Dourados-MS,
Câmara_audiência

Saúde confirma primeira morte por meningite neste ano em MS

Vacina é forma de prenveção da doença - Foto: Bruno Henrique / Arquivo / Correio do Estado

Mato Grosso do Sul
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou quinta (7) a primeira morte por meningite neste ano em Mato Grosso do Sul. Vítima é um homem, que não teve a identidade divulgada, que morreu em Campo Grande por meningite tuberculosa. 

Segundo dados da SES, neste ano foram notificados 14 casos suspeitos de meningite, com 11 confirmados. Dentre os confirmados, cinco são por meningite não especificada, dois pelo tipo viral, dois por outras bactérias, um por meningocógica e um por tuberculosa.

Em todo o ano passado, foram 162 notificações da doença, com 126 casos confirmados e 16 mortes.

MENINGITE

A Meningite é uma doença causada por uma bactéria gram-negativa chamada Neisseria meningitidis, que possui diferentes sorogrupos. Esta doença provoca sintomas como febre, dor de cabeça, náusea, vômito ou sinais de inflamação das meninges, e quando não diagnosticada de forma precoce pode levar a morte ou deixar sequelas como surdez ou lesões cerebrais.

A vacina contra a doença faz parte da rotina do Calendário Nacional de Vacinação e está disponível durante todo o ano. A dose deve ser administrada aos 3 meses e aos 5 meses, com reforço aos 12 meses. Para crianças que não receberam o reforço aos 12 meses, a vacina poderá ser administrada até os 4 anos. Os adolescentes de 12 e 13 anos também deve ser vacinados, com dose única que serve também como reforço.

 

Correio do Estado