Dourados-MS,
Natal_Todos

O Palmeiras venceu o Avaí por 2 a 1 na noite deste domingo (27) pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, em Florianópolis. Mas além do time catarinense, o Verdão precisou superar a forte chuva que castigou o estádio da Ressacada.

Os gols do time paulista foram marcados por Deyverson e Gustavo Scarpa. João Paulo fez para os catarinenses.

Com o resultado, o Palmeiras chega aos 57 pontos, abrindo 5 pontos do 3º colocado Santos, mas longe do líder Flamengo. Já o Avaí segue na lanterna do Brasileirão, com 17 pontos, cada vez mais próximo da Série B.

Na próxima rodada o Palmeiras recebe o São Paulo no Allianz Parque, enquanto o time catarinense recebe o Fortaleza na Ressacada.

O Flamengo venceu seu 21º jogo no Campeonato Brasileiro neste domingo (27). Sem grande atuação, o Rubro-negro fez o suficiente para bater o CSA por 1 a 0 no Maracanã e seguir a passos largos para o título.

 

O meia Arrascaeta fez logo no início da partida o único gol, garantindo mais três pontos para o líder da competição nacional.

Na próxima rodada o Flamengo visita o Goiás no estádio Serra Dourada, em Goiânia, enquanto o CSA tem o Corinthians pela frente no Rei Pelé, em Maceió.

A rodada do Brasileirão começou no sábado com Ceará 1x1 Vasco, Corinthians 0x0 Santos, Bahia 2x3 Internacional, Fluminense 1x1 Chapecoense e Cruzeiro 1x1 Fortaleza. No domingo também teve Grêmio 3x0 Botafogo, São Paulo 2x0 Atlético Mineiro, Athletico Paranaense 4x1 Goiás e Avaí 1x2 Palmeiras.

Confira abaixo a classificação do Brasileirão após 28 rodadas

1º Flamengo – 67 pontos
2º Palmeiras – 57
3º Santos – 52
4º São Paulo – 49
5º Internacional – 45
6º Corinthians – 45
7º Grêmio – 44
8º Athletico Paranaense – 42
9º Bahia – 41
10º Goiás – 38
11º Vasco – 38
12º Atlético Mineiro – 35
13º Botafogo – 33
14º Fortaleza – 32
15º Ceará – 30
16º Fluminense – 30
17º Cruzeiro – 29
18º CSA – 26
19º Chapecoense – 18
20º Avaí – 17

A Fifa confirmou na manhã de hoje, 24 de outubro, que o Mundial de Clubes de 2021 será realizado na China e terá a inédita participação de 24 clubes de todos os continentes.

A decisão ocorreu na reunião do Conselho da entidade em Xangai.

O plano para a implementação de de uma nova Copa do Mundo de Clubes foi aprovado em uma reunião do Conselho da FIFA em Miami, em março, e a indicação da China aguardava apenas a confirmação.

O reformulado torneio, passaria a ocorrer de quatro em quatro anos entre junho e julho, substituindo no calendário a Copa das Confederações, disputada sempre um ano antes do Mundial de seleções.

As edições de 2019 e 2020 da Copa do Mundo de Clubes serão ambas realizadas no mês de dezembro no Catar, ainda com a habitual presença de seis times representando seus respectivos continentes (além de uma equipe local), com a grande final sendo jogada em Doha. (Com informações G1)

Flamengo e Grêmio fazem o segundo jogo da semifinal da Copa Libertadores hoje (23), às 20h30, no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). O embate vale uma vaga na grande final do torneio continental. Quem passar terá pela frente o River Plate, que ontem, mesmo derrotado pelo Boca Juniors, se garantiu na final.

No duelo da ida, no Rio Grande do Sul, no dia 2 de outubro, empate por 1 a 1 e quem ganhar agora se classifica, sendo que novo 1 a 1 forçará a disputa de pênaltis. Empate sem gols serve aos flamenguistas, pois os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate. Pelo mesmo motivo, empates a partir de 2 a 2 beneficiam os gaúchos.

Em termos de escalação o time rubro-negro aguarda pela recuperação do lateral-direito Rafinha, que se submeteu a uma cirurgia para correção de uma fratura no aro zigomático, o osso da bochecha, e do meia uruguaio De Arrascaeta, que se submeteu a uma artroscopia para correção de problema no ligamento colateral medial e do menisco medial direito. O primeiro, se for vetado, cede o posto a Rodinei. O segundo, se relacionado, começará no banco.

A provável escalação da equipe carioca deve ser Diego Alves, Rafinha (Rodinei), Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro e Vitinho; Bruno Henrique e Gabigol.

GRÊMIO – Em clima de decisão, o Grêmio finalizou sua preparação para o duelo contra o Flamengo.

Já na saída para o treinamento no CT do Fluminense, às 13h30, dezenas de torcedores aguardavam a passagem dos jogadores em direção ao ônibus, ao lado do hotel Laghetto, onde o plantel está concentrado.

No CT, o técnico Renato Portaluppi comandou um trabalho com os portões fechados à imprensa, pelo menos na primeira parte. Quando o acesso foi permitido, o grupo participava do tradicional recreativo que antecede os jogos, sem indicativo de time titular. As ausências ficaram por conta de Maicon e Jean Pyerre, que apenas corriam em volta do gramado, e Luan, que está fora do jogo.

A provável escalação do time gaúcho deve ser Paulo Victor, Léo Moura, Pedro Geromel, Walter Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Matheus Henrique, Thaciano (Michel), Alisson e Everton; Diego Tardelli.

A Ferroviária derrotou o Cerro Porteño por 2 a 1 no final da noite de quinta (24) e se classificou para a final da Copa Libertadores de futebol feminino em partida realizada no Equador, sede da competição.

A equipe brasileira saiu na frente. Aos 12 minutos do primeiro tempo Nathane tocou para o fundo do gol após aproveitar rebote de chute de Aline Milene dado pela goleira Saleb.

Porém, a equipe paraguaia empatou aos 30 minutos em gol em cobrança de pênalti.

Mas a Ferroviária não desanimou e conseguiu marcar o gol da vitória aos 15 mintos do segundo tempo. Aline Milene acertou um belo chute para dar números finais ao confronto.

Adversário na final

O adversário da Ferroviária na final da Libertadores feminina sairá do jogo entre Corinthians e América de Cali, da Colômbia, que acontece nesta sexta (25) a partir das 21h30 (horário de Brasília).

O Flamengo atropelou o Grêmio, no jogo desta noite (23) no Maracanã, e garantiu a sua vaga na final da Taça Libertadores da América. Depois de terminar o primeiro tempo com apenas um gol, o time voltou do intervalo empolgado e cravou uma goleada de 5 a 0 no rival gaúcho.

Quem abriu o placar foi Bruno Henrique aos 48 minutos de jogo, após receber passe de Paulo Victor. Já no comecinho do segundo tempo foi a vez de Gabigol marcar. Antes mesmo dos 10 minutos do segundo período, Bruno Henrique sofreu pênalti e sobrou para o atacante cobrar.

Gabigol mandou no canto e fez o seu segundo gol na partida. Aos 21 minutos foi a vez de Arrascaeta fazer o dele e, por último, Rodrigo Caio inteirou o quinto gol do rubro-negro na partida. O excelente resultado garantiu a vaga do Flamengo na final no campeonato. Pela frente o time vai encarar o River Plate, da Argentina, na decisão da Libertadores.

A torcida lotou a La Bombonera nesta quarta-feira e fez grande festa, mas não foi suficiente para o Boca Juniors ficar com a vaga na final da Libertadores. Os mandantes derrotaram o Boca Juniors por 1 a 0, com gol marcado por Hurtado, no jogo de volta da semifinal da competição continental. No entanto, os Millonarios avançaram à decisão, já que venceram a partida de ida por um gol a mais.

O Boca Juniors pressionou e teve as melhores chances de gol no jogo, porém só conseguiu furar a defesa do River Plate aos 34 minutos da segunda etapa. Os visitantes, inclusive, estiveram irreconhecíveis tecnicamente e pouco conseguiram criar em campo.

A partida teve uma presença brasileira: Wilton Pereira Sampaio foi o responsável por apitar o clássico decisivo, sendo auxiliado por Fabrício Vilarinho e Rodrigo Corrêa. O árbitro teve que postergar o início do jogo, já que a quantidade excessiva de papéis picados no gramado tornava o futebol impraticável.

Com a vaga garantida na final, o River Plate agora aguarda a definição do seu adversário na grande decisão da Libertadores. Na quarta-feira, o Flamengo recebe o Grêmio, no Maracanã, às 21h30. Na partida de ida, as equipes brasileiras ficaram em um empate por 1 a 1.

O jogo – A primeira chance da partida foi do Boca Juniors. Impulsionado pela torcida, o time chegou após cruzamento de Buffarini na área. Almendra desviou de cabeça e a bola sobrou para Ábila, que finalizou forte na rede pelo lado de fora. Aos 21 minutos, os mandantes balançaram as redes, mas o gol foi anulado. Isso porque a bola desviou na mão de Más antes de sobrar para Salvio marcar.

O único chute no gol do River nos 45 minutos iniciais foi em uma cobrança de falta da intermediária na qual Fernández tentou surpreender Andrada, que estava adiantado. No entanto, o goleiro voltou à meta e fez a defesa. No último lance de perigo do primeiro tempo, Enzo Pérez tentou cortar uma bola dentro da área e mandou contra o próprio gol. Armani mostrou reflexo para defender.

O Boca Juniors foi para o abafa na segunda etapa e quase marcou. Ábila escorou lançamento por cima da zaga para Mac Allister, que pega de primeira e a bola passa rente à trave direita. O jogo ficou sem ter chances de gol até os 34 minutos, quando Mac Allister cruzou a bola na área, Zárate desviou de cabeça e Hurtado apareceu na segunda trave para empurrar para as redes.

O Boca tentou marcar o segundo gol em bolas alçadas na área e quase foi às redes novamente. Primeiro, Más testou e a bola foi rente à trave direita. No fim, Lisando López cabeceou no canto esquerdo e Armani caiu para fazer a defesa e garantir o River na final da Libertadores.

Mais Artigos...