Dourados-MS,
Câmara_plano_diretor

Foto - Divulgação

A madrugada de sexta para sábado foi animada para as bailarinas do Domingão do Faustão! As meninas alugaram uma casa especialmente para fazer o famoso amigo oculto de final de ano e celebrar a amizade. O Balé do Faustão é integrado por 40 bailarinas, que dão um charme especial ao Domingão. 

Bailarinas se reúnem para festa do pijama em São Paulo — Foto: Arquivo Pessoal
Bailarinas se reúnem para festa do pijama em São Paulo — Foto: Arquivo Pessoal 
Na hora do famosos amigo secreto! — Foto: Reprodução Internet
Na hora do famosos amigo secreto! — Foto: Reprodução Internet

E a festa não parou na madrugada não! O sábado de sol continua animado com muita piscina, dança e música! 

Confira alguns registros das meninas do balé do Faustão! 

As meninas curtem sábado de sol — Foto: Eder Ortega/Divulgação
As meninas curtem sábado de sol — Foto: Eder Ortega/Divulgação 
As meninas se divertem no sábado de sol — Foto: Eder Ortega/Divulgação
As meninas se divertem no sábado de sol — Foto: Eder Ortega/Divulgação
Muita diversão no sábadão! — Foto: Eder Ortega/Divulgação
Muita diversão no sábadão! — Foto: Eder Ortega/Divulgação 
Jaque Ciocci e Carol Miarelli na selfie básica! — Foto: Reprodução Internet
Jaque Ciocci e Carol Miarelli na selfie básica! — Foto: Reprodução Internet 
Pose para a foto <3 — Foto: Eder Ortega/Divulgação
Pose para a foto <3 — Foto: Eder Ortega/Divulgação 
Gabe Cardoso só na salada de fruta! — Foto: Eder Ortega/Divulgação
Gabe Cardoso só na salada de fruta! — Foto: Eder Ortega/Divulgação 
Brennda Martins e Pâmela Gomes só no carão!  — Foto: Reprodução Internet
Brennda Martins e Pâmela Gomes só no carão! — Foto: Reprodução Internet

 

GShow

Anitta (Foto: Divulgação)

Muita coisa mudou em Anitta desde o começo de sua carreira. A cantora, que já falou inúmeras vezes que ama comer e sofre demais quando está de dieta, tem outra consciência em relação ao corpo e à atividade física. Que bom para todas nós, que somos influenciadas por ela, hoje uma das maiores artistas do País.

Na segunda-feira, 19, Anitta esteve em São Paulo para conferir o lançamento da Statement Collection, a nova coleção feminina de treino da Adidas. O evento foi contemplado por uma aula de Reggaeton -- uau! -- com participação da própria e clientes da marca que participaram de uma promoção. Depois de treinar com a turma, a cantora bateu um papo com a Glamour. Confira a entrevista abaixo!

Anitta (Foto: Divulgação)

Você já falou que ama comer muito. Como é fazer dieta e lidar com essas restrições alimentares?
Então, eu resolvi não fazer mais dieta. O que eu faço agora é não exagerar... Eu não exagero nas besteiras e não consigo ficar só de dietinha, então eu encontrei uma "balança".

Anitta (Foto: Divulgação)

É fácil manter essa "balança" com o tanto que você viaja?
Não é fácil. Quando eu estou viajando pelo Brasil, que tenho uma equipe comigo o tempo todo, é mais fácil, mas fora do Brasil, é difícil. Aí eu tento não ficar o dia todo comendo besteiras, sabe? Tento dar uma balanceada de fato.

Você sente cobranças em relação ao seu corpo?
Sentia mais antigamente, hoje em dia não tô nem aí. Se cobrar, vai ficar cobrando sozinho (risos).

Anitta (Foto: Divulgação)

O clipe “Vai Malandra” foi muito importante para desconstruir padrões corporais. Como você vê a representatividade no cenário musical?
A minha intenção era essa. Eu acho que a cultura popular é a forma mais rápida e prática para passar uma mensagem em massa, então quando eu coloquei as minhas celulites lá e dei a cara "a tapa", foi justamente para mostrar, porque eu estava cansada dessa cobrança. Eu tenho e acabou. Uma vez que eu botei de fora, ninguém está mais me enchendo o saco e perguntando de celulite, de corpo, o quanto eu emagreci, o quanto eu engordei... porque sabe que eu vou falar que não tô nem aí. Eu fico mais relaxada.

Como você vê a atividade física na sua vida hoje?
Hoje é uma dependência. Eu tentei ficar sem atividade física, no caso musculação, por preguiça, e acabei acabando com o meu joelho, minha coluna... O corpo inteiro reclama porque eu danço muito, então não adianta de repente, de supetão, ir lá no palco sem ter me preparado antes, que eu acabo com o meu corpo. Então hoje já virou uma necessidade ter uma preparação física para entrar no palco.

Anitta (Foto: Divulgação)

Qual é normalmente sua rotina de malhação?
Eu tento fazer no mínimo duas vezes na semana e, se eu não tiver tempo de ir na academia, faço exercícios com aparelhos de preparação muscular que aprendi com um fisioterapeuta. Em viagens, eu acabo adaptando, levo um elástico e faço algumas coisas só para preparar meu músculo, para ele não ficar "dormindo".

Você fez uma aula de dança com a galera aqui [no evento da Adidas]. A dança para você é um exercício muito importante, né? Pratica mais que musculação?
Eu pratico mais porque acaba sendo meu trabalho, é uma coisa que eu faço todo dia. A musculação entra pra eu me preparar e não me ferrar por ficar dançando sem preparo.

 

Revista Glamour

Foto - Estevam Avellar/Globo

O tempo parece não passar para Letícia Spiller. Aos 45 anos, ela empresta essa beleza para Marilda, sua personagem em O Sétimo Guardião. Linda e jovem, a primeira-dama da cidade de Serro Azul esconde de todos seu maior segredo para estar sempre bela: a fonte de propriedades curativas e rejuvenescedoras. 

Marilda vai até a fonte

Letícia falou sobre as delícias de interpretar essa personagem. "É uma personagem riquíssima em termos de composição. Ela é louca, é mãe, é feminina, tem esse jeito da mulher do interior, até com esse temperamento interiorano. Por ser a primeira-dama, ela está sempre de olho nas coisas, e tem sempre uma insatisfaçãozinha por não poder ir além daquele lugar... É um personagem muito rico, em todos os sentidos", conta ela. 

"Ela é totalmente Narciso, se encanta com o próprio reflexo e é capaz de tudo para ir na busca dessa beleza." 
Letícia Spiller defende uma vaidade sem excessos — Foto: Fabiano Battaglin/Gshow
Letícia Spiller defende uma vaidade sem excessos — Foto: Fabiano Battaglin/Gshow

Em comparação à personagem, a atriz defende uma vaidade sem excessos. 

"Eu acho que tudo tem um limite, tudo tem que ter um equilíbrio. O tempo passa para qualquer um, estamos aí e vamos pagar para ver." 
Letícia Spiller será Marilda em 'O Sétimo Guardião' — Foto: João Cotta/TV Globo
Letícia Spiller será Marilda em 'O Sétimo Guardião' — Foto: João Cotta/TV Globo

Segundo ela, o segredo da beleza é "buscar prazer nas coisas que a gente faz". "É preciso sempre procurar esse olho interno porque o espelho é uma faca de dois gumes, é uma ilusão, então a gente tem que estar bem por dentro antes de qualquer coisa", diz.

E continua: "Acho que existe beleza também nas pessoas com rugas, com histórias para contar, como dona Fernanda Montenegro, Elizabeth Savalla, que estão aí para contar histórias e são artistas maravilhosos. Eu pretendo continuar nesse caminho."

O que não quer dizer que ela não tenha alguns cuidados. "Bebo muita água e procuro fazer exercícios, faço ioga também, são coisas assim que me ajudam. E uma boa alimentação, né? Eu procuro não exagerar em nada, mas não sou radical, digamos assim. Como de tudo", complementa.

 
Letícia Spiller — Foto: Estevam Avellar/Globo
Letícia Spiller — Foto: Estevam Avellar/Globo

 

Gshow 

A cantora Angela Maria - Divulgação

A cantora Angela Maria, de 89 anos, morreu, na noite deste sábado, após 34 dias internada num hospital particular de São Paulo. A causa da morte ainda não foi divulgada. O velório está marcado para este domingo, a partir das 10h, no Cemitério Congonhas, em Vila Sofia, São Paulo.

Angela foi uma das cantoras mais famosas do Brasil nos anos 1950 e 1960. Ela tinha 70 anos de carreira. O empresário da artista, Thiago Marques Luiz, postou, em sua página do Facebook, uma foto ao lado dela e escreveu sobre sua importância no mundo da música:

 

"Com o maior pesar do mundo informo a todos vocês que a maior cantora do Brasil, a nossa Rainha Angela Maria, não está mais entre nós. Foram 89 anos de vida e quase 70 de sucesso, reconhecimento, carinho e respeito de todo povo brasileiro. Não houve (e por certo não haverá) nenhuma cantora na nossa música com história semelhante em termos de produtividade, importância e longevidade. Tenho muito orgulho de ter Angela Maria na minha história e, principalmente, de ter dado a ela todas as flores em vida. Pra sempre te amarei, “Estrela da nossa canção popular”, escreveu.

Em um vídeo publicado no site oficial da cantora, o companheiro da artista anunciou a morte da mulher e disse que ela "estava sofrendo muito" nos dias em que passou internada. A informação sobre o falecimento também foi confirmada ao GLOBO, por telefone, pela cunhada de Angela, Rosana D'Angelo.

Os 70 anos de carreira da artista foi celebrado com o musical “Angela Maria — Lady Crooner”, apresentado, em junho, no palco do Teatro Carlos Gomes. A peça contou a trajetória pessoal e profissional da “Rainha do Rádio” — Angela foi uma das maiores estrelas da era de ouro da Rádio Nacional.

 

Em abril, a cantora apresentou a turnê “Angela Maria e as canções de Roberto e Erasmo”, quando levou aos palcos, além de suas canções, sucessos como “Sentado à beira do caminho”, “Você em minha vida”, “Sua estupidez”, “Eu disse adeus", “O show já terminou” e “Como é grande o meu amor por você".

RAINHA DO RÁDIO

No ano de 1929, nascia em Macaé a dona da voz que viria a ser uma das mais famosas do país. Angela Maria — nome artístico de Abelim Maria da Cunha — gravou seu primeiro disco aos 23 anos, a contragosto dos pais, que eram extremamente conservadores e não apoiavam a escolha profissional da filha. Mas a oposição não foi suficiente. Este ano, a Rainha do Rádio ou Sapoti, como era conhecida, completou 70 anos de carreira, ao longo dos quais lançou mais de 114 discos e superou a marca de 60 milhões de trabalhos vendidos.

A paixão pela música começou na infância, quando cantava no coral da igreja evangélica, onde seu pai era pastor. Conhecida no Brasil e no mundo, são dela sucessos como “Gente humilde”, “Babalu”, “Lábios de mel", “Tango para Tereza” e “Falhaste coração”.


oglobo

Mais Artigos...