The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Botafogo supera Chapecoense e volta a vencer após quatro jogos

Botafogo supera Chapecoense e volta a vencer após quatro jogos

Buscando continuar no G4, a Chapecoense recebeu o Botafogo neste domingo na Arena Condá. Sem conseguir manter o mesmo desempenho das primeiras rodadas, o Verdão do Oeste teve dificuldades contra os rivais alvinegros, que não se intimidaram com a torcida adversária e com bastante objetividade conquistaram a importante vitória por 2 a 0, gols de Roger e Rodrigo Pimpão, para se aproximar das primeiras posições do Campeonato Brasileiro.

Após quatro jogos sem vencer no Brasileirão, o Botafogo voltará para o Rio de Janeiro bem mais tranquilo. Pressionado por conta dos resultados recentes, o técnico Jair Ventura teve de lidar com as ausências do lesionado Camilo, mas ainda assim pôde conquistar o triunfo em Santa Catarina para diminuir os questionamentos por parte da torcida e da imprensa.

O Botafogo volta a entrar em ação na próxima quarta-feira, quando encara o Vasco, às 21h (de Brasília), no estádio Nilton Santos, o Engenhão. Já a Chapecoense entra em campo na quinta-feira, contra o Flamengo, às 21h, no estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador.

O jogo – Logo aos oito minutos a Chapecoense quase abriu o placar na Arena Condá. Recebendo bom passe, Apodi soltou o pé dentro da área, mas Gatito Fernández protagonizou uma grande defesa para evitar o gol dos donos da casa. Mas nem só de bons momentos da Chape o começo do jogo foi marcado. Poucos minutos depois os anfitriões tiveram que queimar uma substituição. Contundido, o atacante Osman deu lugar a Niltinho aos 14 minutos.

Embora a primeira grande chance do jogo tenha sido da Chapecoense, era o Botafogo quem tinha o controle do jogo. Com mais posse de bola, o time carioca conseguiu transformar a superioridade em gol aos 28 minutos. Pimpão recebeu grande bola pelo lado esquerdo, acionou Bruno Silva livre na área que, com a saída do goleiro, tocou para Roger precisar apenas rolar para o fundo das redes. Como Bruno Silva e Roger chegaram a atuar pela Chapecoense no passado, a dupla responsável pelo gol botafoguense preferiu não celebrar o gol.

Antes do intervalo a Chapecoense ainda tentou igualar o placar e esteve muito próxima de ir para o vestiário com o empate. Aos 42 minutos Apodi desarmou Rabello e arriscou da entrada da área, no entanto, não pegou tão bem na bola. Quatro minutos depois foi a vez de Andrei Girotto experimentar de fora da área, assustando o goleiro Gatito Fernández.

Após boa atuação no primeiro tempo, sendo, inclusive, o grande articulador da jogada que abriu o placar na Arena Condá, na etapa final Rodrigo Pimpão foi coroado com um gol. Após cruzamento de Arnaldo pela direita, o zagueiro Luiz Otávio acabou furando, e a bola acabou rebatendo em Pimpão e entrando para o gol aos oito minutos.

Entrando no lugar de Roger, Montillo mostrou que mesmo depois de longo período afastado por lesão segue bastante familiarizado com o jogo. Aos 38 minutos ele lançou Bruno Silva, que saiu cara a cara com o goleiro Jandrei, forçando o rival a fazer grande defesa. A bola ainda resvalou na trave antes de sair para a linha de fundo.

Nos minutos finais a Chapecoense ainda tentou fazer ao menos seu gol de honra dentro de casa. Contando com Apodi como principal arma do ataque, o time se expôs e sofreu com as tentativas de contra-ataque do Botafogo. Mais consciente, a equipe carioca precisou apenas trabalhar a bola nos minutos finais para assegurar o resultado.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0 X 2 BOTAFOGO

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 18 de junho de 2017 (Domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

Cartões amarelos: Rodrigo Lindoso e Gatito Fernández (Botafogo)
GOLS: Roger, aos 28 minutos do 1ºT, e Rodrigo Pimpão, aos 8 minutos do 2ºT

Público: 11.603 torcedores
Renda: R$252.020,00

CHAPECOENSE: Jandrei, Apodi, Luiz Otávio, Victor Ramos e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antonio, Luis Seijas (Nenén) e Arthur; Osman (Niltinho) (Túlio de Melo) e Wellington Paulista
Técnico: Vágner Mancini

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso (Dudu Cearense), Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger (Montillo)
Técnico: Jair Ventura

 

Fonte gazetaesportiva