The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Mercado imobiliário de Dourados está entre os mais promissores do país

Mercado imobiliário de Dourados está entre os mais promissores do país

Dourados, é a maior cidade do interior do Mato Grosso do Sul e compõe a lista dos 150 maiores municípios do país, está na mira das empresas do ramo imobiliário e construção civil. A região está com o mercado de imóveis aquecidos, devido ao aumento de lançamentos e ao fato de receber investimentos dos Programas Habitacionais custeados pelo Governo Federal.

Os resultados desse crescimento exponencial já são perceptíveis. Segundo informações divulgadas pela Associação Douradense das Empresas Imobiliárias (Adei), 90% das novas solicitações para a compra de imóveis e terrenos já contam com a ajuda de financiamento do programa “Minha Casa, Minha Vida”.

Ainda segundo a associação, a faixa de preço mais procurada fica entre R$ 100 mil e R$ 150 mil e o “Minha Casa, Minha Vida” é considerado muito atrativo pela população local devido às condições de pagamento facilitadas, como os juros mais baixos e o prazo de quitação podendo chegar até 30 anos.

Para se candidatar é necessário que os interessados tenham renda entre 1 a 3 salários mínimos, não possuam imóveis na região ou um financiamento ativo no Sistema Financeiro da Habitação (SFH), em qualquer região do Brasil. Além disso, é bom saber que as regras incluem: não ser proprietário de imóvel residencial no local de domicílio ou onde pretende fixar e é feita análise no Serasa, SPC, Bacen e Cadin. O financiamento pode ser de até 100% do valor do imóvel e a entrada é opcional, mais informações sobre o programa ou formas financiamentos, consulte portais especializados como o Agente Imóvel.

Segundo dados divulgados pela Caixa Econômica Federal, o estado do Mato Grosso do Sul está acima da média brasileira quanto à solicitação de crédito imobiliário por meio dos Programas Habitacionais. Foi registrado um aumento de 12% no estado enquanto a média nacional ficou em 4%.

Somente nos seis primeiros meses desse ano foram concedidos R$ 474 milhões em financiamento imobiliário no estado, um aumento de R$ 50 milhões, se comparado com todo o ano de 2010.

Esse crescimento se traduz em mais de 5.500 moradias construídas no território e com o aumento de imóveis na região o aquecimento do mercado imobiliário é uma consequência já esperada.

Bom, com todos esses números e histórico, para quem busca investir em imóveis na localização, especialistas afirmam que, sem sombra de dúvida, este é um dos momentos mais promissores.

Patricia Souza