Dourados-MS,
BANNER 1 - Camra-20-11- (1000X90)

No ‘Café com o Presidente’ desta quarta-feira (03), os vereadores receberam representantes do curso de medicina da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). Em pauta, os estudantes pediram apoio da Câmara Municipal para disponibilização de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para os cursos da área da saúde. Os equipamentos são de extrema necessidade para que acadêmicos possam realizar o estágio no Hospital Universitário, Hospital da Vida e na UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

A preocupação dos acadêmicos se deve principalmente pelo retorno as aulas na UFGD, previstas a partir da próxima segunda-feira (08). De acordo com os estudantes, algumas turmas deverão ter aulas práticas e, consequentemente, aumentará a demanda de EPIs nos locais de estágio. “Acreditamos que a disponibilidade de EPIs a todos os alunos, sejam na área da saúde ou não, o retorno das aulas pode acontecer mais rápido e assim diminuir o tempo perdido”, considera o estudante Altair Meirelles, presidente do centro acadêmico.

Outro pedido dos estudantes é com relação ao aumento das turmas em regime de ‘internato’, que ocorreu devido ao acesso ao vestibular semestral. No entanto, não houve a ampliação no número de preceptores para auxiliar na formação durante as aulas práticas. “Se existissem bolsas para preceptoria nos campos de estágio de saúde pública, contribuiria para a diminuição do número de alunos por estágio, facilitando assim a comunicação entre médico e aluno e melhorando o aprendizado e valorizando a classe dos docentes”, considera os estudantes.

Para o presidente do Legislativo, Laudir Munaretto (MDB), a luta dos acadêmicos é justa e coerente em exigir materiais de proteção individual durante os estágios que fazem parte das aulas práticas. Neste sentido, ele sugere uma campanha de doação de EPIs envolvendo instituições públicas e a iniciativa privada na arrecadação destes equipamentos.

Laudir ressaltou ainda o propósito da reunião em auxiliar e buscar soluções para as demandas apresentadas pelos diversos segmentos da sociedade. “Estamos sempre à disposição para ouvir as demandas apresentadas e juntos encamparmos seja com a iniciativa privada ou pública as doações destes equipamentos de proteção”, ressaltou Laudir.

Participaram do encontro os vereadores que compõe a Comissão de Saúde da Casa, drº Diogo Castilho (presidente) e Liandra Brambilla (membro) e o vereador Daniel Junior (Patriota).

O ‘Café com o Presidente’ acontece todas as quartas-feiras, na Câmara de Dourados, com o propósito de ouvir os diversos segmentos da sociedade organizada e setores produtivos do munícipio.

A prefeitura de Dourados anunciou na tarde desta quarta-feira (3) a habilitação de cinco novos leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), que deverão entrar em funcionamento no Hospital Santa Rita. Assim que os leitos entrarem em operação, Dourados terá 40 leitos de UTI exclusivos para tratamento de pessoas em situação grave por conta da Covid-19.

“Desde o início do ano temos trabalhado muito para aumentar a oferta de leitos de UTI para tratamento da Covid em Dourados. E agora, por conta de mais uma parceria com o governo do Estado, conseguimos credenciar mais cinco leitos. Isso só se tornou possível graças a uma soma de esforços por parte do governo federal, governo do Estado e prefeitura de Dourados”, disse o prefeito Alan Guedes.

Com o credenciamento, o hospital agora vai trabalhar para compor a equipe técnica que é necessária para a ativação dos leitos. A previsão é que em até 15 dias os novos leitos entrem operação.

A prefeitura de Dourados, através da Semed (Secretaria Municipal de educação), assinou nesta terça-feira (2) o contrato com 10 escolas conveniadas, ofertando 3 mil vagas na Reme (Rede Municipal de Ensino). O objetivo é atender a fila de espera da educação infantil.

As designações ocorrerão a partir da Central de Matrícula. “A partir desta quarta-feira ligaremos para os pais e responsáveis que estão nessa fila de espera para direcionarmos para as conveniadas para efetivar a matrícula”, explicou a secretária de educação, Ana Paula Fernandes.

O prefeito Alan Guedes ressaltou a importância dada pela gestão à educação. A administração priorizou as ações para garantir o retorno das aulas da Reme. “Desde o início buscamos formas para diminuir os impactos e prejuízos dos alunos com a pandemia, pensando da educação, mas também, na saúde”, informou. A secretária lembrou ainda que as conveniadas estão ligadas a rede municipal e, por isso, os serviços da Semed também estão disponíveis às entidades escolares.

Quanto a modalidade de ensino adotada, cada unidade irá se organizar para atender da melhor forma, dentro da sua realidade. “Cada escola, cada diretor conhece sua comunidade. Uns se organizaram por aplicativo de mensagens, outros pelo classroom, outros por livro didático ou atividades impressas. Da mesma forma será com as conveniadas, cada escola vai definir sua forma de trabalho e os alunos que estiverem matriculados nessas unidades seguirão o que a escola determinar”, reforçou a secretária.

Retorno às aulas

As aulas do ano letivo de 2021 da Reme começaram nesta segunda-feira (1) de maneira remota. Os professores deram início às atividades na modalidade a distância, até que a situação de saúde, em razão da pandemia da Covid-19, seja estabilizada e o retorno presencial possa ocorrer com segurança para os alunos e os profissionais. Cada unidade montou um planeamento seguindo as necessidades da comunidade em que a escola está inserida. Os pais e responsáveis serão orientados pela direção e coordenação quanto a dinâmica das aulas.

A prefeitura de Dourados, através da Secretaria Municipal de Saúde, está com vagas abertas para a contratação de médicos para atuarem na Estratégia da Saúde da Família. São 15 vagas, sendo: 1 vaga para a UBS de Itahum; 1 vaga para a UBS de Vila Vargas; 1 vaga para a UBS Vila Formosa/Macaúba, e mais 12 vagas reservas. A carga horária semanal é de 40 horas.

O salário bruto é de R$ 8.080,00 com acréscimos de 50% de produtividade, 20% de insalubridade em cima do valor do salário-mínimo, no final podendo chegar as R$ 12.500,00. Interessados na vaga podem entrar em contato pelo WhatsApp 98169-2959 ou pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. As unidades citadas acima se encontram na zona rural do município.

Importância da UBS

As UBS (Unidades Básicas de Saúde) são a porta de entrada preferencial do SUS (Sistema Único de Saúde). O objetivo desses postos é atender até 80% dos problemas de saúde da população, sem que haja a necessidade de encaminhamento para outros serviços, como emergências e hospitais.

Os profissionais do Mais Médicos atuam nas UBSs e compõem as equipes de saúde da família com enfermeiros, dentistas e agentes de saúde. Eles são, em sua maioria, especialistas em medicina de família e comunidade. Aqueles que ainda não o são fazem, assim como os demais, um curso de especialização em saúde da família.

O médico de família tem uma formação ampla e integrada, que prepara o médico para fazer o atendimento de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, homens e mulheres, sendo capaz de resolver cerca de 80% dos motivos que levam as pessoas a procurar um médico.

Mais Artigos...