Dourados-MS,
Anuncie_aqui

Conselho Deliberativo do Corinthians promete solicitar nos próximos dias uma reunião extraordinária para que o presidente do clube, Andrés Sanchez, esclareça dúvidas que estão em discussão dentro do Parque São Jorge desde a última sexta-feira e até agora sem repostas.

A questão principal é que o mandatário foi enfático ao afirmar que o Corinthians, a partir de agora, só tem dívida sobre a Arena com a Caixa Econômica Federal. A declaração foi feita com um documento em punho, o qual Andrés garantiu ser o acordo de quitação com a Odebrecht.

Horas depois, a construtora confirmou, em nota oficial, que havia chego a um consenso com a diretoria alvinegra sobre questões pendentes ao estádio de Itaquera.

Porém, há um mês, diante dos conselheiros corintianos, Andrés explicou que apesar do acordo com a Odebrecht, restaria aproximadamente R$ 160 milhões a se pagar. O valor é referente ao empréstimo feito junto a construtora antes da liberação do repasse do BNDES.

Os órgãos internos e fiscalizadores do Corinthians querem saber o que foi costurado por Andrés Sanchez com a Odebrecht e entender se realmente o clube não terá mais essa pendência a pagar e ou se a situação não é exatamente essa, como desconfia-se internamente.

As finalizações têm sido um dos problemas do Botafogo no Campeonato Brasileiro. Depois de melhorar o poderio ofensivo nas últimas rodadas, o time voltou a criar pouco diante do Ceará e os números finais da partida acendem um alerta: apenas dois chutes a gol.

Foi o pior desempenho do ataque alvinegro nas 19 partidas do Brasileirão. Antes, o pior saldo havia sido no clássico diante do Vasco, pela 7ª rodada, com seis chutes contra a meta defendida por Sidão.

Luiz Fernando, no primeiro tempo, e Leo Valencia, na etapa final, foram os autores das finalizações, ambas para fora. Ao fim da partida, o atacante reconheceu a baixa produtividade, mas destacou o ponto conquistado fora de casa.

"Sabemos disso, sabemos que eles viriam com tudo, jogamos fechados, tivemos só duas oportunidades, uma minha e outra do Valencia. Se a gente não ganhar, também não vamos perder".


- Sabemos que jogar aqui é difícil, um ponto importante que lá na frente vai nos ajudar. Poderíamos dar mais na partida, mas levamos um ponto para o Rio e vamos descansar para o jogo de sábado, contra o São Paulo, em casa - disse Luiz Fernando.

No primeiro turno, nenhum time teve menos de duas finalizações em uma partida. Mas Cruzeiro (1ª rodada, contra o Flamengo) e Palmeiras (17ª rodada, contra o Flamengo) também só chutaram duas vezes a gol.

Diego Souza, que havia balançado as redes nas duas últimas partidas (Atlético-MG e Inter), pouco apareceu contra o Ceará. O centroavante considerou o resultado bom, considerando a apatia do Alvinegro no ataque.

- Jogo muito difícil. Não tivemos uma boa atuação, mas pelo o que nós criamos e pelo o que foi o jogo, acho que esse ponto foi legal. O extracampo é ruim, mas não estamos deixando isso passar para dentro das quatro linhas. A gente se dedica e procura sempre a melhor pontuação para botar o Botafogo no lugar que ele merece. Não encaixou como a gente queria, mas conseguimos segurar o empate. Se o barroca precisar e optar por me usar como meia, vou estar à disposição - afirmou Diego após a partida.

Depois de Botafogo, Cruzeiro e Palmeiras, os times com menos finalizações em um jogo foram:

3 chutes a gol: Cruzeiro (5ª rodada, contra o Fluminense), Corinthians (9ª rodada, contra o Santos), Santos (15ª rodada, contra o Cruzeiro) e São Paulo (16ª rodada, contra o Vasco);
4 chutes a gol: Grêmio (2ª rodada, contra o Avaí), CSA (4ª e 10ª rodadas, contra Avaí e Corinthians, respectivamente) e Fluminense (11ª rodada, contra o Vasco).

O Costa Rica perdeu para o Cuiabá por 2 a 1 na Arena Pantanal em Cuiabá (MT) na noite desta quarta-feira (11) em partida válida pelas quartas de finais da Copa Verde. O primeiro duelo entre as duas equipes no estádio Laertão na última quarta-feira (04) em Costa Rica, cidade a 346 quilômetros de Campo Grande, ficou em 1 a 1.

O Cuiabá foi quem saiu na frente com dois gols e o Costa Rica diminui aos 29 minutos do segundo tempo. O time de Mato Grosso do Sul ainda teve uma bola na trave aos 31 minutos da etapa final que poderia dar o empate à “Cobra do Norte”.

A equipe cuiabana saiu na frente aos 5 minutos do primeiro tempo com Marino que abre o placar após uma assistência dentro da área.

A bola chega a bater na za antes de entrar. O segundo do “Dourado” foi do atacante Escudero aos 4 minutos da etapa final. O argentino bateu forte no canto após um passe dentro da área. Kanu diminuiu com um belo gol aos 29 minutos em um chute de fora da área.

No jogo que marcou a estreia de Mano Menezes na lideranão do Palmeiras, o grande destaque foi mesmo o atacante Luiz Adriano. O jogador foi o autor dos 3 gols da vitória do time, sobre o Fluminense, na noite desta terça-feira (10) no Allianz Parque em jogo pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro de futebol.

O verdão abriu o placar ainda aos 8 minutos do primeiro tempo, quando Luiz Adriano aproveitou o rebote da bomba que Diogo Barbosa mandou na trave do time adversário.

Inspirado, o jogador ainda marcou o seu segundo em campo e para o time aos 12 minutos do segundo tempo ao aproveitar passe preciso de Dudu. Mas logo em seguida aos 17 minutos ele ainda fez mais um e de cabeça.

O Fluminense saiu de campo sem marcar nenhum gol, ainda na zona de rebaixamento com apenas 15 pontos. Já o Palmeiras está com 36 pontos na 3ª colocação da tabela.

Terminou em 1 a 1 a partida entre São Paulo e CSA que aconteceu neste domingo (15), no Estádio do Morumbi, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Héctor Bustamante abriu o placar para a equipe alagoana e Reinaldo empatou no fim para os mandantes.

O São Paulo finalizou 32 vezes, sendo apenas seis em direção ao gol. Apesar do grande número de chutes, o time comandado por Cuca não demonstrou organização e teve dificuldade para criar com troca de passes.

Com o resultado, o São Paulo foi a 32 pontos, ultrapassando o Corinthians e chegando na quinta posição, porém perdendo a chance de terminar o primeiro turno no G4. Na próxima rodada, a equipe visita o Botafogo, no sábado que vem, às 11h. Enquanto isso, o CSA chegou aos 16 pontos, na 18ª posição. O próximo compromisso do time será contra o Ceará, em casa, às 16h do domingo seguinte.

O Athletico-PR venceu o Internacional por 1 a 0, nesta quarta-feira (11), na Arena da Baixada em Curitiba, no primeiro jogo da final da Copa do Brasil. O gol foi marcado no segundo tempo, pelo volante Bruno Guimarães.

Com este resultado, no segundo confronto, o Furacão tem o empate a seu favor. O colorado comemora na próxima semana caso vença a partir de dois gols de diferença. Se vencer com a vantagem mínima, a decisão da Copa do Brasil será definida por meio de cobrança de pênaltis. O jogo de volta será na quarta-feira(18), no Beira Rio, em Porto Alegre.

Caso o Inter seja campeão, será o segundo título da história do clube na Copa do Brasil. O Athletico busca comemorar pela primeira vez a competição.

Além da parte esportiva, o lado financeiro também é relevante. O campeão ganha a premiação de R$ 52 milhões, enquanto o vice embolsa R$ 21 milhões. Somando a classificação nas três fases anteriores, ambas as equipes já receberam R$12,3 milhões.

Nesta quarta-feira (11), a Seleção Brasileira enfrentou o Peru, no Los Angeles Memorial Coliseum, na Califórnia (EUA), criou boas chances, mas foi superada por 1 a 0. Este foi o segundo amistoso do mês da equipe do técnico Tite nos Estados Unidos, que agora volta aos campos na data FIFA de outubro.

O jogo

No primeiro tempo em Los Angeles, os finalistas da Copa América fizeram um jogo equilibrado. No início, os times entraram cautelosos e a primeira chegada saiu aos 13 minutos, quando Yotún cobrou falta da esquerda e a defesa da brasileira afastou o perigo. Na sequência, Philippe Coutinho cobrou escanteio da esquerda, e a zaga peruana fez o corte, tirando Casemiro do lance. Depois, aos 19, Richarlison deu ótimo passe para Firmino, que recebeu pela direita e passou para David Neres. O camisa 7 se livrou da marcação de Gallese, mas acabou desarmado por Advíncula na hora da finalização. Os adversários responderam no chute de Flores, que bateu de canhota e viu Ederson jogar para escanteio. A outra boa chance da primeira etapa foi da Canarinho. Aos 24, Richarlison tabelou com Firmino pelo meio, recebeu de volta e finalizou de primeira, mas a bola saiu à direita do goleiro peruano.

Na volta do intervalo, o Brasil seguiu em busca do gol e quase abriu o placar aos oito minutos, quando Marquinhos lançou a bola do campo de defesa, Firmino ajeitou e fez o pivô para Coutinho, que encheu o pé para bater de primeira e obrigar Gallese a fazer boa defesa. O camisa 1 peruano seguiu trabalhando na partida. Aos 16, Coutinho ficou com a bola após cobrança de escanteio curto e, mais uma vez, o goleiro adversário segurou. No lance seguinte, foi a vez do chute de David Neres ser parado em Gallese. Em outra boa chance da Canarinho, Neymar tabelou com Vinicius Junior, deu um chapéu em Santamaría, mas acabou sendo desarmado. Aos 39, o Peru marcou o único gol da partida com Abram, que subiu bem após cobrança de falta e desviou para fazer 1 a 0. A Seleção Brasileira não desanimou e seguiu levando perigo ao gol peruano, mas não teve mais tempo de conseguir alterar o placar em Los Angeles.

Brasil: Ederson; Fagner, Marquinhos, Éder Militão e Alex Sandro; Casemiro (Fabinho), Allan e Philippe Coutinho (Bruno Henrique); Richarlison (Vinicius Junior), David Neres (Lucas Paquetá) e Roberto Firmino (Neymar).

Mais Artigos...