The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Como funciona uma caneta esferográfica?

Como funciona uma caneta esferográfica?

1) TINTA

Geralmente, é feita à base de óleo, que é rapidamente absorvido pelo papel, ou de um solvente como o álcool, que evapora rápido. Também leva corantes, resinas e outros aditivos. Isso garante uma tinta viscosa, que não escorre do tubo, mas não muito grossa, para não entupir a carga.

2) CARGA

Durante a fabricação da caneta, é injetado neste tubinho entre 0,5 e 1,5 ml de tinta. Aí, uma centrífuga remove todo o ar, ajudando a manter o líquido lá dentro. O ar também é retirado da ponta, para criar um vácuo que ajude a tinta a fluir desse reservatório para a ponteira.

3) BURAQUINHO

Serve para igualar a pressão atmosférica dentro e fora do tubo. O ar que passa por ali preenche o espaço deixado pela tinta consumida, evitando um vácuo que a puxaria para a parte de cima da carga. Nas canetas sem furo, a carga é selada e pressurizada. Conforme a tinta é gasta, o ar comprimido se expande para ocupar o espaço liberado.

4) ESFERA

É onde a mágica acontece. Feita de latão, aço ou carboneto de tungstênio, ela é acoplada com uma luva. Mas ali há espaço suficiente para que a bolinha gire livremente, em qualquer direção, distribuindo a tinta uniformemente no papel. Esse mesmo mecanismo é usado nos desodorantes do tipo roll-on. A esfera também funciona como uma “tampa”, evitando que o contato com o ar seque a tinta no reservatório.

NA MEDIDA

A regulação ISO 12757 classifica cada caneta segundo algumas características

  • Extrafina

    Tamanho da esfera: 0,7 mm

    Largura do traço: 0,27 mm

  • Fina

    Tamanho da esfera: 0,8 mm

    Largura do traço: 0,30 mm

  • Média

    Tamanho da esfera: Entre 1 e 1,2 mm

    Largura do traço: 0,32 mm

  • Grossa

    Tamanho da esfera: 1,6 mm

    Largura do traço: 0,56 mm

  • Fonte: msn.com