Dourados-MS,
BANNER 1 - Camra-15-09- (1000X90)

Com clima mais leve, Palmeiras recebe a Chape no Allianz

Futebol
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Neste domingo, o Palmeiras entra em campo pelo Campeonato Brasileiro, mas a situação do clube na Copa Libertadores certamente irá influenciar positivamente a atmosfera no Allianz Parque. Garantido nas oitavas de final do torneio sul-americano com duas rodadas de antecedência, o Verdão volta suas atenções à Chapecoense, em duelo às 16h (de Brasília), deste domingo, no Allianz Parque.

“A classificação faz com que consiga transferir essa motivação e entusiasmo para o Brasileiro. Facilita muito porque o ambiente fica mais leve, você consegue trabalhar com mais calma”, disse o treinador. “Parte do projeto foi alcançado, mas a cobrança a partir desse momento vai ser para que se seja o primeiro do grupo e da classificação geral. A exigência vai continuar”.

O clima na Academia de Futebol ficou de fato mais leve com o triunfo sobre o Boca Juniors. O capitão Dudu, por exemplo, xingado antes do encontro com os argentinos, foi ovacionado após o duelo. Até mesmo Roger Machado, já tinha o trabalho questionado no clube, mas nada que o fizesse perder a tranquilidade.

“Sempre tive tranquilidade interna para trabalhar. Nosso ambiente interno não esteve tumultuado, é muito importante a gente conseguir discernir o que está acontecendo. A perda do título (Paulista), que tinha uma expectativa alta em função do tempo sem vencer, por ter sido clássico, gerou frustração grande na torcida. De uma certa forma, gerou pressão do lado externo. Mas, internamente, sempre tivemos tranquilidade para trabalhar”, completou.

Para o duelo contra a Chape, a escalação palestrina é um mistério. Na única entrevista coletiva antes do duelo, Roger Machado descartou escalar uma formação toda reservas, mas disse que mudanças poderiam ocorrer pela parte física dos atletas.

Até aqui, o Palmeiras soma quatro pontos (empate com Botafogo e vitória sobre o Internacional). Além da Chape, no caminho alviverde até a parada para a Copa do Mundo ainda estão, Atlético-PR (em Curitiba, dia 6), Corinthians (em Itaquera, dia 13), Bahia (no Allianz, dia 19), Sport (no Allianz, dia 26), Cruzeiro (no Mineirão, dia 30), São Paulo (no Allianz, dia 2 de junho), Grêmio (em Porto Alegre, dia 6), Ceará (em Fortaleza, dia 10) e Flamengo (no Allianz, dia 13).

Chape quer vencer a primeira no Brasileiro (Foto: Sirli Freitas/CFC)

Do outro lado, o clima é diferente. A Chapecoense perdeu a final do Campeonato Catarinense, foi goleada na estreia do Brasileirão (Atlético-PR, por 5 a 1) e ainda não venceu na competição.

“Sabemos que o clima vai ser de pressão. Nossa atitude também tem que ter esse clima e termos nosso nível de concentração elevado. Temos que aliar isso à nossa ambição de conquistar nossa primeira vitória no Campeonato”, afirmou o técnico Gilson Kleina.

Para encerrar a má-fase, o time catarinense aposta na semana livre para treinos. O triunfo do ano passado, com gols de Túlio de Melo e Fabrício Bruno em pleno Allianz Parque podem servir de inspiração para o Verdão.

“Acho que quando menos o torcedor espera, nossa equipe pode surpreender. Temos de trabalhar forte, temos nos doado ao máximo, treinando, mas o resultado não tem vindo. Vamos procurar contra o Palmeiras fazer um bom jogo e somar pontos”, afirmou o volante Elicarlos.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X CHAPECOENSE

Data: 29 de abril de 2018, domingo
Local: Allianz Parque
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Assistentes: Michael Correia e Silbert Faria Sisquim

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo e Bruno Henrique; Keno Lucas Lima e Dudu; Borja
Técnico: Roger Machado

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Douglas Silva, Rafael Thyere, e Vinícius Freitas; Amaral e Elicarlos; Arthur Caike, Canteros e Luiz Antonio; Wellington Paulista
Técnico: Gilson Kleina

 

 

 

 

Gazeta Esportiva