a procedimentos operatórios;
 
- Pessoas acima de 18 anos que têm síndrome de down, anemia falciforme, coagulopatias hereditárias, renais crônicos, pessoas com deficiências permanentes que apresentem limitação motora ou incapacidade, incapacidade de ouvir e enxergar e deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais.
 
- Trabalhadores da Saúde com 36 anos ou mais e que manipulem fluídos ou secreções de pacientes confirmados ou suspeitos;
 
- Trabalhadores da saúde em geral com 54 anos ou mais. Estão contemplados: Médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares), agentes comunitários de saúde, agentes de combate às endemias, profissionais da vigilância em saúde e os trabalhadores de apoio (exemplos: recepcionistas, seguranças, trabalhadores da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias, gestores e outros). Inclui-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares (exemplos: programas ou serviços de atendimento domiciliar, cuidadores de idosos, doulas/parteiras), funcionários do sistema funerário, Instituto Médico Legal (lML) e Serviço de Verificação de Óbito (SVO) que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados e; acadêmicos em saúde e estudantes da área técnica em saúde em estágio hospitalar, atenção básica, clínicas e laboratórios. Os trabalhadores que atuam nos estabelecimentos de serviços de interesse à saúde das instituições de longa permanência para idosos (ILPI), casas de apoio e cemitérios.

No “Dia D” da vacinação contra Covid-19, cerca de 350 servidores da segurança pública, que atuam em Dourados foram vacinados.  De acordo com o secretário de Governo e Gestão Estratégiva, Sérgio Murilo, o governador de Reinaldo Azambuja tem garantido o envio de doses em tempo recorde a todos os municípios. Para Dourados foram destinadas doses para atender 1.264 profissionais das forças policiais no município.  

“Estamos fazendo uma força-tarefa em todos os municípios para que esses profissionais da segurança pública, que atuam na linha de frente no combate a Covid-19, sejam imunizados o quanto antes. Desde o início da pandemia, nossos policiais, que atuam no Estado, têm ajudado no cumprimento das medidas de controle sanitário, além da fiscalização de distanciamento social e de medidas restritivas e preventivas. A imunização nesse momento é fazer justiça a esses servidores”, destacou Sérgio Murilo.

De acordo com o secretário municipal de saúde, Edvan Marcelo, a vacinação continuará no decorrer da semana no Centro de Convivência dos Idosos, que fica localizado atrás do Complexo Esportivo Jorge Antônio Salomão, o “Jorjão”, no Jardim Água Boa.

Nessa primeira fase, o critério de vacinação estabelecido é o profissional estar na ativa e na linha de frente do combate à doença. Os demais serão imunizados conforme o cronograma do Programa Nacional de Imunização. “A secretaria se organizou para atender lista nominal enviada pelos comandantes de cada batalhão. Eles estabeleceram quais os profissionais com risco de exposição à doença”, reforçou. A segunda dose está prevista para 90 dias.
O sargento da Polícia Militar, Vanilton Rodrigues, foi um dos imunizados nesse primeiro dia de vacinação em Dourados. Ele diz que estava ansioso para receber a primeira dose. “Nós que estamos na linha de frente, estamos expostos à doença. Eu mesmo, por vários momentos, durante a rotina diária, tive que lidar com situações de tumulto e aglomeração, onde pessoas estavam sem máscara. Momentos como esse nos deixam apreensivos, mas agora com a imunização me sinto aliviado”, comemora.

Estão sendo vacinados os servidores das seguintes instituições: Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Polícia Civil, Perícia, Agentes penitenciários estaduais (Agepen), Superintendência sócio educativa, Agentes penitenciários federais, Guardas Municipais, agentes de trânsito, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal.
Em todo Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado tem garantido doses para imunizar cerca de 15.000 servidores, a maioria, aproximadamente 12 mil, das forças policiais estaduais.

O médico Ilço Aguiar morreu em decorrência do coronavírus em Dourados, neste sábado (03). Ele estava internado há dias em hospital da cidade e não resistiu à doença. 

Há pouco mais de uma semana, a esposa dele, Angelina Ferreira de Aguiar já havia perdido a luta para a Covid. 

Ilço era conhecido no município por ser ativo nas atividades esportivas e participar e diversas provas de pedestrianismo pelo país e no exterior. 

Nas redes sociais, familiares e amigos prestaram homenagens ao médico. 

O filho, Leopoldo Aguiar disse que o legado deixado pelo pai será sempre lembrado: “só praticou o bem aqui na terra”. 

Dados do boletim epidemiológico mais recente divulgado nesta sexta-feira (02) pela prefeitura de Dourados aponta para 324 mortes em decorrência do coronavírus no município em meio a 24.373 caos confirmados. 

Do total, 1.571 estão em isolamento domiciliar e 126 internados nos hospitais da cidade, 59 em leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva). O número de recuperados é de 22.376.

 

Adriano Moretto

Está pronta a logística de vacinação para o "Dia D" de imunização que acontece neste sábado (3) em Dourados.
 
Pelo cronograma, as doses serão aplicadas em 11 unidades de saúde, distribuídas estrategicamente para contemplar todas as regiões do município.
 
Assim como vem ocorrendo nas últimas semanas, a prioridade de vacinação continua sendo os idosos. Depois de receber um novo lote com 8.663 doses de vacina na quinta-feira (1) à noite, a Prefeitura de Dourados decidiu acelerar a imunização ampliando a idade para 63 anos ou mais.
 
"Sabemos que a vacinação é única forma de proteger as pessoas e estamos fazendo de tudo para acelerar esse processo, avaliando os lotes de vacinas que chegam e sem se esquecer da logística de aplicação. Precisamos avançar, mas com cuidado, sem aglomeração e sem deixar as pessoas esperando tanto tempo na fila. Estamos pensando nos detalhes com carinho e cuidado", disse o prefeito Alan Guedes.
 
Segundo o secretário interino de Saúde, Edvan Marques, a vacinação nos postos, neste sábado, será das 8h até 13h e não é necessário agendamento. "Fizemos a distribuição das doses nas unidades para que as pessoas cheguem e consigam se imunizar de forma rápida e organizada", destacou.
 
OUTRAS PESSOAS
 
Também serão vacinados idosos acima de 60 anos com doenças imunossupressoras, oncológicos com doença ativa em tratamento, transplantados de órgão sólido ou de medula óssea e renais crônicos, pneumopatias crônicas graves, portadores de doenças cardiovasculares crônicas que tenham sido submetidos a procedimentos operatórios.
 
Também estão na lista de prioridades pessoas acima de 18 anos que têm síndrome de down, anemia falciforme, coagulopatias hereditárias, renais crônicos, pessoas com deficiências permanentes que apresentem limitação motora ou incapacidade, incapacidade de ouvir e enxergar e deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais.
 
Os profissionais de saúde já estão com agendamento feito e seguem cronograma. Já os profissionais de segurança pública terão um sistema de atendimento elaborado de forma conjunta com o comando de cada instituição.
 
Locais de vacinação
 
As doses estão disponíveis nas unidades: Vila Rosa; Izidro Pedroso; Idelfonso Pedroso; Jardim Maracanã; CSU; Pq Das Nações II; Altos Do Indaiá; Parque Do Lago II; Jockey Clube; Ouro Verde e 4º Plano.

Mais Artigos...