Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

A jornalista Lia Nogueira (PR) realiza, nesta segunda-feira (12), o juramento para tomar posse como vereadora da Câmara Municipal de Dourados. Ela substitui a vereadora Denize Portolann (PR), presa desde o dia 31 de julho na Operação Pregão e que requereu afastamento por 120 dias. 

Lia realizou a assinatura do termo de posse na quarta-feira (7), junto com a presidente da Casa de Leis, Daniela Hall (PSD), e os vereadores Bebeto (PR), Junior Rodrigues (PR) e Jânio Miguel (PR), em solenidade realizada no plenarinho da Casa de Leis, porém o juramento foi marcado para a sessão ordinária.

"Vamos fazer esta cidade entrar no eixo. O que proponho é estar com o povo, porque fiz campanha voltada para eles. É um momento de unirmos forças, porque Dourados precisa avançar cada vez mais", disse Lia durante a solenidade.

 

Dourados News

Cemitérios públicos de Dourados já estão prontos para visitação no Dia de Finados – A. Frota

Dourados

Os cemitérios públicos de Dourados já recebem os últimos detalhes na preparação que é realizada, anualmente, pelas equipes da Semsur (Secretaria municipal de Serviços Urbanos), em consideração aos familiares e pessoas que costumam visitar esses locais por ocasião do dia de finados.

De acordo com o secretário Joaquim Soares, este ano, além dos dois cemitérios da cidade, a prefeita Délia Razuk orientou também que se fizesse o trabalho de conservação nos cemitérios dos distritos. “Estamos concluindo a restauração de todos esses locais e a população terá um acolhimento mais aconchegante na visitação do dia de Finados”, disse o secretário.

Ao longo deste mês, operários trabalharam na limpeza do entorno dos túmulos, onde também foi feita a poda de árvores, corte de grama, remoção de entulhos e a reposição de danos eventualmente causados no calçamento de acesso. “O mesmo trabalho de revitalização foi levado para todos os cemitérios que existem nos distritos”, anunciou Joaquim Soares.

No principal e mais antigo cemitério da área urbana de Dourados, o Santo Antônio de Pádua, na rua Coronel Ponciano, as equipes da Agetran (Agência de Transporte e Trânsito) também estão sinalizando as vias de acesso, para que o deslocamento dos visitantes seja facilitado.

Como já ocorre em todos os anos, o tráfego terá sentido obrigatório pela rua Palmeiras, no sentido centro-bairro e os veículos deverão contornar à direita na rua Armando Zanatta (todo o trecho que ocupa a lateral do cemitério permanecerá interditado); já a Coronel Ponciano terá tráfego livre.

Também já foi concluído o trabalho de cadastramento para a ocupação das 100 vagas por ambulantes interessados em comercializar alimentos, flores e velas ao longo do período. De acordo com o chefe do Departamento de Posturas da Secretaria de Serviços Urbanos, Luís Carlos Lopes, a comercialização de bebida alcoólica está terminantemente proibida nesses dias.

Um ônibus coletivo da empresa Expresso Queiroz acabou incendiado nesta manhã (23) na BR-163, em frente à Teixeira Cereais. As imagens registradas por usuários da rodovia mostram o veículo em chamas. 

Segundo apurado, não houve vítimas no incidente. A Expresso Queiroz afirmou que o incêndio pode ter sido causado por problema relacionado ao motor, porém, a informação ainda não foi confirmada. 

O coletivo teria saído de Dourados às 9h30 rumo a Campo Grande.

Uma equipe de socorristas da CCR MS Via esteve no local auxiliando no controle do fogo. A rodovia foi bloqueada por pouco tempo e não há indicativo de que ainda haja a paralisação do tráfego. 

Uma viatura da PRF (Polícia Rodoviária Federal) também esteve no local auxiliando no controle dos veículos.

 

Dourados News

Foto: Foto: Divulgação / Seja Digital

Campo Grande

População de Campo Grande e Terenos não terão mais acesso ao sinal analógico de televisão a partir de meia-noite desta quinta-feira (1). A transmissão será cortada e somente o sinal totalmente digital ficará disponível.

De acordo com a Seja Digital, entidade responsável pelo processo de migração de sinais, mais de 129 mil kits gratuitos, com antena digital e conversor com controle remoto, foram distribuídos na região e mesmo após o desligamento do sinal analógico, o instituto continuará distribuindo os kits gratuitos por pelo menos mais 30 dias.

A população de baixa renda cadastrada em Programas Sociais do Governo Federal poderá agendar a retirada dos kits. Para saber se está na lista fornecida pelo Ministérios do Desenvolvimento Social, o beneficiário deve acessar o site da Seja Digital sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para 147 com o CPF ou Número de Identificação Social (NIS) fornecido pelo Ministério do Desenvolvimento Social em mãos.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) havia agendado para o desligamento para 14 de agosto, mas, um dia antes, adiou a data porque o municípios não atingiram o percentual mínimo de residências com aparelhos de TV preparados para a nova tecnologia.

Com a mudança, os mais de 300 mil domicílios da região assistirão à programação da TV aberta apenas pelo sinal digital, que tem muito mais qualidade de som e imagem. Após esse desligamento,  a frequência será disponibilizada para empresas de telefonia móvel expandirem o sinal 4G, como já ocorreu em Brasília (DF).

Os canais de atendimento continuarão à disposição da população para oferecer todo suporte necessário mesmo após o desligamento. O site da Seja Digital e a central telefônica 147 continuam disponíveis para os moradores que ainda tiverem dúvidas sobre como se preparar para o sinal digital.

 

Correio do Estado

 

Paulo Siufi, João Rocha e Eduardo Romero viraram réus - Foto: Arquivo/Correio do Estado

Campo Grande

Superior Tribunal de Justiça (STJ) ressuscitou a Coffe Break e os parlamentares deputado Paulo Siufi (MDB), presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, João Rocha (PSDB) e vereador Eduardo Romero (Rede) voltam a ser réus. O STJ aceitou recurso do Ministério Público Estadual (MPE) para que processos voltem a ser julgados. O caso está na responsabilidade da ministra Assusete Magalhães e o MPE recorreu por meio do procurador-geral de Justiça Paulo Passos.

De acordo com o advogado André Borges, um de seus clientes, o vereador Otávio Trad (PTB) também deverá ser julgado. “Todos respondem ao mesmo processo e a expectativa é da mesma decisão em todos os outros casos”, explicou Borges.

O advogado disse também que vai apresentar petição quando o processo chegar à ministra. “Vou tentar convencer ela que o meu cliente (Otávio Trad) merece continuar no arquivo”, adiantou ele.

COFFEE BREAK

Foram, ao todo, 24 denunciados na ação de improbidade administrativa em que o Ministério Público Estadual (MPE) pede na ação o ressarcimento de R$ 25 milhões dos acusados de participarem do suposto esquema de “compra e venda” de votos para cassar o mandato do então prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), na Câmara Municipal. O juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais homogêneos, David de Oliveira Gomes Filho, aceitou o pedido da força-tarefa do MPE para processar os políticos.

Mas, um a um os acusados foram excluídos da ação por falta de provas, porém o MPE recorreu e o STJ aceitou o recurso e os processos voltarão a ser julgados. “Em face do exposto, conheço do Agravo para dar provimento ao Recurso Especial, a fim de que a ação civil pública retome seu regular processamento perante o Juízo de primeiro grau”, declarou a ministra Assusete Magalhães.

 

 

Agencia Brasil

Alagamentos foram registrados em várias vias - Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

Campo Grande

Vários carros foram arrastados por conta dos alagamentos provocados pela chuva, principalmente na avenida Nelly Martins, a Via Parque, e na avenida Ernesto Geisel, em Campo Grande. O temporal provocou ainda queda de árvores e de energia.

Na via Parque, o córrego transbordou e alagou a via. Vários carros que estavam estacionados foram alagados e outros que passavam pelo local foram arrastados pela enxurrada.

Alguns motoristas se arriscaram a passar pelo trecho e ficaram presos no alagamento. Agentes da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) foram ao local para orientar os motoristas a pegar desvios e evitar passar pelo trecho.

No Parque das Nações Indígenas, o lago também transbordou e se juntou as águas da região do Sóter. Um funcionário do local, que não quis ser identificado, disse que nunca viu “algo assim antes”. Duas árvores caíram no parque, sendo uma dentro da reserva e outra no estacionamento.

Na avenida Ernesto Geisel, o rio Anhanduí também transbordou e vários carros ficaram quase submersos ou foram arrastados pelas águas. Não há informações de vítimas.

Também houve alagamento na avenida Rachid Neder, avenida Fernando Correa da Correa, Mascarenhas de Moraes.

TEMPORAL

O temporal começou por volta das 14h e causou alagamentos por vários pontos da cidade, queda de árvores e queda de energia elétrica.

Fiação elétrica energizada caiu na frente de um ônibus e vários passageiros ficaram ilhados dentro do coletivo, na rua 13 de Junho com a Barão do Rio Branco. Corpo de Bombeiros foi ao local para retirar os passageiros em segurança. Conforme os militares, um galho caiu e derrubou parte da fiação, mas o ônibus não foi atingido, no entanto, os socorristas foram chamados por segurança e nenhum passageiro sofreu ferimentos. O trecho está interditado para retirada do galho.

Conforme informações de leitores, uma árvore de aproximadamente 12 metros caiu e bloqueou a rua Mercúrio, no bairro Planalto. 

Equipes do Corpo de Bombeiros estão nas ruas para atender problemas causados pela chuva. Segundo os bombeiros, uma das equipes atende um idoso que está sendo arrastado pela correnteza na região do Nova Lima, além de carros sendo arrastados na Via Parque.

ALERTA

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), há alerta vigente de tempestades, com chuva entre 30 e 60 mm/h e ventos intensos, de até 100 km/h, válido para toda a tarde de hoje.

Conforme alerta, por conta da tempestade, há risco de corte de energia elétrica, queda de árvores e alagamentos, além da possibilidade de queda de granizo.

A orientação é que a população não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Além disso, se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia.

Qualquer problema, os cidadãos devem entrar em contato com o Corpo de Bombeiros, pelo 193, ou a Defesa Civil, pelo telefone 199.

 

Correio do Estado

Foto: Divulgação

Outras Cidades

Uma residência foi destruída por incêndio, na manhã desta terça-feira (6), na Rua Rio Grande do Norte Vila Camillo Boni em Terenos. O fogo começou no quarto e se espalhou rapidamente. A casa estava vazia quando chamas começaram e ninguém se feriu 

Conforme apurou a reportagem, um adolescente de 16 anos chegou em casa durante a madrugada, após “bico” em uma lanchonete, e acendeu uma vela para não perder a hora do trabalho nesta manhã. Isto porque a energia elétrica da moradia estava suspensa por falta de pagamento.

Na manhã de hoje, ele foi trabalhar e esqueceu de apagar a vela. Os outros moradores também haviam saído. Vizinhos viram quando o fogo começou, acionaram o caminhão-pipa da prefeitura e começaram a retirar alguns móveis. Eles conseguiram retirar geladeira, mesa e colchões da casa.

O Corpo de Bombeiros de Campo Grande também foi chamado e quando chegou as chamas já haviam sido controladas.

DESESPERO

“Queimou a casa inteira e eu não sei o que minha mãe  vai fazer agora”. A declaração é de Kelli Cristina Bezerra de Moraes, de 23 anos, ao ver que a  casa de quatro cômodos, onde morava a mãe e o irmão dela ficou destruída.

No momento em que a reportagem estava no local, a proprietária da casa tinha ido até a delegacia registrar boletim de ocorrência sobre o caso. “É muito triste perder uma casa desse jeito”, finalizou a jovem.

Correio do Estado

Foto- MS News

Outras Cidades

O dono de um aviário sobreviveu a um grave acidente de trabalho ocorrido na manhã desta segunda-feira (29/10), no local conhecido como Travessão do Cinco, no município de Vicentina.

Luiz Vieira da Silva, conhecido como Lula, estava em cima do silo - com 17 toneladas de ração - quando a estrutura caiu.

O homem acabou desabando junto do local. Apesar do susto, o pé ficou sob a estrutura de aço. Ele sofreu fratura no pé direito, ferimento na canela direita e reclamava de dores nas costas.

O trabalhador foi socorrido pelo corpo de bombeiros de Fátima do Sul e encaminhado ao hospital da Sias. 

 

MS News

rvore centenária foi arrancada pela raiz com o vento - Foto: REPRODUÇÃO

Outras Cidades

O prefeito de Bandeirantes, Álvaro Urt (DEM), decretou estado de emergência no município que fica a 70 quilômetros de Campo Grande. Ontem a cidade foi atingida por um temporal com ventos de 110 km/h. Em pouco mais de 20 minutos a tempestade destelhou casas, derrubou árvores pela raiz e deixou 40% da localidade sem energia.

“Estamos trabalhando agora com a identificação dos imóveis atingidos e cadastrando as famílias afetadas. Há casas completamente destelhadas e todas as escolas estaduais estão sem aula. A área rural também foi bastante atingida”, relata o prefeito.

Segundo ele, a necessidade no momento é de voluntários para auxiliar as equipes do município no trabalho de rescaldo. “Não imaginávamos que ia ser nessa dimensão. Nunca tivemos algo assim na cidade. Destelhou o hospital e quebrou os vidros. Estamos trabalhando para recuperar as escolas que são sede das eleições. Precisamos de voluntários”.

Apesar de ceder um ginásio para aproximadamente 150 famílias que estão desabrigadas, não houve adesão dos moradores. A maioria decidiu ficar no imóvel ou se acolher na casa de parentes e amigos.

No momento equipes da Defesa Civil do Estado estão a caminho para dar apoio, fazer um balanço preciso e saber as demandas do município. A orientação é que a população continue fazendo o cadastro para receber o alerta no celular de possíveis temporais como este.

“Basta enviar um SMS para o número 40199 com o CEP da residência e já está cadastrado. Queremos implantar a cultura prevencionista no Estado”, assegurou o coordenador Estadual de Defesa Civil, tenente-coronel Fabio Santos Coelho Catarineli.

 

Correio do Estado

Advertisement