Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

Brasil bate Turquia e chega à terceira vitória seguida na Liga das Nações

Brasil chegou a três vitórias e uma derrota na Liga das Nações (Foto: Divulgação/CBV)

Vôlei
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Nesta terça-feira, a Seleção Brasileira feminina de vôlei mostrou já ter superado, de fato, a derrota para a Alemanha na estreia da Liga das Nações. Com bom desempenho tático e bom volume de jogo, as comandadas de Zé Roberto Guimarães dominaram a até então invicta seleção da Turquia, venceram por 3 sets a 1 e chegaram à terceira vitória seguida na competição. Em meio ao bom trabalho coletivo, destaque para a atuação da oposta Tandara, que, com 22 pontos, comandou as ações de ataque enquanto esteve em quadra.

Em Ancara, capital da Turquia, o Brasil dominou as donas da casa no primeiro set e venceu com alguma facilidade: 25 a 17. Com ótima atuação defensiva, suportou as investidas turcas no segundo set e, crescendo na reta final, ampliou a contagem, com parcial de 25 a 19. O terceiro set foi o mais disputado e quem levou a melhor foram as turcas, vencendo por 25 a 23. O quarto, e último, set também começou disputado, mas o Brasil voltou a controlar as ações e confirmou o triunfo com 25 a 21 no placar.

Com a vitória, as brasileiras chegaram a nove pontos na classificação geral e encostaram nas seleções que lideram. Nesta quarta, enfrentam a Argentina, novamente em Ancara, em partida com início previsto para as 8h (no horário de Brasília). A Turquia, por sua vez, com oito pontos, mede forças com a República Dominicana, a partir das 11h.

Brasil chegou a três vitórias e uma derrota na Liga das Nações (Foto: Divulgação/CBV)
O Jogo

Fora a desatenção no primeiro ponto, o Brasil começou bem a partida, explorando, sobretudo, os ataques de Adenízia e Tandara, que ajudaram a abrir 10 a 6 de frente no placar e forçaram o técnico adversário a pedir o primeiro tempo do jogo. As turcas tentaram equilibrar as ações, mas tiveram dificuldades para recepcionar saques e pararam no bloqueio verde e amarelo mais de uma vez.

Taticamente, o time comandado por Zé Roberto foi superior em relação às donas da casa durante o primeiro set. Se atrapalhando para devolver as bolas, a Turquia não conseguiu recuperar a desvantagem, que foi aumentando até as brasileiras fecharem em 25 a 17 e abrirem 1 a 0 na contagem. Pela direita, Tandara continuou sendo o pesadelo das anfitriãs.

O segundo set começou mais parelho, mas não demorou muito para que as brasileiras voltassem a envolver as turcas, construindo nova vantagem no marcador. Tandara seguiu implacável. E foi com o saque da camisa 16, somados a mais erros das adversárias, que a seleção disparou na frente, 10 a 4.

Porém, uma série de erros colocou a Turquia de volta no jogo. A seleção da casa aproveitou as brechas e igualou o marcador em 17 a 17. Com a melhora das rivais, Suelen também começou a se destacar. Com defesas importantes, a líbero ajudou o Brasil a se manter na frente, mesmo com o placar apertado. O time cresceu na reta final e fechou o segundo set em 25 a 19.

As turcas voltaram melhores para o terceiro set. Zé Roberto foi obrigado a pedir tempo logo no começo, quando o placar já se encontrava 6 a 2 para as europeias, que ampliaram para 8 a 3 na sequência. No entanto, as brasileiras reagiram e encostaram no placar, trazendo a diferença para um ponto até empatarem em 10 a 10. A virada não tardou a acontecer, 12 a 11.

O equilíbrio tomou conta do confronto e a disputa passou a ser ponto a ponto. A Turquia virou para 19 a 17. Tandara voltou para a quadra e manteve o Brasil no jogo, 21 a 21. As donas da casa, porém, abriram boa vantagem e chegaram ao triplo macth point, com 24 a 21 no placar. As brasileiras não desistiram e diminuíram para 24 a 23. Porém, pecaram na hora de empatar e perderam o terceiro set: 25 a 23.

O quarto set continuou na mesma pegada do terceiro: ponto a ponto. Porém, o time de Zé Roberto Guimarães voltou a dominar as adversárias e conseguiu abrir boa vantagem, que chegou a ser de 18 a 12. As turcas voltaram a encostar no placar, mas não conseguiram empatar, perdendo por 25 a 21 e confirmando a vitória verde e amarela nesta terça-feira, por 3 sets a 1.

 

Gazeta Esportiva