Dourados-MS,
Outubro_rosa

Mais de 6,4 mil foram às urnas eleger novos conselheiros tutelares; veja resultado

Dourados
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

No domingo (7) 6465 douradenses estiveram na Escola Estadual Castro Alves para escolher os 10 candidatos que ocuparão as vagas titulares do cargo. As votações iniciaram às 8h, tendo os portões da fechado às 17h.

Foram eleitos: Saraiva [522 votos], Alice Rocha [465 votos], Naza [401 votos], Dani Psicóloga [336 votos], Vanilza [322 votos], Fátima Medeiros [315 votos], Benoni [302 votos], Janine [276 votos], Professora Viviane [267 votos] e Thiago Aquino [258 votos].

As apurações terminaram depois da 00h30 desta segunda-feira (7). 

Os eleitores tiveram 30 opções de voto. Os candidatos eleitos vão ocupar 5 postos no Conselho Tutelar Central e Conselho Tutelar Leste. 

Previsto no artigo 136 do ECA, o conselheiro tutelar desempenha um papel de extrema responsabilidade na proteção e defesa dos direitos de crianças e adolescentes em situações de violação.

O conselheiro tutelar receberá mensalmente o valor equivalente ao salário de um servidor DGA-04, trabalhando 40 horas semanais, das 7h às 17h de segunda à sexta-feira, e sob escala de plantão com duração de 24h.

E neste ano teve resultado inédito para o trabalho em Dourados. Thiago Aquino é o primeiro conselheiro tutelar indígena a ser eleito na cidade. 

Tumulto

A concentração dos eleitores num só local mais uma vez provocou tumulto e muita espera. As salas de votação foram divididas para que o cidadão identificasse a letra respectiva ao nome. 

Nos espaços determinados para nomes com início em A, C, J, L, M o volume de pessoas era bem grande, com filas dando volta nos pavilhões da unidade de ensino. 

Enquanto isso, em outras salas a situação já eram mais tranquila como em G, R, S-Z. 

Por conta do mau tempo, muita gente ficou preocupada sobre a possibilidade de chuva. Grande parte dos corredores da escola não teria cobertura suficiente para abrigar os populares.

A Guarda Municipal esteve fazendo a segurança do local e o trânsito na Avenida Presidente Vargas foi monitorado para que os usuários da via redobrassem a atenção entre as ruas Ciro Melo e João Vicente Ferreira. 

(Dourados News)