Dourados-MS,
BANNER 1 - Camra-15-09- (1000X90)

Com Hospital Regional de Cirurgias, Dourados conta com 171 leitos para pacientes da Covid-19

Dourados
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Com a ativação, essa semana, de 32 leitos clínicos no Hospital Regional de Cirurgias, Dourados está preparado para atender eventual aumento da demanda de pacientes com a Covid-19 na Região da Grande Dourados. A unidade é referência para 33 municípios em demandas de baixa e média complexidade e procedimentos cirúrgicos.

No total, Dourados conta agora com 171 leitos para pacientes do coronavírus, viabilizados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) em parceria com o Município, tanto na rede pública quanto em unidades particulares. Destes, 120 são leitos clínicos (108 para adultos e doze para crianças); e 51 são de UTI (48 adultos e três pediátricos).

Além dos 32 que foram estruturados no Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados, os demais leitos clínicos para adultos estão distribuídos da seguinte forma: dezesseis no Hospital da Missão Evangélica Caiuás; 10 no Hospital Evangélico; 19 no Hospital Universitário da UFGD; 26 no Hospital da Vida; e cinco no Hospital Santa Rita. As crianças contam com oito leitos no Hospital Universitário e quatro no Hospital da Missão Caiuás.

Em relação às UTI’s adulto, foram disponibilizadas 13 no Hospital Universitário, 20 no Hospital da Vida, 10 no Hospital Evangélico e cinco no Hospital Santa Rita. As três UTI’s pediátricas estão instaladas no Hospital Universitário.

“Constantemente, estamos buscando alternativas para ampliar a oferta de leitos, tanto clínicos quanto de UTI, para moradores de todas as regiões do Estado, a fim de evitarmos a superlotação nos municípios maiores, como Campo Grande”, salienta o secretário estadual de Saúde Geraldo Resende.
“No entanto, essa situação confortável não significa que podemos relaxar nas medidas de prevenção e contenção, como é o caso do isolamento social, a fim de evitarmos, o máximo possível, as mortes pela Covid-19”, salienta o secretário.

O Hospital da Grande Dourados

O Hospital de Cirurgias da Grande Dourados pertence ao Governo do Estado e é administrado pelo Instituto Acqua, sob a supervisão da Secretaria de Estado de Saúde. Anteriormente, a unidade atendia somente procedimentos ambulatoriais e cirúrgicos, mas a partir da pandemia da Covid-19 teve que se adequar para a mudança de fluxo de pacientes.

“Por determinação da Secretaria de Estado de Saúde, reorganizamos o fluxo e dividimos em área assistencial e administrativa. Foi programada uma escala para duas frotas por período, a fim de se otimizar o uso dos equipamentos de proteção individual, EPIs. Estamos com 32 leitos equipados, sendo que dois destes são para estabilização de pacientes”, explica a diretora-geral, Patrícia de Oliveira.

“Realizamos diversos treinamentos para equipe de enfermeiros e médicos, foram providenciados todos os EPIs necessários para a equipe atender a população com segurança. Além disso, ampliamos a equipe médica e contamos com médicos diaristas e plantonistas 24h, se houver alguma intercorrência”, conclui.