Dourados-MS,
Outubro_rosa

Águia Negra e Aquidauanense terão Série D diferente em 2020

Futebol
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O calendário do futebol brasileiro para 2020 foi divulgado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta quinta-feira (3) com alteração que interessa diretamente aos times sul-mato-grossenses. A Série D do Campeonato Brasileiro, onde estão Águia Negra e Aquidauanense, tem mudanças no início com a inclusão de uma fase preliminar eliminatória, que deve atingir o Azulão.

O Campeonato Estadual ganhou mais prazo e acontece entre os dias 22 de janeiro e 28 de abril, quase três semanas a mais que neste ano, quando terminou no dia 8 de abril, porém algumas datas como Copa do Brasil e Data Fifa deverão ser respeitadas. A medida deve afetar pouco a competição local que, ano que vem, será disputada por dez clubes.

Na Copa do Brasil, o formato segue o mesmo. Águia Negra e Aquidauanense disputam a competição com oito fases distribuídas em 19 datas, de 5 de fevereiro a 16 de setembro. Os clubes participantes da Copa Libertadores entrarão a partir das oitavas de final, como tem ocorrido desde 2013.

Nova Série D

Os dois times também estão na Série D do Campeonato Brasileiro, mas essa terá alteração no seu início e no período de disputa. Começa em 3 de maio e a decisão acontece em 22 de novembro. O time de Rio Brilhante, campeão estadual, entra direto na fase de grupos, que será disputada por 64 clubes, ao invés dos 68, como vinha acontecendo até então.

Os participantes serão agrupados em oito grupos, com jogos de ida e volta entre eles, ou seja, serão 14 jogos para cada time, ao contrário dos seis do antigo regulamento. Os quatro melhores avançam para segunda fase, quando os confrontos passam a ser eliminatórios até a decisão. Os semifinalistas conquistam o acesso.

Para cair de 68 para 64, oito clubes disputam uma fase eliminatória prévia e os quatro classificados avançam à fase de grupos. O critério para escolha desses clubes deve ser o Ranking de Federações da CBF. Assim, o representante 2 dos estados AM, DF, MS, ES, TO, RO, AP e RR. A medida atinge diretamente o Aquidauanense, vice-campeão estadual.