Dourados-MS,
Anuncie_aqui

A 26ª rodada do Campeonato Brasileiro começa nesta quarta-feira (15) com sete partidas, com o líder Flamengo, o vice Palmeiras e também o clássico carioca entre Vasco e Botafogo.

O Flamengo, primeiro colocado, com 58 pontos, visita o Fortaleza no estádio Castelão, na capital cearense, a partir das 19h (de MS). O Rubro-negro conta com o retorno do zagueiro Rodrigo Caio e do atacante Gabriel, ambos com a seleção brasileira.

A escalação deve ser formada por Diego Alves; João Lucas, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Renê; Willian Arão, Gerson e Piris da Motta; Vitinho, Gabriel e Lucas Silva.

Às 20h, o Palmeiras recebe a Chapecoense no Allianz Parque, em São Paulo. O Verdão tenta diminuir a distância atual de oito pontos para o Flamengo, além de assegurar a segunda colocação. Um provável time titular pode ter: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Willian, Dudu e Deyverson.

Às 18h15, o Grêmio recebe o Bahia em sua arena, em Porto Alegre. No mesmo horário, o Atlético Mineiro enfrenta o CSA no estádio Rei Pelé, em Maceió. Às 20h, o São Paulo visita o Cruzeiro no Mineirão, em Belo Horizonte. Às 20h30, tem Vasco x Botafogo em São Januário, no Rio de Janeiro, e Goiás x Corinthians no Serra Dourada, em Goiânia.

No ultimo dia 29 de setembro o deputado estadual Renato Câmara (MDB) esteve no encerramento da 2° Copa Cachoeirinha de Futebol Suíço e parabenizou a brilhante organização pelos 32 dias de competição, classificando o evento como o maior campeonato de Dourados e região. O parlamentar lembrou ainda que o vereador Juarez de Oliveira foi o grande idealizador da ação ao lado do líder comunitário Ithamar Nogueira, presidente da Associação de Moradores.

Já o coordenador da competição Ithamar Nogueira agradeceu a todos os incentivadores do esporte como o vereador Juarez Amigo de Todos, o deputado estadual Renato Câmara e demais patrocinadores que pelo segundo ano consecutivo ajudaram na 2° Copa Cachoeirinha McLaren Auto Center e Casa de Carnes Bom Biffe Suíço, pontuando o esforço a todas as 32 equipes que escreveram uma nova história no futebol amador, no maior campeonato de Dourados.

O líder comunitário também agradeceu a toda a população do Grande Cachoeirinha que se fizeram presente durante os 90 dias de competição. As famílias que participaram foram agraciadas com sorteio de diversos brindes no decorrer do evento. 

Ithamar parabenizou a equipe Santo André campeã e também a equipe Amigos Do Arthur pelo ótimo futebol apresentado, além de registrar a segurança oferecida pela Guarda Municipal e Policia Militar e o sindicato dos árbitros pelo profissionalismo prestado

O vereador Juarez de Oliveira outorgou uma moção de congratulações ao campeão Arthur, uma criança guerreira que foi diagnosticada com meningite e quase viu seu sonho acabar, e com luta venceu a doença, tornando-se destaque no futebol. Ainda por proposição do parlamentar a Câmara Municipal inseriu a 2° Copa Cachoeirinha no calendário de eventos do Município, aguardando apenas a lei ser sancionada no diário oficial.

Internacional e Santos deixaram o gramado do Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), com o 0 a 0 no placar, em um resultado que não tem muito a ser comemorado pelos dois clubes. O Colorado acompanha com apreensão a continuidade da rodada, para saber se, com os 39 pontos conquistados, segue na sexta posição –o rival Grêmio enfrenta o Atlético-MG ainda neste domingo (13). Já o Peixe, com 48 pontos, está a dez do líder Flamengo, na terceira posição.

Apesar da igualdade, a rede balançou três vezes no estádio, em lances irregulares: o Santos chegou a marcar com Tailson logo no primeiro minuto de jogo, mas a arbitragem comandada por Bruno Arleu de Araújo flagrou impedimento. Foi o lance que agitou uma etapa inicial marcada pelo domínio do Alvinegro praiano, que não converteu a superioridade em campo diante de um Inter que se mostrou capaz de se segurar.

E, na etapa final, foi o Colorado quem teve gols anulados. Patrick anotou aos 3min em chute fora da área, mas impedimento de Nico López cancelou todo o lance. Aos 11, Guilherme Parede superou Everson depois de receber bom passe de Edmílson, mas o VAR confirmou a posição irregular. Isso refletiu o esforço do Inter em pressionar o Santos, mas sem conseguir anotar os gols.

Na próxima rodada, os dois clubes jogam na quinta-feira (17). O Santos recebe o Ceará na Vila Belmiro, enquanto o Internacional visita o Avaí na Ressacada, em Florianópolis (SC).

Vasco – Jogando em São Januário, o Vasco deu um importante passo para se afastar da zona de rebaixamento do Brasileirão neste domingo, ao vencer por 1 a 0 o Fortaleza. Com o placar, o Alvinegro carioca chega aos 31 pontos e ocupa a 12ª posição na tabela –6 pontos à frente o CSA, 17º e primeiro time da zona de degola–, deixando o perigo maior para o Tricolor cearense, que segue com 28 pontos na 15ª posição.

Após um primeiro tempo morno no Rio de Janeiro, os times melhoraram na etapa final, especialmente o Vasco, com uma boa atuação de Ribamar e do garoto Talles. O time da casa marcou aos 20min, em cobrança de pênalti de Yago Pikachu –Leandro Castán havia sido desequilibrado na área durante cobrança de falta.

O Fortaleza criou fôlego e ensaiou uma investida, porém, a expulsão de Gabriel Dias ao derrubar Talles aos 33min frustrou os planos dos comandados de Rogério Ceni.

O Vasco volta a campo na quarta-feira (16) diante do Botafogo, no clássico carioca da rodada. No mesmo dia, o Fortaleza encara o Flamengo em casa.

Os dois últimos compromissos da seleção brasileira de futebol em 2019 estão definidos. Os dois amistosos serão em novembro. No dia 15, o Brasil enfrentará a Argentina e no dia 19, a Coreia do Sul. Desde a final da Copa América, quando foi campeã, a seleção brasileira não consegue uma vitória.

O clássico contra a Argentina será disputado em Riade, na Arábia Saudita. O palco do confronto será o King Saud University Stadium, mesmo local onde o Brasil derrotou a seleção saudita em 2018, quando Gabriel Jesus e Alex Sandro marcaram os gols na vitória do Brasil por 2 a 0.

Contra a Coreia do Sul, o jogo será em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, no Mohammed bin Zayed Stadium.

Com estas duas partidas, a seleção brasileira completará seis jogos consecutivos após a Copa América contra adversários que estiveram na Copa do Mundo de 2018 na Rússia. 

Empates

Na quinta-feira (10), a seleção do Brasil empatou com o Senegal em 1 a 1. Ontem (13), contra a Nigéria, a seleção empatou mais uma vez em 1 a 1. O amistoso ocorreu em Singapura, no sudoeste asiático, e foi a quarta partida seguida do Brasil sem vencer. A Nigéria abriu o placar, com o gol de Aribo, no primeiro tempo.

No segundo tempo, a seleção brasileira voltou bem mais agressiva e, aos 2 minutos, o Brasil empatou com um gol de Casemiro. Apesar de ter criado várias jogadas de ataque, a seleção não conseguiu ampliar o placar contra a Nigéria.

Neymar se machucou aos 10 minutos do primeiro tempo e teve de ser substituído por Philippe  Coutinho.

O Flamengo entrou em campo neste domingo (13) na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), com um tabu a ser derrubado: há 45 anos o Rubro-Negro não vencia o Athletico na casa do adversário. E, com dois gols de Bruno Henrique, o time carioca retornará ao Rio de Janeiro com três pontos na bagagem: o placar de 2 a 0 mantém o Mengo na liderança do Campeonato Brasileiro, agora com 58 pontos, 8 à frente do vice, Palmeiras.

Já o Furacão estaciona na 10ª posição, com 35 pontos, tendo o consolo de não poder ser ultrapassado nesta rodada –em 11º, o Atlético-MG, que enfrenta o Grêmio, tem 31 na 11ª posição.

Constante no Brasileirão, o VAR voltou a gerar polêmica neste domingo. Em uma partida na qual o Athletico mostrou ser um adversário difícil, aos 17min, Lucas Silva avançou sobre a defesa do Furacão e acabou derrubado por Léo Pereira. O árbitro Bráulio da Silva Machado anotou pênalti para o Flamengo (que jogou de branco na casa do adversário), porém, em consulta ao VAR, anulou o lance.

Apesar de perder a chance de abrir o marcador, a decisão despertou o Flamengo, que buscou se impor sobre o time da casa. Até que, aos 44min, Bruno Henrique conseguiu o desarme perto da área do Athletico e anotou momentos antes do fim do embate.

O retorno para a etapa final trouxe apreensão aos visitantes: João Lucas substituiu Rafinha na lateral direita, após o titular sofrer uma fratura no crânio em lance da etapa inicial. E, logo aos 3min, o técnico Jorge Jesus tomou cartão amarelo por conta de sua postura na lateral do campo –ele ficou pendurado para o próximo confronto.

O Athletico sentiu o momento e partiu para cima do Flamengo, que se segurou e novamente começou a explorar chances. E, novamente nos minutos finais, Bruno Henrique deixou seu segundo gol, ao aproveitar cruzamento de Renê.

Na quarta-feira (16), o Flamengo visita o Fortaleza no Castelão. Quinta (17), o Furacão encara o Fluminense no Maracanã.

Degola – Também neste domingo, Ceará e Avaí se enfrentaram neste domingo no Castelão, em Fortaleza. Melhor para o Vovô que, com um gol de Bergson, venceu por 1 a 0 e ficou na 16ª posição da tabela (a primeira fora da zona de rebaixamento), com 26 pontos. Já o Avaí, com 17 pontos, é o vice-lanterna.

Depois de um primeiro tempo no qual o Leão da Ilha mostrou disposição para buscar a vitória, o Ceará voltou motivado para o segundo tempo. Mas os gols não apareceram, até que Vinicius Araújo, do Avaí, aproveitou rebote e empurrou para as redes. O gol acabou anulado por impedimento. Três minutos depois, Bergson subiu mais alto em cobrança de escanteio e marcou o gol do Ceará.

Os dois times voltam a campo na quinta-feira. O Vovô visita o Santos, enquanto o Avaí recebe o Internacional na Ressacada.

O Grêmio manteve o bom retrospecto no Independência, em Belo Horizonte (MG), e atropelou o Atlético-MG na noite deste domingo (13) pelo placar de 4 a 1. O resultado colocou o Tricolor gaúcho entre os seis primeiros colocados no Campeonato Brasileiro –com 41 pontos, está na sexta posição, que lhe garantiria na Pré-Libertadores do ano que vem caso o torneio terminasse hoje– e, do lado do Galo Mineiro, resultou na demissão do técnico Rodrigo Santana, que entrega o cargo com o time na 11ª posição da tabela, com 31 ponto.

O Atlético começou a partida dando pinta de que seria um páreo duro, dando trabalho ao goleiro Paulo Victor. Porém, foi o Grêmio quem abriu o placar com Rafael Galhardo aos 33min, em um lance inusitado: de carrinho, ele acabou cruzando para evitar a saída de bola, que enganou Wilson e foi para as redes. Dez minutos depois, Cortez sofreu pênalti na área, convertido por Maicon.

Antes do intervalo, aos 47min, outro pênalti, agora para o time da casa e flagrado no VAR. Luan sofreu puxão de Galhardo na área e, na cobrança, Di Santo Diminui.

Na etapa final, o Grêmio acelerou para resolver a partida. Logo no primeiro minuto, Pepê tabelou com André e deu um toquinho para encobrir o goleiro Wilson. O Galo ainda perdeu Cazares, depois de entrada forte em Luan também notada pelo árbitro eletrônico, e viu Alisson chutar contra as metas na área –a bola resvalou em Réver antes de entrar.

Na quarta-feira (16), o Grêmio recebe o Bahia na Arena Grêmio, enquanto o Galo visita o CSA em Maceió (AL).

Parte baixa – Fechando a 25ª rodada do Brasileirão, Chapecoense e Cruzeiro brigaram entre si para tentar fugir da zona do rebaixamento. Porém, o empate em 1 a 1 na Arena Condá, em Chapecó (SC), em nada ajuda as pretensões das duas equipes em permanecerem na primeira divisão nacional no ano que vem.

O time da casa arrancou o empate aos 49min do segundo tempo, em um gol de Camilo que evitou o pior para a Chape, e manteve os nervos à flor da pele na Raposa –que havia marcado logo no início do jogo, com Dedé aproveitando toque de Fred em cobrança de escanteio.

O placar representa o oitavo jogo do Cruzeiro sem vitória, e o décimo para a Chapecoense. O time mineiro é o 18º na tabela, com 22 pontos –três a menos que o CSA e quatro abaixo do Ceará, 16º e primeiro fora da zona de degola. A Chape segue na lanterna, com 16 pontos. O Celeste Mineiro encara o São Paulo na quarta-feira em Belo Horizonte, enquanto os catarinenses visitam o Palmeiras no mesmo dia.

Mais Artigos...