The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Ferrovia ligando Dourados ao Paraná ganha fortes aliados

Ferrovia ligando Dourados ao Paraná ganha fortes aliados

Após a última Consulta Pública da série, organizada pela Ferroeste, em conjunto com o Governo do Paraná, na noite desta segunda-feira (16), na Associação Comercial e Empresarial de Dourados, o projeto de ligação ferroviária de Dourados ao Porto de Paranaguá, cortando cidades do Conesul de Mato Grosso do Sul e do Oeste do estado vizinho, ganhou novos e importantes aliados.

Antes dessa Consulta, o projeto já havia sido debatido com as comunidades de Guarapuava, Cascavel e Curitiba, no Paraná, e em todas elas o secretário de Infraestrutura e Logística do Estado, José Richa Filho, que é irmão do governador Beto Richa, afirmou que essa proposta encontra respaldo junto ao setor privado “porque se trata de um projeto para fomentar o desenvolvimento”.

Na Consulta Pública de Dourados, que lotou o auditório da Aced, o presidente da Ferroeste, João Vicente Bresolin Araújo, destacou o significado do local do evento, “porque a Ferroeste nasceu dentro de uma Associação Comercial, em Cascavel, e hoje aqui, com certeza, nós ganhamos maior envergadura”.

A prefeita Délia Razuk recepcionou, além do grupo do Paraná, comandado por Richa Filho, João Vicente e a equipe da Ferroeste, o secretário de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul, Marcelo Miglioli, representando o governador Reinaldo Azambuja, os deputados Zé Teixeira e Renato Câmara, o presidente da Faems (Federação das Associações Comerciais de MS), Alfredo Zamlutti Junior, o superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça e a diretora-técnica Maristela Oliveira França, prefeitos e lideranças políticas de municípios vizinhos e representantes de vários segmentos do comércio e indústria da região.

A presença do Governo do Paraná, e o compromisso já assumido pelo Governo de Mato Grosso do Sul, marcam o início de uma caminhada que acreditamos será vitoriosa; é a oportunidade que temos para unir ainda mais os dois estados”, afirmou a prefeita, enumerando as ações já realizadas no sentido de dotar Dourados das condições ideais de infraestrutura para esse novo tempo.

Délia Razuk disse que tem feito enfrentamentos diretos em favor da cidade, desde que assumiu a Administração, há nove meses. “Aproveito esse momento para indicar o meu vice, Marisvaldo Zeuli, para compor essa comissão que vamos criar para discutir os detalhes da adesão de Dourados ao novo modelo de transporte de cargas ferroviário”, anunciou a prefeita.

Durante a Consulta Pública na Aced, o diretor de Produção da Ferroeste, Rodrigo César de Oliveira, lembrou que quase 30% da produção nacional de grãos são colhidos no Paraná e Mato Grosso do Sul. Por isso, a região precisa de uma nova ligação ferroviária com o Porto de Paranaguá. Já o diretor Administrativo Financeiro, Carlos Roberto Fabro, informou que a nova ferrovia teria cerca de mil quilômetros de extensão, dividida em duas partes: uma subconcessão entre Dourados e Guarapuava (área de concessão federal da Ferroeste), e outra concessão estadual totalmente nova entre Guarapuava e Paranaguá. “Empresas do mundo inteiro têm demonstrado interesse no projeto”, garantiu ele.

De acordo com o cronograma de trabalho discutido, o próximo passo será a publicação do edital de chamamento aos interessados em participar dessa empreitada, com prazo de 60 dias para manifestação de interesse e, após isso, 270 dias para apresentação do projeto. “Não estamos vendendo ilusões, é um projeto consistente, transparente, discutido com os segmentos interessados, e até o final de 2018, início de 2019, teremos ele materializado”, anunciou o presidente da Ferroeste.