The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Federer derrota Berdych e luta por recordes e 8º título em Wimbledon

Federer derrota Berdych e luta por recordes e 8º título em Wimbledon

Falta uma vitória para o tão sonhado título. Roger Federer derrotou o tcheco Tomas Berdych, 15º do mundo, por 3 sets a 0, com parciais de 7/6(4), 7/6(4) e 6/4 na semifinal do torneio de Wimbledon, em 2h16 de jogo realizado na tarde desta sexta-feira. Aos 35 anos, o suíço voltou às quadras após seis meses de ausência com uma meta: vencer novamente no tradicional torneio britânico. Um ano depois de encerrar o ano em Wimbledon, ele atingiu a 29ª final de Grand Slam na carreira e está a uma vitória de seu objetivo. Ele soma 18 troféus e 10 vice-campeonatos. Em Londres, foram sete títulos e três finais perdida, para Rafael Nadal em 2008, e o sérvio Novak Djokovic em 2014 e 2015.

O adversário na decisão será o croata Marin Cilic, 6º. O jogo será realizado no domingo às 10h, com transmissão do SporTV3. Será o sétimo confronto entre eles. O duelo mais recente foi justamente em Londres, no ano passado, na fase de quartas de final. Federer perdia por dois sets a 0, salvou dois match-points e conseguiu vencer uma das maiores viradas da carreira.

Federer comemora final do torneio de Wimbledon (Foto: REUTERS/Matthew Childs)Federer comemora final do torneio de Wimbledon (Foto: REUTERS/Matthew Childs)

 

Heptacampeão do torneio, Federer tenta se tornar o campeão mais velho a levantar o troféu da mais tradicional competição de tênis. Com a vitória desta sexta, o suíço se tornou o segundo tenista mais velho a atingir a decisão. O recorde atual é de Ken Rosewall, vice-campeão em 1974 aos 39 anos de idade. 

O suíço pode se isolar como o maior campeão do Grand Slam britânico. Atualmente, está empatado com o americano Pete Sampras. Em Grand Slams, Federer já é o maior vencedor entre os homens da história, com 18 troféus. 

- Me sinto muito privilegiado por estar em outra final. Não consigo acreditar que é verdade novamente. Ano passado fizemos uma quartas de final brutal. Foi uma situação extremamente complicada, e tive de ter sorte para vencer. Já jogamos duplas juntos em exibições. Ele me derrotou no US Open jogando bem, e espero que ele não faça novamente - disse na entrevista pós-jogo.

Atual número 5 do mundo, Federer pode virar o 3º colocado no ranking da ATP se derrotar Cilic na decisão. Ele ainda ficaria quase 1000 pontos atrás do rival Rafael Nadal, favorito para desbancar o número 1 do mundo, Andy Murray, a partir do mês de agosto.

O jogo

O número 5 do mundo começou o jogo pressionando na devolução e conseguiu uma quebra logo no início. Berdych se manteve próximo no placar e aproveitou um game ruim de Federer para devolver a quebra, com uma dupla-falta do suíço no ponto decisivo. Sem novas quebras, a parcial foi decidida no tie-break. O suíço viu o adversário vacilar com um forehand na mão, aproveitou o momento e largou na frente.

Sacando pressionado no segundo set, Federer mostrou porque é o maior vencedor do torneio. Mesmo colado da linha de base, disparou uma forehand angulado para salvar um break point. A decisão novamente foi para o tie-break. O top 5 dominou com forehand e levou sem maiores problemas.

Berdych teve ótimo início de terceiro set e pressionou novamente Federer para conquistar uma quebra. Eis que Federer disparou três aces e um ótimo serviço para sair do buraco. Foi uma questão de tempo para conquistar nova quebra e seguir rumo a vitória, a 90ª em Wimbledon na carreira.

 

 

 

 

sportv.globo.com