Dourados-MS,
CMD-2

O São Paulo é o terceiro do Campeonato Brasileiro. O Tricolor paulista assumiu a posição depois de derrotar o Fortaleza fora de casa na noite deste domingo (12) por 1 a 0. O gol foi marcado pelo volante Hernanes.

 

O tento que garantiu o triunfo dos paulistas saiu aos 31 minutos da etapa final. Antony achou Hudson, que rolou para o volante bater no canto do goleiro do time cearense para a decepção da maioria dos 40,8 mil torcedores no estádio Castelão.

O São Paulo chega aos 10 pontos em 4 jogos, mas leva desvantagem no saldo de gols para Palmeiras e Santos. Já o Fortaleza é o 16º colocado com 3 pontos.

Na próxima rodada o São Paulo recebe o Bahia no estádio do Morumbi, enquanto o time cearense visita a Chapecoense na Arena Condá.

O Santos fez valer o mando de campo e derrotou o Vasco por 3 a 0 na tarde deste domingo (12) pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado da partida, realizada no Pacaembu, em São Paulo, coloca o Peixe entre os primeiros colocados, enquanto o time carioca segue na lanterna.

Diego Pituca, Rodrygo e Soteldo marcaram na vitória do alvinegro paulista diante de 12,9 mil torcedores.

O Santos sobe momentaneamente para a 2ª colocação, com 10 pontos. Já o Vasco somou apenas 1 ponto em 4 jogos e aposta na chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo para se recuperar.

Na próxima rodada o Santos volta ao Pacaembu para enfrentar o Palmeiras, mas desta vez como visitante. Já os alvinegros do Rio recebem o Avaí no estádio de São Januário.

Jogando no estádio La Bombonera em Buenos Aires, esta noite (09) O Atlético-PR perdeu por 2 a 1 para o Boca Juniors, encerrando a fase de classificação da Libertadores da América.

 

Com o resultado, o Boca passou a liderar o grupo G com 11 enquanto o Athletico ficou com nove, em segundo. Os dois clubes vão conhecer seus rivais nas oitavas de final na próxima segunda-feira, em sorteio a ser realizado pela Conmebol.

Não foi tão fácil, mas o Flamengo conteve o ataque do Peñarol, esta noite (08) no Uruguai e, apesar do empate fraco em 0 a 0 o time está com a vaga garantida nas oitavas de final da Libertadores.

Durante a partida, mesmo perdendo muitas oportunidades de gol, o Flamengo conseguiu manter pelo menos a qualidade defensiva, evitando uma possível imponência do Peñarol.

Mas a partida teve seus momentos de tensão. No segundo tempo Pará foi expulso pelo segundo cartão amarelo, no entanto, a defasagem foi controlada pelo time.

Enfim, o empate garantiu ao Flamengo o primeiro lugar do Grupo D, também empatado em 10 pontos de LDU e Peñarol, mas levando a vantagem com o melhor saldo de gols.

A Federação de Futebol da França (FFF) anunciou nesta sexta-feira que a Comissão Disciplinar puniu Neymar com três jogos de suspensão pelo soco que deu num torcedor depois da final da Copa da França, em 27 de abril passado, quando o Paris Saint-Germain perdeu nos pênaltis para o Rennes. A sanção começa a valer somente a partir da próxima semana, deixando o brasileiro liberado para entrar em campo pela última vez na temporada no sábado que vem, contra o Angers, pela 36ª e antepenúltima rodada do Campeonato Francês.

Neymar ficará fora das duas rodadas finais da competição nacional, diante do Dijon, em casa, e Reims, fora, e da Supercopa da França, em 3 de outubro, na China. O PSG anunciou que vai recorrer da punição por considerar severa demais, justificando a reação do craque pela provocação do torcedor a ele e outros jogadores do time. Em desacordo com a reação do clube, o técnico Thomas Tuchel disse em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira que é preciso aceitar a sanção.

Nesta sexta-feira, Neymar também apresentou recurso contra a suspensão de três partidas na Liga dos Campeões da próxima temporada, anunciada pela Uefa em 26 de abril passado.

O atacante foi punido por insultar a arbitragem em sua conta do Instagram depois da marcação do pênalti com auxílio do VAR que determinou a eliminação do PSG da Champions pelo Manchester United. Lesionado na época, o brasileiro assistiu à partida nas tribunas do Parque dos Príncipes.

A data para avaliação final da sanção ainda não foi marcada.

Foi tranquila a vitória do Grêmio por 2 a 0 sobre o Universidad Católica, esta noite (08) em Porto Alegre. O resultado garantiu ao time a sua vaga nas oitavas de final da Libertadores da América.

Quem abriu o placar foi o meia Alisson aos 22 minutos do primeiro tempo. No segundo tempo aos 30 minutos, foi a vez de Thaciano ampliar para o azulão.

Pela frente – O adversário nas oitavas de final segue indefinido. As disputas ocorrem após a Copa América. Os possíveis adversários são Inter, Cruzeiro, Cerro Porteño e Libertad.

O Internacional empatou nesta terça-feira com o River Plate por 2 a 2 no Monumental de Núñez pela última rodada do Grupo A da Libertadores. Após um primeiro tempo equilibrado, o Colorado retornou melhor na etapa final e chegou a estar na frente do placar, porém permitiu a igualdade nos acréscimos após falha do goleiro Marcelo Lomba. Rafael Sobis marcou duas vezes para o Inter, enquanto para os argentinos fizeram Álvarez e Lucas Pratto.

Com o resultado, o Internacional terminou em primeiro lugar na chave com 14 pontos. Agora os gaúchos ficam na torcida por outros resultados para terminar com a segunda melhor campanha da competição. E o River finalizou com 10 pontos na segunda colocação.

Agora o Internacional aguarda o sorteio no dia 13 de maio, na sede da Conmebol, para definir o seu adversário nas oitavas de final. Pelo Brasileirão, os gaúchos voltam a campo no domingo quando recebem o Cruzeiro, às 16h (de Brasília), no Estádio Beira-Rio.

O Jogo

VEJA TAMBÉM

Palestino vence Alianza Lima e garante vaga na Copa Sul-Americana

7 de maio de 2019 23:23:15

O Inter foi a campo sem D´Alessandro, Edenílson e Patrick, que estão pendurados com dois cartões e ficaram no banco de reservas. Já Marcelo Gallardo poupou a dupla de zaga e não teve o atacante Borré, que está suspenso.

O começo de partida por parte dos dois times foi muito estudado. O Colorado ficou postado na defesa e apostou nas jogadas de contra-ataque. Por sua vez, os donos da casa tomaram a iniciativa, porém sem profundidade.

Passado mais de 20 minutos e nenhuma oportunidade clara de gol. Aos 23, Ferreira cobrou a barreira e tentou colocar no ângulo, mas a bola saiu. Aos 27, Lindoso fez lançamento precioso para Nico López, que arrancou em velocidade e chutou. Armani fez grande defesa. A resposta do River veio no minuto seguinte, Pratto recebeu na área e chutou. Lomba brilhou. No rebote, Álvarez cabeceou, mas Moledo tirou em cima da linha.

Em um vacilo da defesa vermelha, os mandantes abriram o placar. Aos 34, Palacios deu um lençol em Dourado e lançou Álvarez. O atacante encobriu o goleiro Marcelo Lomba. Na origem do lance a arbitragem deixou de marcar impedimento. Aos 39, Angileri arrancou em velocidade e tocou para Pratto, que deixou a bola chegar a De La Cruz. O camisa 11 chutou, mas Lomba segurou. Aos 42, Angileri tocou para Álvarez que encontrou Pratto. O centroavante tentou encobrir o arqueiro, mas mandou para fora.

Se aproveitando de um lance de esperteza, aos 44, em falta cobrada por Iago, Lindoso encontrou Rafael Sobis que chutou do meio da rua e deixou tudo igual.

No retorno do segundo tempo, o River imprimiu mais intensidade para tentar pular na frente do marcador. Enquanto o Inter manteve a proposta de especular jogadas de velocidade com Parede e Nico López. Aos 06, Iago avançou pela esquerda e cruzou para Nico, que chutou. A bola desviou e saiu.

Que perigo! Aos 09, Moledo errou e a bola sobrou para De La Cruz, que acionou Pratto. O centroavante limpou e buscou o ângulo esquerdo de Lomba, mas saiu. Aos 11, Nico cobrou falta na área. Moledo é derrubado por Lollo na área e o árbitro apitou penalidade em favor do Colorado. Aos 13, Rafael Sobis chutou no canto direito de Armani, que voou, mas não defendeu.

Bem melhor no jogo, os visitantes assustaram a meta de Armani. Aos 20, Rafael Sobis ajeitou e Nonato chegou batendo. A bola desviou e quase entrou. As mudanças feitas pelo comandante do River não surtiram efeito. Aos 27, Nonato tocou para Nico, que cruzou para Lindoso. O volante chutou errado. A bola ainda ficou com Nico que, sem ângulo, soltou a bomba. Armani defendeu. Aos 28, De La Cruz recebeu na entrada da área e chutou. A bola tirou tinta do gol de Lomba.

Ovacionado pela torcida, aos 40, D´Alessandro entrou para a saída de Nico López. Nos acréscimos Pottker arrancou em velocidade, invadiu a área e chutou, mas a bola saiu. Aos 47, depois de um cruzamento na área, Lomba falhou feio e soltou no pé de Pratto que não desperdiçou.

Ficha Técnica

River Plate 2 X 2 Internacional

Local: Estádio Monumental de Núñez, na Argentina-ARG

Data: 07 de maio (terça-feira)

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Piero Maza-CHI

Assistentes: Alejandro Molina-CHI e Edson Cisternas-CHI

Cartão amarelo: Lollo, Lucas Pratto (River Plate), Rodrigo Moledo (Inter), Victor Cuesta (Inter)

Gols: Álvarez (River Plate), aos 34 minutos, Rafael Sobis (Internacional), aos 44 minutos do primeiro tempo, Rafael Sobis (Internacional), aos 13 minutos e Lucas Pratto (River Plate), aos 47 minutos do segundo tempo.

River Plate: Armani; Mayada, Rojas, Lollo e Fabrizio Angileri; Zuculini (Enzo Pérez), Palacios (Carrascal), Ferreira (Fernández) e Nicolás De La Cruz; Álvarez e Lucas Pratto. Técnico: Marcelo Gallardo

Internacional: Marcelo Lomba, Zeca, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago, Rodrigo Dourado, Lindoso, Nonato (Patrick) e Guilherme Parede, Nico López (D´Alessandro) e Rafael Sobis (Pottker). Técnico: Odair Hellmann

Mais Artigos...