Dourados-MS,
Parceiros1

No primeiro jogo da 35ª rodada do Campeonato Brasileiro disputado nesta quinta (28), o Fluminense derrotou o Palmeiras por 1 a 0 no estádio do Maracanã e somou três importantes pontos na luta para fugir da zona do rebaixamento.

O único gol da partida saiu aos 37 minutos do primeiro tempo, quando o meia Marcos Paulo recebeu na esquerda e acertou um belo chute cruzado para superar o goleiro Weverton.

Com este triunfo a equipe carioca permaneceu na 15ª posição, mas alcançou 41 pontos. Já o Palmeiras permanece na terceira posição com 68 pontos.

Vitória do Fortaleza

Em outra partida da rodada, o Fortaleza, jogando no Castelão, superou o Santos por 2 a 1. A equipe cearense abriu o placar aos 4 minutos do primeiro tempo, graças a cobrança de falta perfeita do meia Edinho.

O 2 a 0 sai aos 19 minutos, quando Romarinho faz boa jogada pela direita e cruza para o meio da área. A bola desvia na zaga e sobra para Osvaldo pegar de primeira.

Aos 23 minutos o Santos marcou o seu gol de honra com o uruguaio Sánchez, que marcou de cabeça após lançamento de Diego Pituca.

Mesmo com a derrota o Santos se manteve na vice-liderança com 68 pontos, enquanto o Fortaleza subiu para a décima posição com 46 pontos.

Com gol de Antony o São Paulo venceu o Vasco por 1 a 0 nesta quinta-feira (28), no Morumbi em mais um jogo da 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Com a vitória, o São Paulo chegou aos 57 pontos em 6º colocado no Campeonato Brasileiro. Já o Vasco caiu uma posição e está em 12º, com 44 pontos.

O Corinthians atropelou o Avaí, nesta quarta-feira (27) e saiu de campo em Itaquera, ostentando um placar de 3 a 0 sobre o adversário que já está rebaixado no Campeonato Brasileiro.

O primeiro gol saiu aos 21 minutos do primeiro tempo, quando Gustavo cabeceiou com força após cobrança de escanteio de Clayson. Aos 6 minutos do segundo tempo quem amplou o placar foi o volante Urso.

Para fechar com chave de ouro aos 41 minutos, Fagner cruzou a bola para o argentino Boselli, que dominou no peito e mandou a bola direto para o fundo da rede.

A técnica da seleção feminina de futebol, a sueca Pia Sundhage, anunciou nesta quarta (27) a relação de convocadas para os dois amistosos contra o México, o primeiro em 12 de dezembro na Arena Corinthians, em São Paulo, e o segundo no dia 15 na Fonte Luminosa, em Araraquara.

A atacante Marta ficou de fora da convocação. Por outro lado, a técnica sueca convocou pela primeira vez as goleiras Luciana, Carla e Gabrielli, as defensoras Fernanda, Isabella e Bruna Calderan, a meia Gabi Zanotti e as atacantes Cristiane e Maria Eduarda.

Relação de convocadas

Goleiras: Letícia - Corinthians (Brasil), Luciana - Ferroviária (Brasil), Carla - São Paulo (Brasil) e Gabrielli - Flamengo (Brasil).

Defensoras: Tamires - Corinthians (Brasil), Fernanda - Flamengo (Brasil), Erika - Corinthians (Brasil), Rafaelle - Changchun Dazhong (China), Bruna Benites - Internacional (Brasil), Tayla - Benfica (Portugal), Kathellen - FC Bordeaux (França), Isabella - Palmeiras (Brasil), Giovanna - Avaldsnes (Noruega) e Bruna Calderan - Avaí/Kindermann (Brasil).

Meio-campistas: Fabiana - Internacional (Brasil), Luana - KSPO Women Football Team (Coreia do Sul), Gabi Zanotti - Corinthians (Brasil), Aline Milene - Ferroviária (Brasil), Debinha - North Carolina Courage (EUA), Poliana - São José (Brasil), Andressinha - Portland Thorns FC (EUA) e Chú - Changchun Dazhong (China).

Atacantes: Cristiane - São Paulo (Brasil), Millene - Corinthians (Brasil), Victória - Corinthians (Brasil), Duda - Avaldsnes Il (Noruega) e Bia Zaneratto - Incheon Hyundai Steel Red Angels (Coreia do Sul).

No último jogo da 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o CSA venceu o Cruzeiro, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte, na noite desta quinta-feira (28).

O único gol do embate, saiu aos 43 minutos do primeiro tempo. No lance Rafinha cobrou escanteio na área, para Ricardo Bueno cabecear para o gol. O goleiro Fábio ainda defendeu, mas na sobra, Alan Costa empurrou para o gol vazio.

Com o resultado desta noite o Cruzeiro fica em 17º na tabela com 36 pontos, enquanto o CSA está logo atrás em 18º com 32 pontos.

A excelente fase do Flamengo foi coroada com uma bonita vitória de 4 a 1na noite desta quarta-feira (27) sobre o Ceará, no estádio do Maracanã. Mas quem abriu o placar foi o time cearense.

Aos 26 minutos de partida, o meia Thiago Galhardo só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes após linda jogada de Felipe Silva pela ponta esquerda. Mas a felicidade do Ceará não durou muito tempo.

Aos 19 minutos do segundo tempo, Bruno Henrique garantiu de deixar tudo igual. Inspirado o jogador fez outros dois gols em campo. Aos 27 minutos ele recebeu passe preciso do uruguaio Arrascaeta e marcou de primeira.

Aos 40 minutos, Arrascaeta cobrou falta da entrada da área, mas o goleiro Diogo Silva defendeu. No rebote a bola sobrou mais uma vez para Bruno inteirar o seu terceiro gol na partida. Para encerrar aos 46 minutos Vitinho fez mais um.

Com a vitória desta noite, o Flamengo chegou a uma invencibilidade de 22 jogos e ergueu a taça de campeão do Campeonato Brasileiro com direito a muita festa.

Recuperado de lesão na coxa e de volta aos gramados desde a última sexta-feira, Neymar não será titular do PSG no duelo contra o Real Madrid, pela Liga dos Campeões, nesta terça. É o que afirma o jornal "L'Équipe", endossado pelo "Le Parisien", que aponta que o técnico Thomas Tuchel considera que o brasileiro ainda não está 100% fisicamente e, por isso, o deixará no banco de reservas.

Desta forma, o time parisiense deve iniciar o confronto contra os merengues tendo trio ofensivo formado por Icardi, Di María e Mbappé. O duelo, que pode assegurar o Real nas oitavas de final da Liga dos Campeões, representa a chance de o já classificado PSG garantir a liderança do grupo A - para isso, basta um empate.

Titular diante do Lille ao lado de Di María e Icardi, Neymar atuou por 65 minutos na partida da última sexta-feira e foi substituído. Segundo os jornais franceses, ele não ficou satisfeito com a alteração e teria deixado o Parque dos Príncipes antes do apito final. Entretanto, a justificativa de Tuchel para deixar o craque no banco seria apenas sua forma física.

Após a novela durante a última janela de transferências, quando desejou deixar o PSG e acabou sendo mantido pela direção do clube, Neymar atuou em apenas seis jogos com a camisa parisiense, marcando quatro gols. Uma lesão na coxa sofrida no começo de outubro o deixou parado por seis semanas.

Mais Artigos...