Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

Eleita senadora, Soraya Thronicke fala em "política limpa" e "alinhamento planetário"

Soraya Thronicke concedeu entrevista ao chegar no TRE-MS, neste domingo - Foto: Álvaro Rezende/Correio do Estado

Mato Grosso do Sul
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Eleita senadora por Mato Grosso do Sul, Soraya Thronicke (PSL) celebrou os 370.666 votos recebidos, que renderam 16,22% da preferência dos eleitores do Estado após 99% das urnas eletrônicas apuradas.

“Desde o começo a minha torcida é para que o Brasil ganhe. Ainda não estou acreditando, mas entrei para fazer uma política limpa. Desde a minha campanha eu fui limpa. É um alinhamento planetário interruptível e o povo ganhou. Para mim a vitória é do povo brasileiro, eu não vim sozinha, vou vim com o povo”, disse, no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS).

Soraya estava em quarto na última pesquisa divulgada, com pouca diferença entre os demais candidatos, e ficou com a segunda vaga. Filiada ao Partido Social Liberal (PSL), o mesmo de Jair Bolsonaro, ela tem como suplente Rodolfo Nogueira. Danny Fabrício é o segundo suplente.

Advogada de 45 anos, Soraya disse que não decidiu quem vai apoiar no segundo turno das eleições para o governo do Estado.

A senadora eleita e o candidato ao Executivo estadual, Odilon de Oliveira (PDT), chegaram juntos ao TRE-MS no início na noite deste domingo (7). Eles se cumprimentaram e desejaram boa sorte um ao outro.

O médico e ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PTB), foi eleito para a primeira vaga ao Senado, com 420.102 votos, equivalentes a 18,38% dos eleitorado.

 

Correio do Estado