Dourados,MS
The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Botafogo tropeça na estreia do Carioca empatando com a Portuguesa-RJ

Botafogo tropeça na estreia do Carioca empatando com a Portuguesa-RJ
16/01/2018 -

Com um gol marcado por Marcos Vinicius nos acréscimos, o Botafogo escapou de ser derrotado pela Portuguesa-RJ na sua partida de estreia no Campeonato Carioca, nesta terça-feira, no estádio Nilton Santos.. O Alvinegro de General Severiano chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas conseguiu reagir no segundo tempo e igualar em 2 a 2. Brenner, de pênalti, marcou o outro gol da equipe. A Portuguesa-RJ saiu na frente com dois gols de Sassá, o segundo em falha clamorosa do goleiro Jefferson.

Foi uma estreia decepcionante para o treinador Felipe Conceição que viu seu time cometer muitos erros no primeiro tempo e sair vaiado pela torcida. O time melhorou na segunda etapa, enquanto a Lusa da Ilha do Governador recuou para manter o resultado e acabou castigado no fim do jogo. Com o resultado, as duas equipes somaram seu primeiro ponto no Grupo C.

Na próxima rodada, o Botafogo vai enfrentar o Fluminense, no Maracanã, enquanto a Portuguesa-RJ receberá o Madureira, na Ilha do Governador

O jogo – Como era de se esperar, o Botafogo começou a partida no ataque. E logo no primeiro minuto, Gilson investiu pela esquerda e cruzou para Brenner que chegou atrasado. A Portuguesa-RJ não se assustou e tentava chegar na área alvinegra com lançamentos para os atacantes Alexsandro e Romarinho. Aos nove minutos, a Lusa marcou o primeiro gol. Após cobrança de escanteio, Alexandro desviou de cabeça , Luan tocou e Sassá, livre, chutou para marcar o primeiro gol da competição.

O Botafogo demorou a se recuperar e levou quatro minutos para chegar na área da Portuguesa-RJ. Aos 13 minutos, Pimpão recebeu da esquerda e tentou lançar para Brenner, mas o goleiro Milton Raphael saiu para ficar com a bola.
O time comandado por Felipe Conceição encontrava muita dificuldade para organizar o ataque e a torcida mostrava sinais de irritação. Aos 20 minutos, após jogada confusa na área, Gilson apanhou o rebote e bateu cruzado. A bola desviou na zaga e saiu para escanteio. Aos 23 minutos, após cobrança de escanteio, Joel Carli cabeceou, a bola desviou na zaga e saiu outra vez

Aos 26 minutos foi a vez do meia Leo Valencia se aproveitar do erro da defesa da Portuguesa-RJ para dominar e chutar forte, mas a bola saiu. O Alvinegro seguiu pressionando e criou a melhor chance aos 29 minutos. Gilson cruzou da esquerda e Brenner, na pequena área, cabeceou em cima de Milton Raphael que conseguiu fazer a defesa. Aos 35 minutos, a Portuguesa-RJ ampliou. Sassá recebeu na entrada da área e chutou cruzado. Jefferson tentou a defesa e falhou ao tentar rebater, colocando a bola nas suas redes. Depois do lance, o goleiro se desculpou pelo erro e foi aplaudido pela torcida. Aos 38 minutos, o estreante Luiz Fernando tentou arriscar de longe e mandou a bola longe, arrancando vaias da torcida. O Botafogo ainda sofreu outro susto aos 42 minutos. Cássio cobrou lateral, Marcão cabeceou e Romarinho bateu por cima do travessão. E a torcida vaiou muito no final do primeiro tempo.

Com lesão na panturrilha, o zagueiro Joel Carli não voltou para o segundo tempo. Marcelo entrou na vaga do argentino. Aos quatro minutos, Romarinho recuperou a bola na intermediária e mandou a bomba, mas Jefferson fez grande defesa e evitou o terceiro gol. Aos oito minutos, o Botafogo marcou o primeiro gol. Após cruzamento na área, Romarinho colocou a mão na bola e o árbitro marcou pênalti. Brenner bateu com categoria e anotou o primeiro gol.

Empolgado com o gol, o time de General Severiano partiu para buscar o empate. Aos 11 minutos, Gilson cruzou e Milton Raphael saiu com segurança para socar a bola e evitasse a chegada de Brenner. Aos 16 minutos, Milton Raphael voltou a brilhar. O goleiro da Portuguesa-RJ evitou o empate ao defender cabeçada de Luiz Fernando.
Depois da parada técnica, a torcida alvinegra vibrou quando o técnico Felipe Conceição chamou o jovem atacante Ezequiel para entrar no jogo. Rodrigo Pimpão saiu vaiado.

A pressão alvinegra aumentou e ao tentar afastar da área, Jonathan acabou desviando para seu gol e Milton Raphael fez outra grande defesa, colocando para escanteio. A Portuguesa-RJ desistiu de atacar e se concentrou na entrada da sua área para defender o resultado. O Botafogo usou todas as cinco alterações a que tinha direito para aumentar a força do ataque, mas a Lusa se defendia bem para evitar a penetração do ataque alvinegro. Aos 49 minutos, na última jogada da partida, após confusão na área, Marcos Vinicius bateu para o gol e evitou a derrota na estreia.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 2 PORTUGUESA-RJ

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 16 de janeiro de 2018, terça-feira
Hora: 21h30 (de Brasília)
Público: 4055 pagantes
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Gilbert Sisquin e Luiz Antonio de Oliveira
Cartão Amarelo: João Paulo(Bota);Marcão, Cássio, Jonathan(Port)
Gols:
BOTAFOGO: Brenner, aos oito minutos e Marcos Vinicius aos 49 minutos do segundo tempo
PORTUGUESA-RJ: Sassá, aos nove e 35 minutos do primeiro tempo

BOTAFOGO: Jefferson, Arnaldo, Joel Carli(Marcelo), Igor Rabello e Gilson; Matheus Fernandes(Rodrigo Lindoso), João Paulo, Luiz Fernando(Lucas Campos) e Leo Valencia(Marcos Vinicius); Rodrigo Pimpão(Ezequiel) e Brenner.
Técnico: Felipe Conceição

PORTUGUESA-RJ: Milton Raphael; Cássio, Luan, Marcão e Diego Maia; Muniz(Abuda), Jhonnatan e Maicon Assis(Philip); Sassá(Rayllan), Alexsandro e Romarinho(Manteiga)
Técnico: João Carlos Ângelo

Gazeta Esportiva