Dourados-MS,
CMD-2

Na altitude, Flamengo estreia na Libertadores contra o San Jose

Foto - Divulgação

Futebol
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O Flamengo inicia sua caminhada nesta edição da Libertadores nesta terça-feira, contra o San Jose-BOL, em Oruro. Os rubro-negros terão que encarar a altitude para estrear bem na competição sul-americana.

Os flamenguistas vão a campo com o intuito de pontuar, mesmo fora de casa. A altitude é um fator que é temido, mas o lateral direito Pará ressaltou que a equipe está pronta para fazer uma boa apresentação.

 Flamengo estreia na Copa Libertadores nesta terça-feira (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

“Já tive a oportunidade de atuar na altitude algumas vezes. Tive a felicidade de conquistar a Libertadores em 2011 com o Santos e jogamos duas vezes com o The Strongest-BOL em La Paz. É complicado, mas estamos focados em estrear com o pé direito”, disse.

Pará revelou que o técnico Abel Braga treinou muito toque de bola para impedir a pressão dos bolivianos. “A gente sabe que a bola corre mais na altitude. Temos que tocar mais rápido e ter a posse de bola para surpreender o San Jose, que joga aqui nestas condições”, declarou.

Em relação a escalação, Abel Braga deve repetir a formação que venceu a Portuguesa pelo Campeonato Carioca. Arrascaeta segue como titular, com Éverton Ribeiro no banco de reservas. Os desfalques continuam sendo o zagueiro Rhodolfo e o atacante Uribe, que se recuperam de problemas físicos.

O San Jose quer fazer valer o mando de campo para poder sonhar com a classificação para as oitavas de final. Os donos da casa sabem que foram da altitude dificilmente vão conquistar bons resultados.

FICHA TÉCNICA
SAN JOSE-BOL X FLAMENGO-BRA

Local: Estádio Jesús Bermúdez, em Oruro (Bolívia)
Data: 5 de março de 2019, terça-feira
Hora: 19h15 (horário de brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (Argentina)
Assistentes: Diego Bonfa (Argentina) e Maximiliano Del Yesso (Argentina)

 

SAN JOSE: Banegas; Juárez Toco, Equino e Vidaurre; Rojas Hermoza, Fernández, Gutiérrez e Jorge Añez; Alessandrini e Duk
Técnico: Néstor Clausen

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Willian Arão, Diego e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol
Técnico: Abel Braga