Dourados-MS,
BANNER 1 - Camra-15-09- (1000X90)

Movimento Pró-Santos questiona possíveis contratações do Peixe

Esporte
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O Movimento Pró-Santos emitiu uma nota nesta sexta-feira questionando os nomes especulados no clube. No texto, citam José Wellison (Atlético-MG), Laércio (Caxias), Thaciano (Grêmio), Matheusinho (América-Mg), além de Elias e Robinho, que estão sem clube. A preocupação do grupo é para que a condição financeira do clube não piore.

O texto lembra os balanços do Conselho Fiscal e as dívidas que o clube tem por contratações de reforços que ainda não foram pagas. Citando, inclusive, a possibilidade do afastamento do presidente José Carlos Peres por gestão temerária.

Outra lembrança apontada na nota é o fato do Santos não poder inscrever novos reforços, justamente por conta de uma dívida. O Peixe ainda deve o Hamburgo por conta da contratação do zagueiro Cléber Reis. Os valores atuais giram em torno de R$ 30 milhões.

Isso tudo sendo que na gestão que realizou a venda mais cara da história do clube. Rodrygo foi vendido ao Real Madrid em junho de 2018, por 45 milhões de euros (R$ 193 milhões, na cotação da época), dos quais o Peixe recebeu 80% (R$ 172 milhões).

O Movimento Pró-Santos é formado por torcedores, sócios e conselheiros do Santos com o intuito diminuir a fragmentação política no clube, cobrar e fiscalizar as gestões. Confira o texto completo aqui!