Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

Foto - Estevam Avellar/Globo

Personalidade

O tempo parece não passar para Letícia Spiller. Aos 45 anos, ela empresta essa beleza para Marilda, sua personagem em O Sétimo Guardião. Linda e jovem, a primeira-dama da cidade de Serro Azul esconde de todos seu maior segredo para estar sempre bela: a fonte de propriedades curativas e rejuvenescedoras. 

Marilda vai até a fonte

Letícia falou sobre as delícias de interpretar essa personagem. "É uma personagem riquíssima em termos de composição. Ela é louca, é mãe, é feminina, tem esse jeito da mulher do interior, até com esse temperamento interiorano. Por ser a primeira-dama, ela está sempre de olho nas coisas, e tem sempre uma insatisfaçãozinha por não poder ir além daquele lugar... É um personagem muito rico, em todos os sentidos", conta ela. 

"Ela é totalmente Narciso, se encanta com o próprio reflexo e é capaz de tudo para ir na busca dessa beleza." 
Letícia Spiller defende uma vaidade sem excessos — Foto: Fabiano Battaglin/Gshow
Letícia Spiller defende uma vaidade sem excessos — Foto: Fabiano Battaglin/Gshow

Em comparação à personagem, a atriz defende uma vaidade sem excessos. 

"Eu acho que tudo tem um limite, tudo tem que ter um equilíbrio. O tempo passa para qualquer um, estamos aí e vamos pagar para ver." 
Letícia Spiller será Marilda em 'O Sétimo Guardião' — Foto: João Cotta/TV Globo
Letícia Spiller será Marilda em 'O Sétimo Guardião' — Foto: João Cotta/TV Globo

Segundo ela, o segredo da beleza é "buscar prazer nas coisas que a gente faz". "É preciso sempre procurar esse olho interno porque o espelho é uma faca de dois gumes, é uma ilusão, então a gente tem que estar bem por dentro antes de qualquer coisa", diz.

E continua: "Acho que existe beleza também nas pessoas com rugas, com histórias para contar, como dona Fernanda Montenegro, Elizabeth Savalla, que estão aí para contar histórias e são artistas maravilhosos. Eu pretendo continuar nesse caminho."

O que não quer dizer que ela não tenha alguns cuidados. "Bebo muita água e procuro fazer exercícios, faço ioga também, são coisas assim que me ajudam. E uma boa alimentação, né? Eu procuro não exagerar em nada, mas não sou radical, digamos assim. Como de tudo", complementa.

 
Letícia Spiller — Foto: Estevam Avellar/Globo
Letícia Spiller — Foto: Estevam Avellar/Globo

 

Gshow 

A cantora Angela Maria - Divulgação

Personalidade

A cantora Angela Maria, de 89 anos, morreu, na noite deste sábado, após 34 dias internada num hospital particular de São Paulo. A causa da morte ainda não foi divulgada. O velório está marcado para este domingo, a partir das 10h, no Cemitério Congonhas, em Vila Sofia, São Paulo.

Angela foi uma das cantoras mais famosas do Brasil nos anos 1950 e 1960. Ela tinha 70 anos de carreira. O empresário da artista, Thiago Marques Luiz, postou, em sua página do Facebook, uma foto ao lado dela e escreveu sobre sua importância no mundo da música:

 

"Com o maior pesar do mundo informo a todos vocês que a maior cantora do Brasil, a nossa Rainha Angela Maria, não está mais entre nós. Foram 89 anos de vida e quase 70 de sucesso, reconhecimento, carinho e respeito de todo povo brasileiro. Não houve (e por certo não haverá) nenhuma cantora na nossa música com história semelhante em termos de produtividade, importância e longevidade. Tenho muito orgulho de ter Angela Maria na minha história e, principalmente, de ter dado a ela todas as flores em vida. Pra sempre te amarei, “Estrela da nossa canção popular”, escreveu.

Em um vídeo publicado no site oficial da cantora, o companheiro da artista anunciou a morte da mulher e disse que ela "estava sofrendo muito" nos dias em que passou internada. A informação sobre o falecimento também foi confirmada ao GLOBO, por telefone, pela cunhada de Angela, Rosana D'Angelo.

Os 70 anos de carreira da artista foi celebrado com o musical “Angela Maria — Lady Crooner”, apresentado, em junho, no palco do Teatro Carlos Gomes. A peça contou a trajetória pessoal e profissional da “Rainha do Rádio” — Angela foi uma das maiores estrelas da era de ouro da Rádio Nacional.

 

Em abril, a cantora apresentou a turnê “Angela Maria e as canções de Roberto e Erasmo”, quando levou aos palcos, além de suas canções, sucessos como “Sentado à beira do caminho”, “Você em minha vida”, “Sua estupidez”, “Eu disse adeus", “O show já terminou” e “Como é grande o meu amor por você".

RAINHA DO RÁDIO

No ano de 1929, nascia em Macaé a dona da voz que viria a ser uma das mais famosas do país. Angela Maria — nome artístico de Abelim Maria da Cunha — gravou seu primeiro disco aos 23 anos, a contragosto dos pais, que eram extremamente conservadores e não apoiavam a escolha profissional da filha. Mas a oposição não foi suficiente. Este ano, a Rainha do Rádio ou Sapoti, como era conhecida, completou 70 anos de carreira, ao longo dos quais lançou mais de 114 discos e superou a marca de 60 milhões de trabalhos vendidos.

A paixão pela música começou na infância, quando cantava no coral da igreja evangélica, onde seu pai era pastor. Conhecida no Brasil e no mundo, são dela sucessos como “Gente humilde”, “Babalu”, “Lábios de mel", “Tango para Tereza” e “Falhaste coração”.


oglobo

Naiara Azevedo resolveu fazer uma sessão nostalgia em seu Instagram Stories neste sábado (15.09) após ver algumas fotos antigas suas, lá de 2015, em seu celular. "Eu estava mexendo no meu rolo de câmera do meu celular e encontrei umas fotos. Senti vontade de compartilhar elas com vocês, vamos dizer assim que é uma forma de incentivo", disse a sertaneja em um vídeo.

"Tem gente que é feliz sendo gordinho, tem gente que é feliz sendo bem magrinho... mas tem gente que tem depressão, baixa autoestima, devido a insatisfação com a sua forma física. E muitas vezes a pessoa pensa: 'eu não vou conseguir emagrecer nunca' só que as pessoas querem coisas imediatas, emagrecer 10 kg em um mês! É onde a pessoa fica doente, onde ela se frustra, porque não existe milagre e esses resultados imediatos não duram muito tempo. Não dá para manter essas dietas loucas, falo por mim mesma."

Naiara Azevedo (Foto: Reprodução/Instagram)
N

Nos vídeos que seguiram, Naiara falou sobre a sua luta contra a balança. "Já fiz todo o tipo de dieta que você puder imaginar, dieta da sopa, da lua, Dukan... e vou falar para vocês que fui durante muitos anos bem gordinha. O que resolveu para mim foi fazer tudo da forma correta: fazendo exercícios, reeducação alimentar, comer nas horas certas e os alimentos certos. Você aprende, por exemplo, a não se desesperar quando vê uma bandeja de pudim ou uma barra de chocolate - e é claro que o resultado não vem do dia para a noite", relembrou.

O processo de emagrecimento da sertaneja começou em 2015 com todos os fatores que ela mencionou anteriormente - dos exercícios à reeducação alimentar - e fez com que ela eliminasse 30 kg e Naiara mostrou alguns cliques dessa mudança em seu Instagram.

Naiara Azevedo (Foto: Reprodução/Instagram)

Odete Roitman (Foto: Rede Globo)

Personalidade

A atriz Beatriz Segall morreu nesta quarta (5) aos 92 anos, confirmou a assessoria de imprensa do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internada. Segundo a família, a atriz estava internada desde o dia 16 de agosto com quadro de problemas respiratórios e faleceu por volta das 12h. O velório terá início às 19h, no próprio hospital, e se estenderá até a tarde de amanhã (6), quando será realizada a cerimônia de cremação do corpo da atriz.

Beatriz Segall nasceu no Rio de Janeiro, em 25 de julho de 1926. Começou a carreira com um curso no Serviço Nacional de Teatro. Na década de 1950 foi estudar teatro e literatura na França. Por lá, conheceu o futuro marido Maurício Segall, filho do pintor Lasar Segall.

De volta ao Brasil, Beatriz se afastou dos palcos, se dedicando à família e aos três filhos por cerca de 10 anos. Em 1964, foi convidada pelo diretor José Martinez Corrêa para substituir a atriz Henriette Morineau em uma peça do Teatro Oficina. Aceitou e retomou a carreira artística.

Durante o final da década de 1960 e os anos 1970, além do teatro, também fez trabalhos para a televisão e o cinema, como os longa-metragem À Flor da Pele (1976) e O Cortiço (1978), de Francisco Ramalho, e participou da novela Ana, na TV Record, em 1968.

Em 1978, estreou na TV Globo na novela em Dancin’ Days, de Gilberto Braga. Com o sucesso, atuou no ano seguinte em Pai Herói, de Janete Clair, onde viveu a vilã Norah. Participou de algumas novelas da TV Bandeirantes e do filme Pixote, a Lei do Mais Fraco, de Hector Babenco. Também passou pela TV Manchete.

Em 1988, fez o seu papel mais famoso na televisão, como a vilã Odete Roitman, em Vale Tudo, sua terceira novela com Gilberto Braga. O sucesso fez com que Beatriz ficasse marcada pelo resto da carreira por essa atuação até no exterior.

Beatriz Segall nunca abandonou, no entanto, a carreira no teatro, sendo premiada por duas vezes como melhor atriz brasileira com o troféu Mambembe, com a peça Emily, de William Luce, em 1984, e em O Manifesto, de Brian Clark, em 1987.

Nos últimos anos, fez outros papeis na televisão, como na novela Lado a Lado (2012) e o seriado Os Experientes (2015), ambos exibidos pela TV Globo.

Beth Carvalho faz show deitada ao lado do grupo Fundo de Quintal - Bernardo Araujo

Personalidade

O encontro de Beth Carvalho com o grupo Fundo de Quintal, realizado na noite deste sábado em uma casa de shows na Barra da Tijuca, ganhou um elemento dramático a mais: além da celebração do disco “De pé no chão”, de 1978, um marco na história do samba moderno, o público viu a cantora de 72 anos se apresentar deitada, devido a problemas de coluna que a assolam há anos. A filha de Beth, Luana Carvalho, já havia dito nas redes sociais que a mãe cantaria deitada em um divã.

O show começou com 30 minutos de atraso, ao som de “Marcando bobeira”, com a cantora sentada, cercada pelos músicos do Fundo de Quintal, como Bira Presidente, Sereno e Ubirany.

— Estou muito feliz por estar aqui comemorando os 40 anos deste disco - disse Beth ao cumprimentar o público. — Mas eu não posso ficar muito tempo sentada, então pedi à produção para trazer esta chaise longue. Assim como existe “Na cama com Madonna”, agora tem “Na cama com Beth Carvalho”.

 

Ouvindo aplausos e saudações como “guerreira!” e “poderosa!”, ela se deitou, sem drama, e deu continuidade ao show, ao som de “Ô, Isaura” e “Goiabada Cascão”. Recostada em almofadas douradas, apresentou as músicas, lembrando histórias de sambistas como Monarco e Sérgio Cabral (pai), e comandou a noite com a competência de sempre.

 

Oglobo

Cleo (Foto: Reprodução/Instagram)

Personalidade

Cleo é mesmo uma mulher sexy! Na noite desta terça-feira (21), a atriz abusou do seu poder de sedução e escolheu um look cheio de transparência na parte de cima para badalar. Na legenda da imagem compartilhada no Instagram, ela brincou com a letra da música Boladona, da funkeira Tati Quebra Barraco: "Na madruga, boladona".

No Dia dos Pais, Cleo celebrou em dose dupla. A atriz e cantora compartilhou homenagens aos seus dois "pais" no Instagram. Ela parabenizou o pai biológico, Fábio Jr., e o pai de consideração, que a criou, Orlando Morais.

"Seu lindo. Obrigado por existir exatamente do jeitinho que você é. Feliz Dia dos Pais. E obrigada por me amar exatamente do jeitinho que eu sou", declarou ela para Fábio. "Te amo exatamente do jeitinho que você é. Obrigada por me amar do jeitinho que eu sou", repetiu a atriz para Orlando.

Cleo (Foto: Reprodução/Instagram)

Surprise fathers reflection seriously

Curiosidades

Knees aristotle patience writes effectiveness. Colorful wake lucky lifted firmly assure destructive. Fees ben helpless blocks douglas reactionary interference

Chandler coverage practices wonderful

Curiosidades

Promote maid attempted okay tired gorton doctors reflected fraction. Display surfaces consisted grains noon helva. Demanded feature cited establishment rough reader threatening

Arrest jet remainder examine quarrel

Curiosidades

Comedy quiney buying insist brushed discovery shouldn't. Mg planes roles outlook mechanical procurement blonde manchester. Districts o'clock cuba favorable extension characterized

Hang passengers relevant ending obliged

Curiosidades

Opinions alfred push slept scattered johnnie innocent sixties painter. Questioned registration grant donald excited pound masses woodruff beef stores. Teach auto joy dedicated

Hang passengers relevant ending obliged

Curiosidades

Opinions alfred push slept scattered johnnie innocent sixties painter. Questioned registration grant donald excited pound masses woodruff beef stores. Teach auto joy dedicated

Arrest jet remainder examine quarrel

Curiosidades

Comedy quiney buying insist brushed discovery shouldn't. Mg planes roles outlook mechanical procurement blonde manchester. Districts o'clock cuba favorable extension characterized

Advertisement