Dourados-MS,

O prefeito Alan Guedes se reuniu, na manhã desta sexta-feira (19), com o presidente da construtora Engepar, Carlos Clementino, para tratar do projeto habitacional da empresa na região da Vila Toscana, em Dourados. Os investimentos na infraestrutura da área transformarão a realidades dos moradores do bairro e das proximidades.

Para o presidente da Engepar, Carlos Clementino, Dourados é uma cidade com vocação para o novo e, por isso, os investimentos são tão essenciais para a manutenção do crescimento do município. “Nós queremos, a partir deste projeto, atrair empresas investidoras e indústrias para Dourados. Essa cidade linda tem talento e vocação para chamar novos empreendimentos”, disse.

Segundo o prefeito Alan Guedes novos projetos são fundamentais neste início de recuperação da economia douradense. “Queremos atrair cada vez mais indústrias e investimentos para nossa cidade. Isso é fundamental para a retomada plena da nossa economia”, explicou.

O prefeito ainda lembrou que, com a consolidação da rota bioceânica, Dourados se torna ainda mais competitiva no cenário estadual e nacional. “Projetos que trarão melhorias para Dourados são sempre bem-vindos. É preciso fomentar os setores para depois colher os frutos”, completou.

O gestor municipal ainda disse que a Prefeitura está à disposição para auxiliar os empresários que desejam investir na cidade. “Estamos comprometidos a ajudar em todos os trâmites burocráticos necessários para propiciar o crescimento da nossa região”.

A “Comissão Parlamentar de Assuntos Indígenas e Afrodescendentes”, formadas pelos vereadores Olavo Sul (MDB), Lia Nogueira(PP) e Jânio Miguel (PTB), se reuniram recentemente no plenarinho da Câmara Municipal de Dourados, com representantes do Comafro (Conselho Municipal de Defesa e Desenvolvimento dos direitos dos Afro-brasileiros), onde foi debatido a criação da coordenadoria de assuntos afro-brasileiros do município.

A presidente do Comafro, Luhhara Arguelho, destacou a importância da coordenadoria. “Dourados é a segunda maior cidade do estado, formada na maior parte da população por negros, porém, infelizmente muitas vezes não podemos ter participações efetivas em programas do Governo Federal por falta da coordenadoria”, considera.

Luhhara afirmou que com a implantação da coordenadoria diversos projetos poderão ser desenvolvidos no município, como programas educacionais, institucionais e de auxílio a população afro e quilombolas.

Ela ressaltou que o estado do Mato Grosso do Sul recebeu o empenho de 8 milhões em 2020, porém, segundo a presidente, resultou na devolução de R$ 4 milhões que seriam destinados para as coordenadorias municipais. “Nossa cidade precisa deste avanço para que possamos auxiliar nossa população, então estamos aqui solicitando apoio dos vereadores para que solicite ao prefeito a criação desta coordenadoria para que possamos contribuir”, disse.

“Temos elaborado projetos para coordenadoria de outros municípios, mas como a população destas localidades geralmente são menores, acabam sobrando recursos que vem para o estado”, completou a presidente do Comafro.

Os vereadores se comprometeram em encaminhar ofício ao Executivo, solicitando reunião com o prefeito Alan Guedes (PP), para que seja debatido o assunto na próxima semana.

Estiveram presentes na reunião além dos vereadores que compõe a Comissão Parlamentar de Assuntos Indígenas e Afrodescendentes, o representante da CUFA (Central Única das Favelas), Jeferson Ferreira, a vice - presidente do Comafro e representante das religiões afro, Naiara Fonteli e a representante da comunidade Quilombola, Bia Braga.

Seguindo o planejamento de manutenção das estradas rurais, a Semop (Secretaria Municipal de Obras Público) realizou a limpeza e o patrolamento de vias do Distrito de Panambi. Os serviços executados visam melhorar o acesso de pedestres e veículos.

No Travessão da Figueira, 72.000 m2 receberam os serviços, na região do Panambizinho foram outros 50.400m2 de limpeza e patrolamento concluídos.

Os serviços fazem parte do planejamento da secretaria de obras

O Secretário de Obras, Luís Gustavo Casarin, destacou que os trabalhos seguem um cronograma e que o objetivo é atender todas as regiões de Dourados.  “Trabalhamos para melhorar a trafegabilidade para quem vive na região e para dar condições de escoamento para essas estradas”, explicou o secretário.

Ithaum foi outro distrito atendido pela secretaria. No Assentamento Lagoa Grande foram 100.000 m2 de patrolamento, além do cascalhamento em pontos críticos.

Atendendo reinvindicação da Associação de Moradores do Jardim Água Boa, a vereadora Liandra Brambilla (PTB) encaminhou solicitação à administração municipal, pedindo a ampliação do horário de atendimento médico da UBS/CSU (Unidade Básica de Saúde) do CSU (Centro Social Urbano) - ESF 47 e 48, localizado na rua Salviano Pedroso, 1030.

A vereadora solicita a extensão do atendimento até as 23 horas, sendo que atualmente o atendimento ao público ocorre das 7h às 17 horas. “A ampliação do horário de atendimento trará aos familiares que trabalham em período integral, a possibilidade de encaminhar seus filhos às consultas médicas após o expediente e propiciar a continuidade de tratamentos médicos quando necessários”, justificou.

Liandra destaca que a Saúde é uma das principais pautas de seu mandato. "É pensando nas necessidades da população e pontuando os assuntos mais relevantes que estamos trabalhando por nossa cidade", completou.

Mais Artigos...