Dourados-MS,
 Camara municipal

Foto - Dourados News

O que parecia estar tudo pronto, com decorações e doces diversos para comemorar o início das férias, acabou se tornando um enorme prejuízo para servidores e alunos do Centro de Educação Infantil Municipal (Ceim) Mario Kumaguai, no Jardim Novo Horizonte em Dourados. 

O fato é que, durante a madrugada, criminosos invadiram o local através do teto e deixaram a unidade educacional destruída. 

Segundo a diretora Cleusa Centurião Zaratini, a princípio foi sentido a falta de uma balança, aparelho de som, luz de led que decoraria a festa caipira, além de doces e alimentos preparados para a comemoração. 

“O que eles não conseguiram levar deixaram destruídos. Entraram na cozinha e acabaram com os docinhos que fizemos para as crianças, além da decoração do painel também”, lamentou Cleusa.

De acordo com a educadora, o prejuízo total, desde o teto até os móveis que ficaram danificados, o prejuízo estimado é de pelo menos R$ 7 mil. 

Ela explicou que nesta madrugada o Ceim ficou sem vigia, isso porque o servidor responsável pelo turno da noite estava em licença médica. “Nós enviamos solicitações para a Guarda Municipal através de e-mail, mas não tivemos retorno. A gente avisou que o Ceim ia ficar sozinho”, afirmou a diretora.

Cleusa contou que há cerca de 15 dias vizinhos alertaram para movimentações de pessoas estranhas ao redor da unidade. Ela contou que diante do alerta, a Guarda foi acionada para realização de rondas. 

“Ontem eles aproveitaram que não tinha ninguém para entrar e vasculhar tudo”, disse.

FESTINHA

A comemoração que estava programada para ser realizada nesta sexta-feira (13) teve de ser cancelada. Uma festa caipira iria marcar o início das férias, mas o vandalismo acabou deixando muita criança em estado de choro. 

“A gente se programou para proporcionar uma festinha. Faz 15 dias que estamos arrecadando produtos, funcionários tirando do próprio bolso para os doces, decorações, as crianças nos viam preparando o painel, estavam animadas também. Hoje quando dispensamos, muitas voltaram para casa em prantos”, lamentou Cleusa.

A diretora contou que agora irá esperar a volta às aulas para reorganizar a programação e deixar a festa para agosto.

Quem tiver interesse em ajudar os servidores a recuperar o prejuízo através de contribuições pode entrar em contato através do 67 99119-7561.

OUTRO LADO

O comandante da Guarda Municipal de Dourados Silvio Reginaldo Peres Costa. Ele disse que não poderia dar nenhum posicionamento quanto à falta de retorno à solicitação do Ceim pois estava em reunião fora da sede da corporação. 

 

 

Dourados News

 

Foto - Divulgação

PROCON de Dourados efetuou na data de 05 e 06 de JULHO, a pesquisa de preços do combustível. Foram pesquisados 36 (trinta e seis) estabelecimentos na cidade de Dourados e Distritos. Foram pesquisados etanol, diesel comum e S10 e gasolina comum e aditivada. 

O menor preço encontrado na gasolina comum foi de R$ 4,250; no diesel comum foi de R$ 3,390; e Diesel S10 R$ 3, 490; e no Etanol o menor preço praticado é de R$ 2,990. 

A diferença entre o menor preço encontrado na gasolina comum (R$ 4,250) e o maior preço (R$ 4,600 ) é de 8,3%. No etanol a diferença entre o menor e maior preço é de  20,5%; no Diesel comum é de 10,0% e no Diesel S 10 é de 8,8 %. 

O preço médio da gasolina em Dourados é de R$ 4,479 e em JUNHO de 2018 o preço médio da gasolina nos postos em Dourados era de R$ 4,580,  queda de 2,2%. O preço médio do etanol nos postos em Dourados é de R$ 3,434. 

O menor preço encontrado na gasolina em Dourados (R$ 4,250 ) é 0,22 centavos mais barato que o preço médio praticado (R$ 4,479) nos postos  em Dourados. 

O preço médio da gasolina segundo a ANP em Campo Grande é de R$ 4,303  e o Etanol é de R$ 3,271. 

O PROCON informa que os consumidores poderão exigir a análise do combustível para descobrir o teor de álcool presente na gasolina, teste esse que será feito pelo próprio funcionário do posto de combustível na frente do consumidor. 

Clique e veja os 36 estabelecimentos pesquisados.

Qualquer dúvida ou reclamação ligue 151 ou 3411-7754.

Foto - Vinicios Araujo

O Sindicato dos Bancários de Dourados reuniu outras categorias para manifesto em frente ao Banco do Brasil da Avenida Joaquim Teixeira Alves durante a manhã desta quinta-feira (5) para o Dia de Luta em Defesa das Empresas Pública. 

A ação contou com o apoio do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios de Mato Grosso do Sul no início da manhã e segundo Ronaldo Ferreira, presidente do Sindicato dos Bancários, foram convocadas outras estatais como Embrapa, UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul). 

O objetivo do manifesto é contraria a proposta de privatizações dessas empresas, que segundo Ronaldo são fundamentais para o momento de crise que o País enfrenta. 

 “Não podemos concordar com privatizações, por exemplo, da Petrobras, que é uma empresa que poderia beneficiar setores como saúde e educação decorrente ao seu aporte de recursos. Num momento de crise essas empresas são estratégicas para nós”, afirmou. 

A mobilização não impediu o funcionamento da agência, que logo às 10h já estava aberta para atendimento do público. 

A data faz parte do calendário de lutas do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, com representantes da Caixa, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Embrapa, eletricitários, petroleiros e metroviários, além de representantes de quatro centrais sindicais: CUT, CTB, Intersindical e UGT e de entidades como Contraf-CUT, Fenae, Anabb, Afbnb, Fenag e Aneac.

 

 

Dourados News

Reinaldo Azambuja espera conseguir aliança com DEM e PSD para reeleição - Foto: Chico Ribeiro

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou na sexta-feira (29) em Dourados durante inauguração da Escola Estadual vereadora Moacir Djalma Barros que a “acidez dos eleitores com a atividade política” pode ser o fator complicador nas eleições deste ano.

Ao mesmo tempo Azambuja mandou um recado para os seus possíveis adversários nas urnas ao falar que não existem mais salvadores da pátria. 

“Milagres não existem quando se trata de administrar um estado com as complexidades de Mato Grosso do Sul”, afirmou o governador lembrando que há espaço apenas para o trabalho com foto na solução dos problemas do estado.

“Não se governa para partidos”, explicou Azambuja ao citar que em três anos e meio no comando do Estado já investiu cerca de R$ 560 milhões em obras públicas e serviços para atender a comunidade douradense. Na opinião de Reinaldo o destino do estado está acima de partidos e de políticos.

 

 

Correio do Estado

Mais Artigos...