Dourados-MS,

Feira central de Dourados passa por transformação

Dourados
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Inaugurado no final de 2016, o novo espaço da Feira Central de Dourados tem tido atenção especial da administração municipal, por meio, principalmente, da secretaria de Agricultura Familiar (Semaf), que administra as feiras da cidade.

Nos últimos dias, atendendo pedido da prefeita Délia Razuk, a Feira Central “Totó Câmara” está passando por verdadeira transformação, recebendo diversas obras de melhorias, que envolvem, além da Semaf, as secretarias de Serviços Urbanos e de Obras, bem como o Imam (Instituto de Meio Ambiente).

Como medida de segurança, uma das ações adotadas foi a instalação de 10 portões novos, garantindo 100% do fechamento da área da Feira. Essa iniciativa vai coibir a depredação das estruturas do local.

Para melhorar o aspecto visual de todo o complexo da feira central foi providenciado a limpeza geral da área, incluindo o Bosque Jornalista César Cordeiro, que recebeu serviço de limpeza completo, com podas, roçadas e plantios de mudas. Lixeiras foram instaladas no bosque e, em breve, uma pista nova de contemplação da natureza será implantada.

Visando incentivar a visitação à tradicional feira de Dourados e melhorar a segurança no local, está sendo feita a manutenção dos postes de iluminação, melhorando a sensação de bem-estar dos usuários.

Como medida de modernização de todo o sistema elétrico, está sendo concluída a construção de uma nova casa de força e uma nova rede subterrânea de energia elétrica.

“Todas essas melhorias na feira é resultado do esforço conjunto das secretarias de Agricultura Familiar, da Semsur, da secretaria de Obras e do Imam”, explica Junior Bittencourt, titular da Semaf.

Bittencourt menciona que a Feira Central de Dourados “é um patrimônio histórico de todos os douradenses, e para que se consolide ainda mais, inclusive economicamente, não basta apenas o desejo e a determinação da prefeita Délia Razuk, para que se cuide com carinho desse importante espaço da cidade, é necessário um esforço permanente de todos, poder público, feirantes, vizinhança e todos que visitam o local”.

O secretário conclui pedindo à população que colabore e ajude a cuidar das feiras da cidade. “Se cada um ajudar, não jogando lixo no chão, e denunciando casos de depredação e furtos, algo que está no alcance de todos, conseguiremos manter esses espaços como locais aprazíveis, onde, além do acesso a produtos de qualidade, é possível passar momentos de descontração e lazer”.